20

No dia 25 de Março comemora-se o Tolkien Reading Day — o Dia de Ler Tolkien. A data foi criada pela The Tolkien Society em 2003, para incentivar a leitura das obras do autor. E se você não conhece o autor, foi ele quem escreveu os livros O Senhor dos Anéis e O Hobbit.

Por que dia 25 de março?

Essa é a data na história de O Senhor dos Anéis, que — spoiler alert caso você, sabe-se lá por que, está vivendo numa bolha e nunca ouviu falar nem dos filmes — o Um Anel foi destruído, assim como o próprio Senhor do Anel, Sauron.

Então, os fãs se juntaram e utilizaram essa data para celebrar, não só O Senhor dos Anéis, mas toda a obra do autor. Apesar dessas serem as obras mais famosas, graças as adaptações cinematográficas de Peter Jackson, o autor ainda tem diversos livros que se passam na Terra Média (universo onde se passam as duas obras já citadas) e outros livros de fantasia não relacionados ao universo de SDA.

Que tal aproveitar um pouco essa quarentena, bem como o Tolkien Reading Day, para dar uma olhada nesses livros? Você também pode comprar os e-books, assim nem sai de casa, nem encontra com o carteiro. É só você usar nosso link aqui.

O Hobbit

Bilbo Bolseiro era um dos mais respeitáveis hobbits de todo o Condado até que, um dia, o mago Gandalf bate à sua porta. A partir de então, toda sua vida pacata e campestre soprando anéis de fumaça com seu belo cachimbo começa a mudar. Ele é convocado a participar de uma aventura por ninguém menos do que Thorin Escudo-de-Carvalho, um príncipe do poderoso povo dos Anões.

Essa jornada fará Bilbo, Gandalf e 13 anões atravessarem a Terra-média, passando por inúmeros perigos, sejam eles, os imensos trols, as Montanhas Nevoentas infestadas de gobelins ou a muito antiga e misteriosa Trevamata, até chegarem (se conseguirem) na Montanha Solitária. Lá está um incalculável tesouro, mas há um porém. Deitado em cima dele está Smaug, o Dourado, um dragão malicioso que… bem, você terá que ler e descobrir.

Opinião

É um livro divertidíssimo, de linguagem mais infantil. Porém, Tolkien faz alguns comentários ácidos e sagazes, além de grandes aventuras, que deixam o livro encantador para adultos também.

Link para compra.

O Senhor do Anéis

Tolkien Reading Day

O livro foi originalmente escrito em um volume só, foi uma decisão da editora dividi-lo em 3 partes – A Sociedade do Anel, As Duas Torres e O Retorno do Rei.

Em uma terra fantástica e única, um hobbit recebe de presente de seu tio um anel mágico e maligno que precisa ser destruído antes que caia nas mãos do mal. Para isso, o hobbit Frodo tem um caminho árduo pela frente, onde encontra perigo, medo e seres bizarros. Ao seu lado para o cumprir esta jornada, ele aos poucos pode contar com outros hobbits, um elfo, um anão, dois humanos e um mago, totalizando nove pessoas que formam a Sociedade do Anel.

Opinião:

esse é um livro mais sério e adulto. É muito descritivo, mas é lindo e trabalha questões como amizade e coragem como nenhum outro.

Link para compra.


Aqui vão mais 9 obras para você aproveitar nesse Tolkien Reading Day, que ainda não foram adaptadas para cinema. A Amazon está atualmente produzindo uma série de O Senhor dos Anéis, que conta com acontecimentos anteriores aos encontrados em A Sociedade do Anel, não foi revelado muito sobre o enredo, mas esperamos encontrar pelo menos grandes referências a outras obras da Terra Média.


O Silmarillion

“O Silmarillion” é um relato dos Dias Antigos da Primeira Era do Mundo criado por J.R.R. Tolkien. É a história longínqua para a qual os personagens de “O Senhor dos Anéis” e “O Hobbit” olham para trás, e em cujos eventos alguns deles, como Elrond e Galadriel, tomaram parte. Os contos de “O Silmarillion” se passam em uma época em que Morgoth, o Primeiro Senhor Sombrio, habitava a Terra-média, e os Altos-Elfos guerreavam contra ele pela recuperação das Silmarils, as joias que continham a pura luz de Valinor

O livro começa com “O Ainulindalë”, o mito da criação do Universo, seguido pelo “Valaquenta”, onde estão descritas a natureza e os poderes de cada um dos deuses. O “Akallâbeth” narra o apogeu e a queda do reino da grande ilha de Númenor no final da Segunda Era. E para completar, “Dos Anéis de Poder” fala dos grandes eventos no final da Terceira Era, como narrado em “O Senhor dos Anéis”.

