0

SS-GB: Remomtando a 2ª Guerra entrou como um dos destaques do serviço de streaming do Globoplay e logo chamou a atenção do público pelo seu caráter conflituoso e bastante intrigante.

A série é um thriller bem controverso sobre a virada da Segunda Guerra Mundial e gera muitas discussões a respeito.

Pensando nisso, separamos uma lista com 7 coisas que você precisa saber sobre SS-GB: Remontando a 2ª Guerra.

+++ Em Nome de Deus: Conheça o chocante documentário sobre a vida do médium João de Deus
+++ Conheça a série britânica Beecham House, disponível no Globoplay

1 – SS-GB é uma história alternativa

SS-GB: Remontando a 2ª Guerra se passa, sem dúvidas, no passado, mas não como o conhecemos.

Estamos em 1941, no meio da Segunda Guerra Mundial, mas, diferentemente dos eventos reais, a série que estreia no Globoplay imagina o que teria acontecido caso os nazistas tivessem vencido parte da Guerra contra a Grã-Bretanha e o Reino Unido tivesse sido tomado pelos alemães.

 

2 – Série é baseada em um romance

O livro com o mesmo nome foi escrito por Len Deighton, que também escreveu The IPCRESS File.

Seu romance foi publicado em 1978, e ele esteve envolvido na criação dessa adaptação para a BBC em 2017. A série e o livro possuem apenas uma temporada e edição, respectivamente.

 

3 – SS-GB: Remontando a 2ª Guerra tem um elenco brilhante

Liderando o elenco está Sam Riley, que fez sua estreia como Ian Curtis no filme Joy Division, Control. Na série, ele interpreta o detetive e superintendente Douglas Archer, que precisa investigar um assassinato sob o regime da SS.

Estrelando ao lado de Riley está Kate Bosworth, uma jornalista do Bar York Times, chamada de Barbara Barga, que está no Reino Unido para relatar o que está acontecendo na Guerra.

A SS-GB também tem um ex-Big Brother, só que inglês. Os fãs do reality reconhecerão James Cosmo, que interpreta Harry Woods na produção.

 

ss-gb remontando a 2ª guerra série é destaque no globoplay

4 – A série é bem diferente de O Homem no Castelo Alto

Coincidentemente a BBC e a Amazon Prime anunciaram quase que na mesma época suas adaptações literárias sobre essa situação onde os nazistas ganham a grande guerra.

SS-GB: Remontando a 2ª Guerra foi adaptado da obra escrita por Len Deighton. Já O Homem do Castelo Alto foi uma releitura da obra de Philip K Dick, de mesmo nome.

Enquanto as duas séries vislumbram um resultado diferente para a Segunda Guerra Mundial, eles têm lá suas diferenças – especialmente com o cenário britânico de SS-GB e o fato de que ainda está acontecendo uma guerra por ali.

“Eu faria uma distinção de O homem no Castelo Alto, que é mais ficção científica e menos próximo do que aconteceu”, diz o produtor Robert Wade.

“Já em SS-GB, os britânicos estão vivendo a ocupação alemã. O jogo ainda não acabou. A história está viva – e é isso que é particularmente inteligente nessa história”, completou.

 

5 – A ideia era ser um grande filme

SS-GB foi pensado inicialmente para ser um grande filme de TV. Porém acabou sendo picotado até se transformar em uma minissérie de seis episódios.

“Por ser uma história mais contida, ficou mais fácil mudarmos para a TV “, diz o produtor Neal Purvis. “Nós poderíamos realmente fazer um filme de cinco horas, porque a ideia não era ser uma série. Seria um filme bem mais elegante”, disse.

 

6 – O elenco de SS-GB as imagens nazistas chocantes demais

Conforme relatos da Segunda Guerra, o drama precisava seguir uma veracidade assustadora, por isso SS-GB: Remontando a 2ª Guerra incluía muitas imagens nazistas – especialmente o símbolo da suástica, e situações que de fato ocorreram.

“Ele não perdia a postura”, disse Riley. “Hitler era muito inteligente, muito poderoso, atraente, assustador e bastante dominante.”

Bosworth disse que na maioria dos filmes, você repara a decoração, o figurino, tudo. Mas que na na série, tudo era mais chocante e devastador.

 

7 – Poucas cenas foram gravadas em Londres

Em declarações à NME , a produtora executiva Sally Woodward Gentle disse que o fato de sair um pouco da capital inglesa foi para não aparecer com uma suástica em público sempre que fossem gravar. Isso causaria espanto e problemas nas filmagens na região.

“Não queríamos que nada causasse ofensa porque são imagens realmente malvadas. Não queríamos brincar com isso, e também não queríamos expor ninguém à elas. Quando havia soldados alemães no set, entre as tomadas nós os cobríamos com várias camadas de cobertor para disfarçar as suásticas”, completou a produtora.

SS-GB: Remontando a Segunda Guerra está disponível no Globoplay

Gostou desse conteúdo? Então nos ajude a manter o site vivo entrando para o Odisseia Club. Seja um apoiador da Odisseia e acompanhe tudo sobre filmes, séries, games, músicas e muito mais.

 

Vis a Vis El Oasis | Veja todos os detalhes do spin-off da série na Netflix

Previous article

Novidades da Amazon Prime | O que chega em agosto de 2020 no serviço de streaming

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Especial