AODISSEIA
TOP 15

TOP 15: Os melhores filmes de 2019

Depois de um cálculo complexo, vamos aos melhores do ano!


2 de janeiro de 2020 - 22:16 - Tiago Soares

Após um cálculo complexo, a redação escolheu o TOP 15 dos melhores filmes de 2019. Tem para todos os gostos, vem conferir!


E acabou. Dois mil e dezenove chegou ao fim e lá se vai mais uma década. Você já pode conferir nossa lista dos melhores filmes lançados de 2010 à 2019 aqui. Mas falando de 2019, que ano para o cinema hein?! Aqueles filmes que estiverem no Oscar lá no início do ano, os blockbusters que arrebentaram nas bilheterias, o cinema brasileiro (que apesar do governo, vem cada vez mais forte), e os filmes estrangeiros que marcaram presença.

Lembrando que para estar na lista os filmes devem ter estreado comercialmente no Brasil em 2019, independente se estrearam lá fora no ano passado. Filmes que foram diretamente para streamings presentes no Brasil como Netflix, Amazon Prime Video, Looke, Telecine Play, Now, entre outros, contam apenas os filmes lançados em 2019.

Confira nossa lista de melhores filmes do ano:

 

15º) Casamento Sangrento (Dir. Matt Bettinelli-Olpin e Tyler Gillett)

melhores filmes

 

Apesar de 2019 não ter sido um ano tão bom como os anteriores no quesito terror, o fim da década nos proporcionou filmes assustadores com um sub-texto poderoso. É o caso de Casamento Sangrento (Ready or Not, no original), que chegou no serviço de streaming Looke nas últimas, a ponto de quase ficar de fora da nossa lista de melhores do ano. Estrelado por Samara Weaving (que já tinha feito o irreverente A Babá), o filme é uma daquelas boas farofas que divertem, fazem pensar e trazem uma direção competente unida a atuações acima da média, além de um pouco de loucura.

 

14º) Turma da Mônica: Laços (Dir. Daniel Rezende)

 

laços é um dos melhores filmes de 2019

 

“Não é fácil carregar o peso nostálgico de algo que está tão intrínseco na cultura do brasileiro. Mas Turma da Mônica: Laços tira isso de letra, apostando na beleza da sutileza e na força da amizade. Laços é quentinho como um cobertor num dia frio. Como um abraço da pessoa que você ama. Como o cheiro de café num domingo a tarde. Como as gostosas gargalhadas num sábado a noite com os amigos. É um longa sobre esses pequenos momentos e que deixa tudo grandioso.”

 

Você pode ler a crítica completa bem aqui

 

13º) Coringa (Dir. Todd Phillips)

 

“Coringa acumula sim inúmeros méritos e bons momentos feitos para chocar, impactar, surpreender e sacudir o cinema de heróis, porém contam como fatores limitadores dentro de uma produção um bocado presunçosa. Em outras palavras: é um bom filme.” Joaquin Phoenix faz de Coringa uma obra de arte, não pelo filme em si, mas por entender a magnitude de sua atuação. Um ator que entende seu papel e o entrega da forma mais sublime possível. Coringa não estaria aqui nessa lista de melhores filmes de 2019 se não fosse pela capacidade de Phoenix.

Veja o que pensamos bem aqui

 

12º) Entre Facas e Segredos (Dir. Rian Johnson)

 

“[…] a essência de um longa de mistério que sabe reverenciar os grandes clássicos ao mesmo tempo em que subverte as engrenagens para tirar algo novo e inesperado do formato. Tudo embrulhado por esse olhar satírico que coloca o dedo nas feridas da sociedade atual e arranca risadas dignas de uma indicação ao Globo de Ouro como comédia.”

Um estudo ético divertido e surpreendente cuja crítica completa pode ser lida aqui.

 

11º) Vingadores: Ultimato (Dir. Anthony e Joe Russo)

 

“[…] um longa sincero e poderoso que encerra a Saga do Infinito, carregando os sentimentos do espectador numa verdadeira montanha-russa que não para por quase três horas. É uma carta de amor aos super-heróis da Marvel que entrega muito mais do que prometeu, surpreende em inúmeros momentos que não merecem ser contados, emociona das maneiras mais complexas possíveis e conclui a viagem com um terceiro ato que talvez nunca seja igualado em termos de grandiosidade, catarse e sequências que fazem os fãs vibrarem.”

Confira aqui a nossa crítica digna de um dos melhores filmes de 2019.

 

10º) Midsommar: O Mal Não Espera a Noite (Dir. Ari Aster)

melhores filmes

 

“Dramático, ‘Midsommar – O Mal Não Espera a Noite’ é um eterno ‘a curiosidade matou o gato’. Paralelo ao horror de toda a situação, vemos um filme sobre alguém que já estava sozinha há muito tempo. A dor do não-pertencimento. O medo da solidão. Inteligentemente, Aster já deixa claro o conflito da protagonista desde o início, em pequenas atitudes.”

Confira a crítica completa aqui.

E escute nosso podcast sobre o filme aqui.

 

9º) Dois Papas (Dir. Fernando Meirelles)

melhores filmes

 

“Dois Papas se pergunta ‘onde está cristo?’ em meio as injustiças do mundo, à medida que fortalece a união entre os dois, que começa como uma disputa por território. As pouco mais de 2 horas de produção passam voando, enquanto o Vaticano se torna um personagem importante visualmente, assim como a trilha sonora incomum que começa e encerra com ‘Dancing Queen’ do ABBA, passando por ‘Besame Mucho’ de Andrea Bocelli e ‘Bella Ciaou’.”

