Música das Esferas: Mimi e o Baú Mágico | Curta de animação brasileiro já está disponível no Youtube

música das esferas
Foto: Divulgação A2 Filmes

O curta-metragem de animação brasileiro MÚSICA DAS ESFERAS: MIMI E O BAÚ MÁGICO, dos diretores e roteiristas Marco A. R. AlvesLuiz César Arashiro Fernando Uehara, já está disponível no canal no YouTube e estreia ainda essa semana no site oficial do projeto (www.musicadasesferas.art.br), no qual os internautas poderão, além de assistir ao filme de forma linear e por planetas, fazer uma viagem sonora interativa pelo Sistema G.

Qual a trama de Música das Esferas: Mimi e o Baú Mágico?

Na trama, Seu Godofredo tem visita importante: hoje, sua neta Lalá, de 6 anos, vem visitá-lo. A mãe de Lalá encosta o carro na frente da casa e Lalá, carregando seu gato Mimi, corre para encontrar o avô. Indiferente ao seu Godofredo e à sua tutora Lalá, o gato Mimi explora a sala misteriosa até encontrar um velho e pequeno baú aberto. Dentro dele: um chapéu palheta, uma camisa listrada, uma fita amarela… Mimi, que, como qualquer gato curioso, pula pra dentro e inesperadamente, algo incrível começa a acontecer.

Confira também: O Menino e a Garça | Saiba mais sobre a animação indicada ao Oscar que está em cartaz nos cinemas

Música das Esferas: Mimi e o Baú Mágico | Curta de animação brasileiro já está disponível no Youtube 4
Foto: Divulgação A2 Filmes

Sobre o filme…

No portal MÚSICA DAS ESFERAS estarão disponíveis a contação de histórias com realidade aumentada E-Shibai, financiada pelo Edital Proac Expresso 29/2020, e a cartilha de atividades, fruto da Chamada Petrobras Cultural para Crianças – Animação Infantil, na qual Música das Esferas foi selecionado entre 459 projetos.

Falando em canções, o roteiro do Planeta Vocal foi inspirado pela música “A Chamada” do cantor e compositor Milton Nascimento. O desenho de som e a espacialização foram criadas pelos músicos Janete El Haouli, Dino Vicenti e Gustavo Rocha, orquestrados por José Augusto Mannis, professor pleno no Instituto de Artes da Unicamp. O resultado final foi mixado e masterizado em Dolby Atmos.

O projeto Música das Esferas nasceu de uma experiência vivida na minha infância. A música entrou em minha vida pela vitrola de uma tia, que tocava aos sábados, depois da faxina, um repertório que ia de Roberto Carlos às músicas dos grandes festivais. O filme tem a intenção de despertar nas crianças, de forma natural, uma escuta atenta e sensível”, afirma Marco A. R. Alves, idealizador do projeto, que está expandindo o conceito para a criação de um game e de uma exposição interativa que explorem o universo criado para o mundo digital.

Confira também: Xógum: A Gloriosa Saga do Japão | Tudo sobre a série do Disney Plus e do Star Plus

Música das Esferas: Mimi e o Baú Mágico | Curta de animação brasileiro já está disponível no Youtube 5
Foto: Divulgação A2 Filmes

Conheça os planetas

PLANETA SOPROS
No planeta Sopros, Mimi encontra seres voadores. O planeta apresenta a melodia. Ampliando a escala pentatônica para incluir 12 semitons, temos a escala temperada e, com ela, as primeiras noções de intervalos e harmônicos, campo tonal, dinâmica na música, tensão e resolução.

PLANETA CORDAS
O planeta Cordas é o reino dos timbres, onde é possível um passeio entre 2 mundos complementares: solar e lunar, radiante e contemplativo. Aqui também são apresentadas as relações numéricas da música, sistematizadas por Pitagóras: as 5 notas da escala pentatônica, que vibram em frequências múltiplas entre si, constituem o campo modal, característico da estética tradicional oriental, helênica, celta, ibérica, indígena, árabe e de várias outras culturas ancestrais.

PLANETA PERCUSSÃO
No planeta Percussão, o ritmo é a característica marcante. Desde o feto que ouve o bater do coração da mãe como sua iniciação musical aos bichos escavadores que fazem túneis de dimensões diferentes para percurti-los com seus corpos, tudo remete à origem pulsante da música.

PLANETA VOCAL
Planeta da elaboração harmônica do alvorecer pela vegetação nativa. Som que chama luz, sobrepondo-se ao silêncio e sombra da noite. No planeta Vocal, o foco é sobre a elaboração da harmonia entre os homens e deles com o sagrado. No mundo profano, cantar representa a conciliação de uma afinação comum e do acordo harmônico com o outro sobre ondas que se dissipam pelo ar. E ao entoar um mantra, uma folia de reis, uma cantata de Bach, a música, impalpável e aproxima-se do divino, emulando um canal de comunicação etérea com a dimensão espiritual.

Assista o curta aqui

Após passear com Mimi pelo sistema G, o baú afasta-se da órbita do cometa e viaja em direção ao sol. Os planetas ficam pra trás. Os timbres, as harmonias, os tempos, as proporções, tudo se revela no movimento ordenado dos astros.


Com patrocínio da Petrobras, o curta MÚSICA DAS ESFERAS: MIMI E O BAÚ MÁGICO foi produzido pela BUMMUB e a co-produção é da Tortuga Studios. Com um contrato de interesse de veiculação pela TV Cultura, para virar uma série, MÚSICA DAS ESFERAS, atualmente busca parcerias para ser viabilizada.


Siga A Odisseia no InstagramTwitter e Google Newspara ficar por dentro de todas as notícias sobre filmes, séries, televisão e teatro.


Música das Esferas: Mimi e o Baú Mágico | Curta de animação brasileiro já está disponível no Youtube 6
Foto: Divulgação A2 Filmes
Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post
O Sinal: Conheça a série alemã da Netflix que quer ser a nova Dark 10

O Sinal: Conheça a série alemã da Netflix que quer ser a nova Dark

Next Post
Por Que Eu Me Casei? é a pergunta que você vai fazer depois de ver esse filme na Netflix 11

Por Que Eu Me Casei? é a pergunta que você vai fazer depois de ver esse filme na Netflix

Related Posts