0

The Stand é a adaptação do livro de Stephen King que promete fazer sucesso


Depois de alguns anos e anos de espera, finalmente estamos frente à frente com uma nova versão da série The Stand, originalmente escrita por Stephen King.

A série desembarcou aqui no Brasil na Starzplay, tendo sido originalmente exibida na rede de TV americana CBS ainda em dezembro de 2020.

Quem acompanha os livros, foi se empolgando com as notícias que surgiam sobre The Stand mas questionando o que mudaria entre o livro escrito por Stephen King e a série de televisão, visto que muito do material original foi sendo alterado para a adaptação da CBS e a última obra de The Stand pra TV não foi muito bem aceita.

Portanto, o que exatamente foi alterado na série The Stand?  Separamos, então, oito diferenças principais que encontramos entre o livro e a série

AVISO DE SPOILER: O artigo a seguir contém spoilers do primeiro episódio de The Stand.

 

the stand serie livro stephen king

A história tem uma estrutura não linear

The Stand não perde tempo explicando as grandes mudanças do livro para o público. Os fãs do material de origem provavelmente esperavam que a minissérie fosse aberta com a fatídica saída de Charles D. Campion de seu posto na base militar da Califórnia, que abrigava o Capitão Trips, mas essa cena foi ironicamente usada para encerrar o episódio e, em vez disso, nosso primeiro olhar para o mundo da série foi através do primeiro dia de Harold Lauder no seu trabalho.

Isso configura uma estrutura surpreendente para a série, que salta para frente e para trás no tempo, mostrando simultaneamente as viagens dos personagens-chave pelos Estados Unidos e o estabelecimento de uma nova sociedade, que é apelidada de Boulder Free Zone.

Dr. Denninger e Dr. Elder foram substituídos pelo Dr. Ellis e pelo Dr. Cobb

Na maior parte do tempo em  The Stand, o trato da primeira interação de Stuart Redman com o Capitão Trips é bem fiel aos livros, já que ele deixa de ser um cara normal em um posto de gasolina em Arnett, Texas, para ser identificado como um dos poucos seres humanos imunes do mundo e transportado primeiro para a sede do CDC em Atlanta, Geórgia e depois para Stovington, Vermont.

Existem duas mudanças interessantes dentro desse arco e envolvem o médico cuidando de Stu e o oficial militar que o vigia. No livro, seus nomes são, respectivamente, Dr. Denninger e “Dr.” Elder, mas na minissérie são o Dr. Ellis e o “Dr.” Cobb.

As alterações são bem superficiais, como a relação mais próxima entre Stu e Ellis, e Cobb tem sua garganta cortada ao invés de ser baleado, como Elder nos livros.

Fran teve um irmão surdo, e sua família nunca fica sabendo de sua gravidez

A introdução de Frannie Goldsmith em The Stand, no livro de Stephen King, é repleta de uma história dramática e familiar, com a jovem confessando aos pais que está grávida e extrapolando os relacionamentos que a moça tem com seu pai e sua mãe, pouco antes de ambos morrerem em uma viagem.

Esse material é quase que esquecido na série, já que nunca vemos a mãe de Fran, e ela nunca sobrecarrega o pai com as notícias que está esperando um bebê, ou pelo menos não a vemos fazendo isso em tela. Não se trata apenas de esconder algo, porém, uma coisa que é adicionada à história da personagem é que ela tinha um irmão surdo que faleceu ainda jovem.

Esta é uma experiência pessoal que os fãs podem esperar para adicionar uma nova dimensão ao seu relacionamento com Nick Andros – que é um personagem que não conhecemos em “The End”, mas é um surdo-mudo que é vital para a história.

Hemingford Home muda de Nebraska para Colorado

Embora haja perguntas a serem feitas sobre algumas das mudanças do material original feito pela série The Stand, essa aqui é bem clara.