Opinião:

Esse livro trás menos descrições que O Senhor dos Anéis, porém mantém a linguagem adulta. Tive meus momentos de risadas e lágrimas com a leitura, e achei maravilhoso como Tolkien “criou” a Terra Média.

Link para compra.


LEIA MAIS

+++ O Poço é uma obra de múltiplas interpretações

+++ Leia a resenha de Eu, Robô

+++ Em Mestre das Chamas, o problema é o ser humano


Agora não vai mais ter minha opinião, pois eu ainda não li nenhum dos que vem a seguir. Ainda.

Beren e Lúthien

Citada em O Senhor dos Anéis, a principal história contada em O Silmarillion narra o romance e a jornada épica de Beren, um homem mortal, e Lúthien, uma princesa élfica. O pai dela, um grande senhor élfico, opõe-se à união e, para permitir o casamento com Lúthien, impõe a Beren uma tarefa impossível de ser realizada. Este é o foco central da lenda: a tentativa incrivelmente heroica de Beren e Lúthien de, juntos, roubar uma Silmaril do maior de todos os seres malignos, Morgoth, o Sombrio Inimigo do Mundo.

Link para compra.

A Queda de Gondolin

No conto de A Queda de Gondolin encontram-se duas das maiores potências do mundo. Há Morgoth, do mais absoluto mal, ausente dessa história, mas no comando de um vasto poderio militar em sua fortaleza de Angband. Em completa oposição a Morgoth está Ulmo, chamado Senhor das Águas, de todos os mares, lagos e rios sob o céu, e em poder abaixo apenas de Manwë, o principal Vala. Contudo, ele age em segredo na Terra-média em auxílio dos Noldor, o clã dos Elfos no qual Húrin e Túrin Turambar eram incluídos. O foco central dessa inimizade entre os deuses é a cidade de Gondolin, bela, porém impossível de ser descoberta.

Link para compra.

Os Filhos de Húrin

Seis mil anos antes de o Um Anel ser destruído, a Terra-média é assombrada por Morgoth, o Primeiro Senhor Sombrio, senhor e mestre de Sauron. Húrin, um poderoso guerreiro da raça humana se recusa a trair os Elfos e, por isso, ele e sua família são amaldiçoados. Assim, os destinos de Túrin e de sua irmã Niënor são tragicamente entrelaçados. Em tom épico e trágico, a narrativa foi inspirada nas mitologias grega, finlandesa e escandinava. Seus personagens, reconhecivelmente humanos, seguem determinados a resistir, mesmo sem a menor esperança de triunfar.

Link para compra.

Contos Inacabados

Este livro contém a única história que sobreviveu das longas eras de Númenor antes de sua queda, e tudo o que se conhece sobre temas como os Cinco Magos, os Palantíri ou a lenda de Amroth. Escrevendo acerca dos Apêndices de O Senhor dos Anéis, J. R. R. Tolkien disse em 1955: “Aqueles que apreciam o livro apenas como ‘romance heroico’ e consideram os ‘panoramas inexplicados‘ parte do efeito literário, desprezarão os Apêndices, e farão muito bem.”

Contos Inacabados destina-se àqueles que, ao contrário, ainda não exploraram suficientemente a Terra-média, suas línguas, suas lendas, sua política e seus reis. Christopher Tolkien editou e apresentou a coleção. Também redesenhou o mapa de O Senhor dos Anéis em escala maior e reproduziu o único mapa de Númenor.

Link para compra.

As Aventura de tom Bombadil

Um dos personagens mais intrigantes de “O Senhor dos Anéis”, o divertido e enigmático Tom Bombadil, também aparece em versos que, segundo dizem, foram escritos por hobbits e preservados no “Livro Vermelho“, que conta a história de Bilbo e Frodo Bolseiro e companhia. As aventuras de Tom Bombadil reúne esses e outros poemas, que tratam principalmente de lendas e gracejos do Condado no fim da Terceira Era.

Link para compra.

Livros não relacionados à Terra Média para ler no Tolkien Reading Day

Roverandon

Em 192 1925 5, durante as férias, o pequeno Michael Tolkien perdeu, na praia, um cãozinho de brinquedo que ele adorava. Para consolá-lo, o pai, J. R. R. Tolkien, inventou uma história sobre um cachorro de verdade que é transformado em brinquedo por um mago e enviado por um ‘feiticeiro-da-areia’ à Lua e ao fundo do mar. Mais de 70 anos depois, as aventuras do cachorro Rover, também conhecido pelo nome de ‘Roverandom‘, foram publicadas na Inglaterra. Elas foram organizadas a partir do texto original por Christina Scull e Wayne G. Hammond.

