0

Q Into the Storm vai tentar entende o que se passa no QAnon

Veja mais detalhes do documentário que estreia no HBO e HBO GO


Q Into the Storm é um documentário em seis episódios, que indaga e relata o que está por trás do fenômeno QAnon, e estreia no domingo, 21 de março, às 23h, com dois episódios consecutivos na HBO e na HBO GO.

Foto: Reprodução

Sobre o que é Q Into the Storm?

Q Into the Storm mostrará três anos de pesquisas internacionais que revelam a evolução deste fenômeno em tempo real. Através de um único acesso e sem precedentes à figura-chave por trás do personagem anônimo conhecido apenas como “Q”, o documentário exibirá como este usa teorias de conspiração e guerras de informação para operar na internet, atacar políticos e manipular o pensamento das pessoas.

Os seis episódios também analisam a influência do QAnon na cultura norte-americana e questionam as consequências da liberdade de expressão sem limites que permeiam os espaços mais obscuros da internet.


+++ Doutor Sono: Livro de Stephen King é uma excelente evolução do universo da saga

+++Tom e Jerry: Diversão abafada pelo clichê

Veja o trailer

O que é QAnon?

QAnon, é conhecido como um movimento conspiratório da extrema direita dos Estados Unidos, que visa o apoio completo e absoluto à qualquer medida do então presidente americano, Donald Trump.

Segundo os líderes do QAnon, Trump é um herói de uma batalha contra grupos satânicos, mas para o FBI, todos são considerados uma ameaça em potencial de terrorismo interno.

Durante o período da campanha eleitoral para a presidência dos Estados Unidos, membros mais fervorosos desse movimento QAnon deram mais as caras, mas geralmente são usuários anônimos das redes sociais que visaram em um ator político uma chance de serem representados.

Basicamente o QAnon é uma teoria ampla e completamente infundada que diz que o presidente Trump está travando uma guerra secreta contra os pedófilos adoradores de Satanás do alto escalão do governo, do mundo empresarial e da imprensa, de acordo com o G1

Foto: Reprodução

Como começou o QAnon?

Q Into the Storm também vai às raízes da origem do movimento, que começou lá em outubro de 2017, quando um usuário anônimo fez uma série de postagens na rede social 4chan. Tal usuário assinou as postagens como “Q” e afirmava possuir um grau de aprovação dentro da segurança dos Estados Unidos, chamado de “Autorização Q”.

Essas mensagens ficaram conhecidas na época como “Breadcrumbs” ou  “Q Drops” e muitas vezes eram escritas com uma linguagem de difícil compreensão, recheada de slogans, frases prontas e apoio incondicional ao então presidente Donald Trump.

Essas teorias ganharam milhares de fãs rapidamente e o tráfego sobre o assunto disparou em outras redes sociais, como Facebook, Twitter, Reddit e Youtube. Desde 2017 os dados de pesquisas relacionadas dispararam, como mostra no trailer de Q Into the Storm.

As empresas de mídias sociais começaram a enrijecer o combate à essas postagem, atualizando suas regras de uso e citando explicitamente o conteúdo do QAnon, retirando então centenas de perfis que apoiavam tal teoria.

Redes sociais e pesquisas de opinião mostram que há pelo menos centenas de milhares, senão milhões, de pessoas que acreditam em pelo menos algumas das teorias bizarras apresentadas pelo QAnon.

Os apoiadores do QAnon alegam que a investigação de Mueller sobre a interferência russa nas eleições de 2016 nos EUA foi na verdade um acobertamento elaborado sobre uma investigação sobre pedófilos. Quando terminou sem nenhuma revelação bombástica, a atenção dos teóricos da conspiração se voltou para outro lugar.

Foto: Reprodução

Quem está em Q Into the Storm?

A série contará com entrevistas exclusivas de várias pessoas que têm monitorado de perto o movimento “QAnon”. Desde Q-tubers a jornalistas, o documentário contará com todos os membros importantes do movimento desde o seu início em 2017.

Criadores

O projeto de Q Into the Storm está foi escrito e dirigido por Cullen Hoback. Ele é conhecido por fazer documentários como ‘Monster Camp’, ‘Termos e Condições podem ser aplicáveis’ e ‘What Lies Upstream’.

O cineasta e vencedor do Oscar, Adam McKay, produzirá o doc, junto com Todd Schulman e Alina Solodnikova. Enquanto isso, Cristine Dewey, Annie Roney, Peter Baxter, John Ramos e David Diliberto são os produtores do programa.

q into the storm vai investigar o começo e os atos do grupo qanon

Foto: Reprodução

Q Into the Storm vai abordar o ataque ao Capitólio Americano

Essa máquina trumpista de paranoias conspiratórias fabricou rebuscadas teorias para tentar atribuir o ataque ao Capitólio à extrema esquerda ou a ativistas do Black Lives Matter camuflados de direitistas.

Conforme dito no El Pais, o próprio presidente afirmou que suas palavras inflamando os manifestantes foram “totalmente apropriadas”. Mas os democratas contam com poderosos aliados em sua tese de que o presidente incitou à insurreição: os próprios invasores.

No relatório elaborado pelo Comitê de Justiça da Câmara para embasar o impeachment de Trump, que posteriormente foi rejeitado pelo Senado, destaca-se que numerosos manifestantes consideravam que estavam obedecendo às ordens do presidente quando invadiram o Capitólio.

Nele, citam especificamente Derrick Evans, deputado estadual da Virgínia Ocidental até ser detido pelo ataque ao Congresso, que no próprio dia 6 de janeiro escreveu em suas redes sociais que havia viajado a Washington a impedir o suposto roubo da eleição, “em resposta a um tuíte do presidente”. O relatório menciona também Chansley, que declarou à polícia que vinha “como parte de um esforço grupal a pedido do presidente”.

Onde Q Into the Storm vai chegar dentro disso tudo? Só assistindo para sabermos.


Dia do Sim | Todo destaque de Jennifer Garner em novo filme da Netflix

Previous article

Dia do Sim | 15 curiosidades do filme com Jennifer Garner na Netflix

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Séries