Por uma razão que não é totalmente explicada no livro, as primeiras “ligações” enviadas psiquicamente por Abigail Freemantle levam as pessoas do pós-apocalipse a se dirigirem para Hemingford Home, no Nebraska, mas algumas semanas depois seu grupo se desloca para além dos limites do estado, e mais tarde, o psíquico “convoca” as pessoas para viajarem para Boulder, Colorado, para encontrá-la.

É uma mudança de cenário desnecessária que realmente não tem impacto na história, então não é difícil dizer por que a série decidiu basicamente colocar Hemingford Home e Boulder no mesmo lugar.

Fran tenta se matar

Não há dúvidas de que Fran fica deprimida com o fim do mundo, se desesperando ao pensar sobre como a sociedade será quando seu filho nascer, mas a série Thee Stand leva isso a outro patamar, apresentando uma sequência onde a personagem tenta cometer suicídio.

Em vez de morrer lenta e solitariamente em Ogunquit, ela engole um monte de pílulas de diferentes remédios e desmaia no chuveiro, sobrevivendo apenas porque Harold a encontra e a força a vomitar.

Stu deixa as instalações e conhecendo Starkey

A fuga de Stu das instalações de Stovington, em Vermont, após a violação de contenção no livro é uma das sequências mais assustadoras da obra de Stephen King, já que ele é forçado a viajar às cegas por um ambiente subterrâneo extremamente confuso, basicamente rezando para que um dia veja a luz do sol novamente.

A adaptação de The Stand simplifica isso um pouco, especificamente tirando o aspecto de terror da fuga e colocando o General William Starkey em um papel totalmente novo.

Enquanto a minissérie da CBS o coloca no comando de todas as instalações de Stovington, no romance, Starkey é o general que supervisiona a base onde o Capitão Trips saiu da contenção pela primeira vez, olhando os detalhes nas câmeras de segurança, incluindo um homem que morreu em uma tigela de sopa.

Porém, uma coisa que permanece semelhante entre a série e o livro é que Starkey morre como resultado de um ferimento de bala disparado por ele mesmo.

Fran e Harold vão para Atlanta e não para Stovington

Como mostrado no final do primeiro episódio de The Stand, Stu, Fran e Harold acabam sendo um trio importante dentro da história que se desenrola, mas com base nas evidências apresentadas em “The End”, seu primeiro encontro com cada um outro não será exatamente o mesmo que no livro de Stephen King.

No material de origem, Fran e Harold deixam Ogunquit, indo para as instalações fictícias do CDC em Stovington, Vermont, e é aí que eles encontram Stu. Na minissérie, fica estabelecido que o casal irá para Atlanta, o que significa que eles provavelmente se encontrarão com Stu em circunstâncias diferentes.

Flagg cavalga com Campion

Alexander Skarsgard como o poderoso e sinistro Randall Flagg é certamente um dos aspectos mais esperados da nova minissérie The Stand, mas com a maior parte da produção centrada em protagonistas lutando contra o inimigo invisível, Capitão Trips, não há muito espaço para sua introdução conforme o livro.

Em vez disso, o primeiro episódio opta por ir pelo caminho da provocação, e o faz inserindo o personagem em alguns lugares novos e importantes na história. No livro, Charles D. Campion não tem ideia que consegue sair de sua torre de guarda quando a instalação está fechando, e se concentra mais na oportunidade de estar com sua esposa e filha.

Contudo, a minissérie adiciona uma nova trama, estabelecendo que a porta de seu posto está entreaberta pela bota de Flagg. Ter o vilão aparecendo no banco de trás do carro de Campion depois de aparecer pela primeira vez como um caroneiro é outro detalhe original, mas certamente se encaixa na maneira como as coisas acontecem num todo dentro de The Stand.


Gostou desse conteúdo? Então nos ajude a manter o site vivo entrando para o Odisseia Club. Seja um apoiador da Odisseia e acompanhe tudo sobre filmes, séries, games, músicas e muito mais.

Vilão | Livro de Victoria Schwab mostra que não existem homens bons nesse jogo

Previous article

Vida Após a Morte | Conheça a Série documental da Netflix

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Séries