Confira a crítica completa aqui. Disponível na Netflix.

 

8º) Fora de Série (Dir. Olivia Wilde)

melhores filmes

 

“Ao externalizar os anseios mais profundos de parte da geração atual, ‘Fora de Série’ tem tudo para se torna um clássico e particularmente já o considero o ‘Superbad’ desta década, é claro que com as devidas e necessárias atualizações. Empolgante, a comédia é um respiro ao coming of age e traz diálogos precisos sobre drogas e sexualidade, cercada de personagens memoráveis.”

Confira a crítica completa aqui.

 

7º) Nós (Dir. Jordan Peele)

melhores filmes

 

“Se não fosse político não seria Jordan Peele, e em Nós o diretor destrói qualquer imagem de grandeza, colocando todos no mesmo patamar. ‘Se os negros geralmente morrem primeiro nos filmes de terror, em Us ‘(United States?)’, o que morre primeiro é o sonho americano.’ O conflito de classes, os imigrantes culpados por problemas que vieram antes deles, as barreiras mentais (e físicas) – é assim que Peele constrói mais um universo cercado de dor e consequências demoníacas – até mesmo pra quem já viu o filme.”

Confira a crítica completa de um dos melhores filmes de 2019 aqui.

E escute nosso podcast sobre o filme aqui.

 

6º) A Vida Invisível (Dir. Karim Aïnouz)

melhores filmes

 

“Cruel e bonito na mesma medida, ‘A Vida Invisível’, representante do Brasil no Oscar 2020 e vencedor da Mostra Um Certo Olhar no Festival de Cannes 2019, é definida pelo diretor como um melodrama. Ressalta a importância de nossas novelas e folhetins, cada vez mais tidas como algo de gosto duvidoso, ou abaixo dos altos padrões. No entanto, mesmo com essa alcunha não se engane: a produção nunca cai no piegas, na breguice ou na intenção de fazer chorar, mas faz isso com verdade, uma verdade dolorosa.

Confira a crítica completa aqui.

 

5º) O Irlandês (Dir. Martin Scorsese)

melhores filmes

“[…] O Irlandês funciona como uma espécie de filme definitivo que chega para preencher o vazio do seu próprio criador.É lógico que existe uma dose considerável de prepotência nesse discurso, mas a junção milimétrica de todas as peças citadas nesse texto revela um projeto épico e sóbrio que merece sim ser coroado como obra-prima.”

Confira a crítica desse clássico instantâneo que merece muito uma vaga entre os melhores filmes de 2019.

 

4º) Homem-Aranha no Aranhaverso (Dir. Peter Ramsey, Bob Persichetti e Rodney Rothman)

 

“E o mais importante de tudo é que eles encaixam todas as peças com uma perfeição que os permite fazer algo diferente sem desrespeitar o espírito do personagem em um momento sequer. Ou seja, Homem-Aranha no Aranhaverso é uma animação intensa e divertida que reverencia o material original, prende o público numa teia gigantesca de piadas autorreferenciais e faz todos – de fãs antigos a novos espectadores – saírem vibrantes do cinema.”

Crítica completa de um dos melhores filmes de 2019 bem aqui.

 

3º) História de Casamento (Dir. Noah Baumbach)

melhores filmes

 

“Dotado de uma beleza dramática, ‘História de Um Casamento’ é um relato de amor e de dualidades. Nova York e Los Angeles são personagens palpáveis e representam o casal e suas escolhas perfeitamente. Não há vilania ou julgamentos aqui. Ambos são passíveis a erros e acima de tudo, humanos. Charme e apreço são abandonados ao longo do filme e substituídos por um incômodo e imparcialidade, torcendo para que tudo acabe bem, independente da separação.”

Confira a crítica. Disponível na Netflix.

 

2º) Bacurau (Dir. Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles)

melhores filmes

“Um modelo de subversão impactante que merece ser visto na tela grande não só por suas qualidades cinematográficas, mas também por funcionar como uma última tentativa de “desenhar” certos aspectos da nossa sociedade para aqueles que deixaram seus cérebros para trás na última campanha eleitoral. Uma obra-prima que, acima de qualquer lista de melhores do ano, merece aplausos por mostrar o valor cada vez maior do nosso grito de resistência mais verdadeiro.”

Trecho da crítica que pode ser lida aqui.

E também temos um podcast sobre esse que é um dos melhores filmes de 2019.

 

1°) Parasita (Dir. Bong Joon-Ho)

melhores filmes

 

“Vencedor da Palma de Ouro em Cannes e pré-selecionado ao Oscar 2020 como representante da Coreia do Sul, ‘Parasita’ é diferente pela forma com que aborda as relações. A visão do rico bonzinho e benfeitor é posta a prova. A classe mais abastada é tão cega e se fecha tanto, que não enxerga obviedades a um palmo de distância. O filme escancara as mais profundas mazelas de um sistema que deu certo apenas para alguns, enquanto grande parte vive a margem da sociedade.”

Confira a crítica completa desse filmão.

 


Menções honrosas:

Ad Astra (Dir. James Gray)
A Favorita (Dir. Yorgos Lanthimos)
Democracia em Vertigem (Dir. Petra Costa) – disponível na Netflix 
Rocketman (Dir. Dexter Fletcher)