0

Aproveitando que Shadow and Bone vai virar série da Netflix, vamos falar um pouco dos livros e do material original.


Hoje vou fazer um post diferente aqui, não sendo uma resenha, vou apresentar o universo criado por Leigh Bardugo, que em breve vai estar na nova série da Netflix, Shadow and Bone.

Antes de me juntar a esse humilde site, já havia lido as duas séries de Bardugo, autora de livros para público adolescente e jovem adulto (também conhecido como livros YA, ou young adult). As duas séries literárias se passam no mesmo universo, que ficou conhecido como GrishaVerso, mostrando personagens em comum.

A Trilogia Grisha (conhecida lá fora como Shadow and Bone Series) e a duologia Six of Crows (em português ficou assim mesmo) estão sendo unidas em uma única série da Netflix, Shadow And Bone, que está prevista para estrear no dia 23 de abril.

Shadow and Bone livros série netflix

Foto: Divulgação

Qual a história de Shadow and Bone?

Nesta fantasia, algumas pessoas nascem com poderes, chamadas de grishas, e sendo capazes de manipular elementos, curar, matar ou manipular metais ou componentes químicos. Em alguns países, essas pessoas são caçadas e mortas. Em outros, feitas de escravas. Mas em Ravka elas são integrantes da elite do exército e parte importante do governo do reino. É neste país que se passa a primeira obra da autora, da série Shadow And Bone.

A série Shadow and Bone é composta por três livros, Sombra e Ossos, Sol e Tormenta e, o terceiro volume, Ruína e Ascensão. Já a duologia de Six of Crows é composta pelos livros Six of Crows – Sangue e Mentiras, e Crooked Kingdom – Vingança e Redenção. Todos foram lançados em português pela editora Gutenberg, mas estão sendo relançados agora pela Planeta Minotauro.


+++ Doutor Sono | Livro de Stephen King é uma excelente evolução do universo da saga

+++ Serial Killers Anatomia do Mal | Entre na mente dos psicopatas


No início de Shadow And Bone somos apresentados a Alina, uma jovem cartógrafa do exército que descobre ter um poder oculto e vê sua vida mudar drasticamente da noite para o dia.

Sim, é um daqueles livros teens. Sim, ela tem um melhor amigo e é secretamente apaixonada por ele. Sim, em algum momento o cara descobre que é apaixonado por ela também. Sim, tem um vilão que dá em cima da garota e tenta manipular ela para fazer parte de seu plano maligno. E sim, tem um alívio cômico que ajuda a não abandonar o livro.

Não só o primeiro livro da trilogia, Sombra e Ossos (Shadow and Bone), é em terceira pessoa, mas todos os outros também. Apesar de seguir apenas a protagonista e não termos o ponto de vista de outros personagens. Porém todo prólogo e epílogo tem uma “quebra” de narrativa interessante e meio poética da parte da autora, que situa o que está acontecendo, e deixa meio fofo.

Todos os livros da série Shadow and Bone vão acompanhando Alina em sua curta, mas eficiente jornada da heroína, desde a inocência com qual todas as protagonistas de livros teens de fantasia parecem ser obrigadas a ter, até se tornar uma mulher capaz de vencer o vilão e defender seus amigos.

Veja o teaser da série inspirada nos livros

O que achamos dos livros de Shadow and Bone?

Infelizmente a série cai em uma enxurrada de clichês que não a deixa ser uma trilogia mais destacada.

Com um casal de protagonistas sem graça, uma plot twist tão óbvio que dá dó, e uma cara de X-men medieval, não tem nada ali que tem um algo a mais. Existem sim coadjuvantes carismáticos que ajudam a dar uma segurada no livro, e a autora mostra já um bom humor que se destacou mais a frente.

Porém o que me chamou a atenção para continuar lendo as obras da autora, foi exatamente esse mundo que ela criou. Eu adoro X-men mesmo, e por ter criado essa diferença de como os grishas são tratados em outros países, fiquei curiosa. Por esses fatores, Shadow and Bone acabou não sendo a obra mais famosa da autora, e já vi que várias pessoas acabam lendo Six of Crows sem passar por essa série.

Não é exatamente obrigatório ler uma antes da outra, apesar de ter personagens de uma aparecendo na outra de vez em quando, não afetam tão diretamente. Mas se ler Six do Crows antes, você terá spoilers. E tente ler Six of Crowns mesmo se não gostar da Trilogia Grisha. Vou explicar porque.

É sensacional!

Foto: Divulgação Netflix

Apesar de ambas as obras se voltarem para o público adolescente, e serem protagonizadas por adolescentes (nada contra, já fui uma, todos passamos por esse período trevoso e ridículo da vida e ficamos rindo depois), a história de Six of Crows é completamente diferente. Entre os acontecimentos finais da Trilogia Grisha e Six of Crows existe uma passagem de tempo de cerca de 2 anos, mas talvez por Six of Crows ser uma obra mais famosa, a Netflix tenha optado por adapta-lá de forma a passar as duas histórias simultaneamente em Shadow and Bone.

Six of Crows é uma história de roubo. Aqui acompanhamos Kaz, um dos principais integrantes da gangue Clube do Corvo, um adolescente esquisito, que corta o cabelo igual o pessoal de Peaky Blinders, usa uma bengala para ajudar a andar, e tem uma mente brilhante para roubos, trapaças e assassinatos. Ele é contratado para realizar um roubo que todos acham ser impossível, e para isso começa a juntar integrantes para a empreitada.

O livro é um misto de comédia e ação do início ao fim. Desde Kaz juntando seus cinco companheiros, até o final, os seis se metem em roubos, sequestros, perseguições, situações de vida ou morte, conflitos pessoais, romances, tiroteios e tudo isso antes do roubo mesmo acontecer.

No segundo volume, a autora traz a história pessoal e trabalha o desenvolvimento de alguns personagens, o que deixa o leitor mais envolvido emocionalmente com eles. É tiro, porrada e bomba, emoção em cada capítulo, sempre deixando um gancho no final que não dá vontade de parar de ler.

Mesmo que na série Shadow and Bone a autora já tenha nos apresentado a alguns personagens com representatividade LGBT+, em Six of Crows ela apresenta muitos mais e de forma tão natural, que todos são bem inseridos ali, não só para mostrar que tem representatividade. Não só temos personagens LGBT+, mas também em relação a diferentes grupos étnicos e empoderamento feminino.

Foto: Divulgação Netflix

Vale a pena ler os livros e ver a série Shadow and Bone?

Apesar dos 2 anos de diferença entre as séries literárias, espero que a Netflix tenha um bom plano para estar juntando as duas. Bardugo ainda segue escrevendo sobre o Grishverso, já tendo voltado nele com o livro King of Scars (2019), tendo personagens que apareceram em ambas também. Espero que a série Shadow and Bone consiga adaptar muito bem a união dessas séries literárias sem deixar cair a qualidade ou ficar confuso.

A linha Minotauro da editora Planeta  está lançando uma nova capa, para a divulgação da série, que está em pré-venda e você pode garantir o seu aqui. Você também encontra todos os outros livros da autora aqui. E, caso você seja usuário do Kindle Unlimited, pode alugar o ebook do primeiro livro de Six Of Crows para testar o que acha da série.


Veja o teaser da série

Livia Salzani

Comments

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Livros e HQs