james gunn
2

O melhor painel da história da CCXP!


O sábado é o dia mais concorrido de quase todas as Comic Cons do mundo e aqui não poderia ser diferente. As filas lotaram muito cedo por pessoas que queriam ver Evanna Lynch, David Wenham, Moana, Carlos Villagrán, Rogue One e James Gunn. Foram treze horas de espera até o diretor de Guardiões da Galáxia entrar e mostrar (em nome da Marvel Studios) que um painel não precisa falar de todos os lançamentos de 2017 para ser épico.

As 3500 pessoas presentes madrugaram e fizeram o chão do Auditório Cinemark tremer quando James entrou com seu celular em mãos. O resultado dessa entrada pode ser conferido na página da Marvel no Facebook, mas isso não passava de um aquecimento para quem estava ali. Só na entrevista conduzida por Érico Borgo, o diretor comentou sobre todos os personagens novos, a parceria quase eterna com Michael Rooker (o Yondu) e o processo enfrentado para colocar piadas sujas em filmes distribuídos pela Disney.

marvel-james-gunn-ccxp-odisseia

Ainda na primeira parte do painel, ele já exibiu dois vídeos exclusivos que só tinham sido vistos na San Diego Comic Con. O primeiro é um trailer com aproximadamente três minutos que mostra muita coisa da continuação, incluindo as primeiras aparições de Ego (Kurt Russell), se apresentando com pai de Peter Quill, e de Sylvester Stallone brigando justamente com o Planeta Vivo. James revelou que Sly faz um personagem cósmico muito importante e sua relação com um personagem que cria outros planetas já liga meu radar de teorias nerds. Será que Stallone pode fazer parte da grande reviravolta do filme como Adam Warlock?

O segundo vídeo revelou uma cena completa em que Yondu, Rocket e Baby Groot (mais fofo do que nunca) fogem de uma prisão dos Ravengers, os antigos parceiros do primeiro. Tem um pouquinho de bullyng, muita comédia com nossa árvore favorita tentando encontrar uma forma de abrir a cela e uma sequência de ação de tirar o fôlego onde Yondu mata todo mundo com sua flecha voadora. A saída deles do local é seguida pela trilha sonora épica e um plano de corredor parecida com a primeira reunião do grupo no filme original.

Isso já teria sido o suficiente, mas o painel ainda não tinha acabado. Eles exibiram o primeiro trailer novamente, o auditório cantou Hooked on a Feeling em coro, James Gunn falou que essa já era sua Comic Con favorita de todos os tempos e, por fim, anunciou que nós seriamos as primeiras pessoas no mundo a ver o segundo trailer. Não consigo descrever, mas é fácil imaginar a reação da galera.

O final, logicamente, foi tão ensurdecedor quanto o início. James Gunn estava visivelmente emocionado, deixou claro que essa era a maior recompensa que ele poderia receber e ainda permitiu mais uma exibição do trailer na tela grande. Um painel incrível e inesquecível que renovou nossas expectativas para o domingo (que ainda vai ser assunto no site) e valeu tudo o que a gente passou no evento. Muito obrigado CCXP, Marvel e James Gunn por esse momento realmente épico!

Flavio Pizzol
Nascido em uma galáxia muito distante, sou o construtor original dessa nave. Aquele que chegou aqui quando tudo era mato. Além disso, nas horas vagas, publicitário, crítico de cinema, aprendiz de escritor e músico de fundo de quintal. PS: Não sabe trocar a sua imagem do perfil...

Odisseia na CCXP – Painel da Fox

Previous article

Odisseia na CCXP – Netflix balança auditório

Next article

You may also like

2 Comments

  1. […] Pictures, o principal distribuidor independente do país aqueceu a galera para a chegada de James Gunn com boas participações do elenco de Power Rangers e Como se Tornar o Pior Aluno da […]

  2. […] com o amor e a receptividade dos brasileiros. São aqueles olhares sinceros que revelam que James Gunn realmente saiu daqui apaixonado pela CCXP, que o elenco de Power Rangers estava se divertindo pra […]

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Especial