2

Vilão é um prato cheio para fãs de livros de ação

  • Título: Vilão
  • Autora: Victoria E. Schwab
  • Páginas: 394
  • Editora: Record
  • Ano: 2019
  • Gênero: Fantasia? Fantasia urbana? Ficção científica leve? Não se prenda!

— Ninguém vai te machucar. Você sabe por quê? […] Porque eu vou machucá-los primeiro.

Vilão é um livro ao mesmo tempo contraditório, simples e complexo. Contraditório pois tem alguns erros na sua concepção que não dá pra deixar passar, ao mesmo tempo que a leitura prende a atenção. Simples pois ele tem um plot bem básico, onde duas pessoas entram naqueles conflitos em que só uma pode sair vitoriosa no final. Complexo porque VOCÊ, sim caro leitor, VOCÊ, vai cometer o erro de querer torcer pra algum deles. E ambos são podres.

O título não poderia ser outro. Passei a leitura buscando o herói, mas não tem. Então, não quero te enganar, só te avisar. Porque eu sabia disso antes de ler, mas mesmo assim eu queria criar empatia por algum dos dois, mas foi impossível. Foi escolher o “menos pior” pra dar uma torcidinha. Por que só tem Vilão.

Mas esses termos que as pessoas usavam — humanos, monstros, heróis, vilões —, para Victor, não passavam de uma questão de semântica. Alguém poderia muito bem se dizer um herói e mesmo assim sair por aí matando dezenas de pessoas. Outro poderia ser rotulado de vilão por tentar impedi-lo.

Vilão é o livro de victoria schwab

Foto: Reprodução Editora Record

Sobre o livro Vilão de Victoria Schwab

Em um mundo fictício, dois estudantes de medicina decidem investigar como criar pessoas  ExtraOrdinárias, ou EO’s. Após muita investigação decidem, então, aplicar o método em si mesmos, porém algo sai errado e os amigos se tornam inimigos mortais.

Vilão tem uma narrativa que alterna presente e passado, além do ponto de vista de vários personagens, sendo escrito em terceira pessoa. Começando no presente e mostrando aos poucos como a história começou, o recurso é extremamente instigante para se entender o que está acontecendo e como essa treta se formou.

Apesar dos personagens principais não serem muito carismáticos, alguns coadjuvantes são, e me peguei na torcida apenas para que pelo menos essas pessoas se mantenham vivas e bem. A interação entre eles não é muito bem desenvolvida, por ser uma história muito rápida. A suposta amizade que havia entre os protagonistas de Vilão também não convence muito, parecem mais pessoas que viam, uma na outra, uma genialidade a ser explorada e aproveitada, ao invés de ter um envolvimento por simples e pura amizade. E talvez seja isso mesmo o que a autora quis passar.

Muitos humanos eram monstros, e muitos monstros sabiam fingir humanidade.

Vilão não parece ter absolutamente nenhuma pretensão de mostrar esses dois como pessoas que em algum momento da vida foram empáticas ou carismáticas para com os outros. Quem procura encontrar isso é VOCÊ. Eu sei, porque EU procurei. Tentei me enganar, mas não deu.

Como falei no início dessa resenha, o livro apresenta algumas falhas. Não convence na explicação de como se cria os EO’s, nem em como eles são investigados e encontrados, qual o interesse da ciência ou do governo neles. Se você é fã de rótulos, também não dá pra definir bem se o livro é uma fantasia ou ficção científica leve. Essas falhas em Vilão também se apresentam em outra série da autora, a duologia  A Melodia Feroz e O Dueto Sombrio. Mas também tem as mesmas qualidades, caso você já tenha lido.

Foto: Reprodução Editora Record

Mas por que ler Vilão?

Desde o início, no primeiro capítulo, a autora te prende em perguntas como “por que eles estão ali? por que estão fazendo isso? por que esse cara quer vingança?” e outras. São perguntas que vão sendo respondidas ao longo da leitura, principalmente quando se intercala com os capítulos do passado. Como falei, é uma forma de narrativa que instiga muito a curiosidade e prende a leitura. Tudo em Vilão vai se desenvolvendo muito rápido, de modo que nem se vê o tempo passar enquanto se lê.

Assim, apesar das falhas, o ritmo do livro e a curiosidade que a autora instiga logo de cara, prendem o leitor nesse jogo de gato e outro gato. Não só queremos saber o final, mas como vai ser, o que vai acontecer, quem vai sobreviver. Vilão é um prato cheio para fãs de livros de ação.

Não existem homens bons nesse jogo

Gostou do livro? Você pode estar adquirindo o livro físico ou digital aqui.

Aqui é a Liv do Resenhas Caóticas, e se você quer acompanhar mais as minhas leituras, me siga no Instagram @ResenhasCaoticas. Obrigada e até a próxima.
Gostou desse conteúdo? Então nos ajude a manter o site vivo entrando para o Odisseia Club. Seja um apoiador da Odisseia e acompanhe tudo sobre filmes, séries, games, músicas e muito mais.

Livia Salzani

You may also like

2 Comments

  1. É a primeira resenha que FINALMENTE me esclarece o enredo de forma direta e me deixa mais aguçada pra ler, o que não será se imediato, hahaha, mas logo mais. Muito bom Livs, parabéns pelo texto! Inclusive, um das melhores quotes desse universo literário: muitos homens eram monstros, segue…

    1. Muito obrigada Cah!

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *