0

Utilizando-se do amor ao som e da ausência dele, “O Som do Silêncio” tenta resgatar nossa sintonia com um mundo cada vez mais caótico


A premissa do novo filme da Amazon Prime Video atrai por si só. Mais ainda, pelo fato da produção ser uma das cotadas para estar no Oscar 2021, no quesito atuação. Mas se prepare: “O Som do Silêncio” não é o filme que você está esperando.

O longa conta a história de Ruben, um ex-viciado e baterista de uma banda punk-metal que começa a sofrer uma perda de audição intermitente. Quando um especialista diz que sua condição irá piorar, ele acredita que sua carreira musical – e sua vida – chegaram ao fim.

Sua namorada e colega de banda Lou (Olivia Cooke), coloca Ruben em uma casa para pessoas surdas para que ele comece a se adaptar a sua nova situação. Mas depois de ser bem recebido pela comunidade que o aceita como ele é, Ruben tem de escolher entre este equilíbrio ou sua vontade de recuperar a vida que tinha.

+++ CRÍTICA: Amizade Maldita | Um bom uso de jumpscares
+++ Conheça o “Eu Não Acredito em Nada”, o podcast de terror da Odisseia
o som do silêncio

O Som do Silêncio // Foto: Divulgação

A primeira impressão é que se trata de um filme de superação qualquer, onde o protagonista comerá o pão que o diabo amassou, e vai se reerguer. Ledo engano. ‘O Som do Silêncio’ se trata de uma produção totalmente imersiva. O Ruben de Riz Ahmed se entrega, é impulsivo, apaixonado pela música, e ao mesmo tempo viciado em sua rotina insana.

Cinema é audiovisual, e na maioria das vezes, ligamos apenas para a segunda parte dessa palavra. Em seu primeiro longa, Darius Marder é corajoso o suficiente para brincar com a nossa percepção sonora. Ele não recorre a maneirismos baratos com som abafado, ou uma lenta degradação de seu protagonista. A perda é total. Silêncio absoluto. O suficiente para deixar qualquer um louco.

O Som do Silêncio // Foto: Divulgação

A luta de Ruben tem duas frentes. Ele praticamente precisa descer do seu pedestal e aprende a ser uma nova pessoa. Para viver como um deficiente auditivo, ele precisa abdicar de alguns anseios, principalmente na música, ao mesmo tempo em que enfrenta seu orgulho. Marder obtém sucesso ao externalizar toda a loucura que se sucede. É irônico que Ruben aprenda a se tornar um bom ouvinte, só depois de perder a audição.

“O Som do Silêncio” é nada mais nada menos do que a jornada de um homem para conhecer a si mesmo, e entrar em sintonia com um mundo que parece rejeitá-lo. Em nenhum momento entra no melodrama e exalta as desgraças da vida, mas valoriza a objetividade em detrimento da emoção. Apenas fala sobre seguir em frente, mesmo que tenha que  se readequar para não viver uma ilusão.


“o som do silêncio” está disponível na amazon prime video

Gostou desse conteúdo? Então nos ajude a manter o site vivo entrando para o Odisseia Club. Seja um apoiador da Odisseia e acompanhe tudo sobre filmes, séries, games, músicas e muito mais.

product-image

O Som do Silêncio

10

Tiago Cinéfilo
Estudante de Comunicação e editor deste site. Criador, podcaster e editor do "Eu Não Acredito em Nada", o podcast de terror da Odisseia.

Mulan | O típico live action da Disney

Previous article

Reis de Joanesburgo | Do que se trata a série da Netflix?

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Filmes