Link para compra.

Árvore e Folha

Árvore e Folha é uma eclética, provocativa e instigante compilação de quatro trabalhos que refletem a diversidade da imaginação de Tolkien, seu profundo conhecimento da história inglesa e a amplitude de seu talento como criador de ficções modernas. A obra une de maneira mágica uma palestra, um conto, um poema mítico e outro de cunho histórico e reflexivo.

O livro será lançado no dia 13/04 e já está em pré-venda aqui.

Mestre Gil de Ham

Esta divertida história, escrita pelo autor de O Hobbit, é ambientada no vale do Tâmisa, na Inglaterra, num passado maravilhoso e distante, quando ainda existiam gigantes e dragões. Seu herói, Mestre Gil, é na realidade um fazendeiro totalmente desprovido de heroísmo, mas que, graças à boa sorte e à ajuda do cachorro Garm, da égua cinzenta e da espada mágica Caudimordax (ou Morde-cauda), amansa o dragão Chrysophylax e ganha enorme fortuna.

Link para compra.

 

E ai, gostou das sugestões pro Tolkien Reading Day? Se interessou por alguma obra do mestre da fantasia?

Atualmente estou em uma leitura coletiva dos livros da Terra Média, se tiver interesse em entrar, me procurem no Instagram que eu indico para a organização ou procurem pela #LCTerraMedia. Hoje vou fazer uma maratona de leitura para o Tolkien Reading Day, pode você acompanhar nos meus stories.

Aqui é a Liv do Resenhas Caóticas, e se você quer acompanhar mais as minhas leituras, me siga no Instagram @ResenhasCaóticas. Obrigada e até a próxima.
Livia Salzani

O Poço: “é que o de cima sobe, e o de baixo desce”

Previous article

Feel Good é uma série passivona

Next article

You may also like

20 Comments

  1. Conheço alguns desses livros do Tolkien… mas, coincidentemente, são os que você deu opinião… rs Os outros eu nem sabia que existiam.. vivendo e aprendendo… kkk Achei muito fofo que ele tenha escrito uma história para o filho, ambientando num fato que de fato aconteceu. Muito lindo da parte dele. S2
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    1. Ele escrevia muito pensando nos filhos, achei lindo!

  2. Hey Livia, tudo joia?
    Eu comecei um projeto esse ano. Temos um grupinho no WhatsApp, e estamos Desbravando Tolkien. Tenho lá duas pessoas que amam Tolkien e conhecem muito dele e de suas obras. Assim, enquanto elas releem as obras, eu e mais umas pessoas lemos pela primeira vez e debatemos.
    Tem sido fantástico. De verdade… A gente nesses 3 primeiros meses do ano, destrinchamos O Silmarillion, e mulher do céu. Como foi bom, e especial!!! Foi muito enriquecedor.
    Agora para abril e maio vamos de Os Filhos de Húrin. E seguiremos depois com Beren e Lúthien, etc e tal.
    Adorei seu post. Veio muito de encontro com meu momento atual.
    Beijão e continue por aí, resenhando e trazendo essa vontade contagiante de espalhar a leitura.

    Carol, do Coisas de Mineira

    1. Que legal, não conhecia seu grupo! Já vou ler esses livros também no grupo em que estou, mal posso esperar pra ler!

  3. Gente, que super curiosidades! Eu ainda não sabia desse dia criado pela The Tolkien Society para ler Tolkien. Confesso que mesmo conhecendo os filmes da saga do Senhor dos Anéis e entre outros baseados na obra do renomado autor, eu só tenha lido o livro O Hobbit dele. E o Hobbit além de ser a primerira obra da qual tive contato com algo do autor, é uma obra que me cativou e conquistou muito. Então, tenho grande interesse em me aventurar em mais obras desse autor, com certeza. Adorei esse blog post super informativo!

  4. Gente, que super curiosidades! Eu ainda não sabia desse dia criado pela The Tolkien Society para ler Tolkien. Confesso que mesmo conhecendo os filmes da saga do Senhor dos Anéis e entre outros baseados nas obras do renomado autor, eu só tenha lido o livro O Hobbit dele. E o Hobbit além de ser a primeira obra da qual tive contato com algo do autor, é uma obra que me cativou e conquistou muito. Então, tenho grande interesse em me aventurar em mais obras desse autor, com certeza. Adorei esse blog post super informativo!

