AODISSEIA
NEWS

Por que a cena de abertura de Moana é tão sublime?

O horizonte me pede pra ir tão longe. Será que eu voooou?

9 de Março de 2018 - 21:19 - felipehoffmann

Quando assistimos a cena de abertura de Moana, nos derretemos em doçura. Ela é tão cuti cuti, que como diria Agnes, “dá vontade de morrer!” Mas tem muito mais detalhes nela, que só percebemos quando paramos para ler o roteiro do filme.


Leia Mais

Leia nossa crítica de Moana: Um Mar de Aventuras


O mais recente da série de vídeos “Script to Screen” da Disney (todos eles foram fantásticos), mostra um pouco mais da animação musical de 2016. Ele aborda alguns momentos do roteiro de Jared Bush, nos mostrando uma pequena Moana enquanto toma uma decisão crucial. O design adorável da garotinha também aumenta o leve perigo em que ela está envolvida.

 

Existe ali uma ameaça de afogamento, apesar de não ser declarada em nenhum momento. Quando Baby Moana se aproxima do mar, percebemos naturalmente essa possibilidade. Fica clara sua cruel dúvida entre pegar a linda concha na água ou ajudar a tartaruguinha a ir para o mar e fugir dos pássaros famintos. Quando a história se desenrola e a magia é revelada, o pai aparece e expõe sua preocupação, levando-a de volta à Aldeia.

O que acontece nesse prólogo é basicamente um microcosmo de tensões que vão acontecer no restante do filme. E isso é muito f*da.

O desejo de Moana é atender o chamado do mar. Seu pai tenta protege-la de várias formas. Ela precisa fazer escolhas e sacrifícios para chegar onde quer chegar. Ver tudo isso em forma de script faz com que percebamos quanto trabalho é feito para conduzir esses elementos temáticos até seu desfecho.