  5. tenho um livro de contos dele que adoro muito, e concordo com você Tolkien está para além de senhor do aneis que amamos conhecer. silmarilion ta na minha wish um dia na vida lerei kkk, hobbit tentei mas nao fluiu quem sabe um dia tento de novo kk.

    1. Vamos ler Silmarillion na LC em Maio, fica o convite!

  6. Tolkien é o cara e sua obra, ao meu ver, não parece ter a visibilidade que merece, mas digo isso do ponto de vista de quem aprecia consideravelmente seu trabalho e de quem foi influenciada por seus textos.

  7. Ah, que postagem linda e incrível. Eu já li a trilogia, o Hobbit e Mestre Gil de Ham. Estou relendo a trilogia num projeto que criei em meu canal e pretendo inserir O Silmarillion quando finalizar as releituras.

    Eu sempre dou um jeito de comemorar o Tolkiens das. Seja relendo, postando, ou iniciando alguma nova leitura dele.

    Árvore e folha está nos desejados, bem como alguns títulos dele que ainda nak possuo.
    Küss 😘

  8. É com grande dor no meu coração que digo que nunca li nenhuma obra de Tolkien e só recentemente assisti todos os filmes de O senhor dos anéis e me apaixonei!! Os livros do autor já estão na minha lista e espero por lê-los em breve!

    Parabéns pelo seu trabalho

    Bjs Aruom Fênix

    Blog Leituras de Aruom

  9. Oi, tudo bem? Que interessante saber mais sobre essa comemoração. Não sabia desse dia. Apesar de o autor ser bem conhecido, comentado e admirado pelos leitores só conheço os livros O senhor dos anéis e O hobbit, mas não li nenhum deles. Quanto aos outros amei as edições e fiquei bem curiosa para ler. Tenho acompanhado os lançamentos da Harper Collins, eles têm caprichado bastante. Um abraço, Érika =^.^=

  10. Caramba, já salvei nos meus favoritos esse texto para ir lendo as outras obras desse gênio. Vontade só de ter uma dessas conversas de algumas horas com ele e não precisa ser sobre seu trabalho não, é sobre a vida mesmo, seguro que, naturalmente, deve ter ponto de vistas e modo de pensar que servem como verdadeiras lições de vida para nós. Muito muito obrigado !!!

  11. Confesso com muita vergonha que nunca li nada dele. Sim é sério, eu sou apaixonada por fantasia, porém tentei ler tanto Senhor dos anéis quanto o Hobbit várias vezes mas não rolou. Mas adorei saber mais de suas obras pois não conhecia as outras citadas.

  12. Oi oi,
    Nunca li nada do autor mas já assisti as adaptações da obra. Amei o seu post, porque foi mega completo. Nunca li uma resenha com detalhes dos respectivos livros, e ainda por cima falando sobre as edições. O autor realmente escreveu um livro atemporal com cenário e personagens que cativam qualquer um. Espero ler as obras algum dia.

    Beijoss, Enjoy Books

  13. eu amo muito tolkien, ja li alguns dos livros dessa lista além de o senhor dos aneis e adoro, ele tem uma escrita cativante e que impressiona demais.

    amei suas indicações e ainda pretendo ler todos os livros dele <3

  14. O dia de ler Tolkien me lembra sempre o Bloomsday, que homenageia James Joyce. Acho bela a iniciativa de promover a obra de autores que se firmaram como ícones na literatura mundial. Pena que a segunda leitura que fiz da série Senhor dos Anéis me deixou desestimulada, então nem sei quando ou se irei novamente ler Tolkien. Abraços.

  15. Tolkien é simplesmente maravilhoso! Adorei as obras não ligadas à Terra Média, principalmente por terem temas tão diversos! A do cachorrinho parece puro amor! hahahaha Tenho muita vontade de ler Tolkien, apesar de sempre ouvir que é difícil. Obrigada pelas indicações!

  16. Oi, tudo bem? Nossa, quantas obras! Confesso que eu tenho um pouco de receio de ler esse autor porque dizem que ele é muito descritivo e por conta disso são leituras mais pesadas e cansativas.

    1. Acho que ele é descritivo, mas que é essencial para poder se inserir no cenário. Mas só tive essa sensação com O Senhor dos Anéis, O Hobbit e O Silmarillion não são tanto assim.

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Livros e HQs