0

O Destino de Júpiter é recheado de referências a outros filmes. Conseguiu pegar todos?

Quais as referências de O Destino de Júpiter:

  • Brazil
  • A Primeira Noite de um Homem
  • Blader Runner
  • Star Wars: A Vingança dos Sith
  • Thor
  • Godzilla e Matrix
  • No Mundo de 2020
  • Jornada nas Estrelas
  • De Volta Para o Futuro: Parte II
  • Todos os Filmes em que Sean Bean morre

As críticas relacionadas a O Destino de Júpiter, uma das últimas obras das irmãs Wachowski, foram bastante divergentes e misturadas. Alguns comentários apontam que o filme não faz muito sentido e é carregado de clichês pra lá de convenientes. Outros elogiam bastante a obra, como uma percepção diferente da sociedade e uma forma de escapismo dos blockbusters que cercam

Fato é que O Destino de Júpiter tem sim suas falhas, mas, como uma ópera espacial, o filme é surpreendentemente divertido e muito bonito.

As Irmãs Wachowski adoram colocar easter eggs e referências em suas obras e o filme está repleto delas, num conjunto de diferentes filmes que influenciaram as diretoras durante sua concepção e produção. Acha que sacou todos eles? Aqui estão 10 referências que você não percebeu em O Destino de Júpiter

+++ Uma Manhã Gloriosa, com Harrison Ford, melhora com o tempo?
+++ 20 fatos com o filme de Sandra Bullock, Especialista em Crise

10 referências para ver no filme O Destino de Júpiter das irmãs Wachowski

Brazil

No meio de O Destino de Júpiter, uma das homenagens mais evidentes do filme se desenrola quando Jupiter Jones, vivido por Mila Kunis, e Caine Wise, interpretado por Channing Tatum, são forçados a passar por uma série de burocracias muito frustrantes que transformam o filme em uma homenagem completa ao clássico cult de 1985, Brazil, que apesar do nome, pouco tem a ver com o próprio Brasil.

E no caso as referências não fiquem ainda mais gritantes, as irmãs Wachowski decidiram colocar diretor do filme, Terry Gilliam, no final da cena. E, assim como o filme em si, tudo é óbvio, exagerado, quase extravagante, mas você ainda não consegue deixar de rir quando percebe a situação.

 

A Primeira Noite de Um Homem

À beira de trocar os votos com Titus Abrasax, vivido por Douglas Booth, dentro de uma nave espacial que é basicamente uma mistura da Mansão Playboy com uma catedral gótica, Júpiter Jones é a noiva mais infeliz do cinema desde Elaine Robinson em A Primeira Noite de Um Home.

Para impedir as núpcias, Caine, com uma outra espaçonave, rompe as paredes góticas da nave, da mesma forma que Braddock bateu no vidro do carro e gritou o nome de Elaine. É tenso e de parar o coração, mas ao mesmo tempo é bem romântico.

 

Blade Runner

O ponto culminante de O Destino de Júpiter é quando Júpiter Jones enfrenta Balem (Eddie Redmayne) no meio de uma nave espacial explodindo em pedaços. Entre os destroços e chamas, está um horizonte urbano feito de concreto e aço, combinando com um céu cheio de fumaça e feixes de LEDs reluzentes e muito deprimentes. Tudo o que se cria ali é imediatamente uma atmosfera semelhante ao clássico Blade Runner de Ridley Scott de 1982.

 

Star Wars: Vingança dos Sith

A perigosa batalha entre Balem e Júpiter ocorre quando as explosões abalam todas as estruturas e o planeta abaixo deles começa a implodir em lava, o que faz uma das referências mais diretas à luta estrondosa de Obi-Wan Kenobi e Anakin Skywalker no vulcão ao final de Star Wars: A Vingança do Sith.

Mas essa não é a única passada na amada franquia de George Lucas em O Destino de Júpiter. As batalhas espaciais são uma reminiscência dos Sith, enquanto Júpiter veste uma roupa que parece ter saído direto do guarda-roupa da Rainha Amidala. A trama banal também é semelhante aos prequels de Star Wars, mas aí já são outros quinhentos.

 

Thor

Não são apenas as irmãs Wachowski que mostram suas influências em O Destino de Júpiter. Os atores também tinham liberdade para improvisar como quisessem em seus papéis, e ninguém faz isso mais do que Eddie Redmayne como Balem Abrasax. Há um tom de Gary Oldman em sua atuação, mas, para ser honesto, lembramos mais de outro ator britânico que conquistou Hollywood: Tom Hiddleston como Loki em Thor e Vingadores . Até mesmo na imagem acima, ele se parece com o príncipe Asgard, enquanto o interior de seu navio também se parece com o castelo da cidade.

Embora possa não ser digno de um Oscar, a atuação de Redmayne é bastante exagerada e extremamente agradável de ver durante o filme

 

Godzilla e Matrix

Channing Tatum lutando de igual para igual com um bebê Godzilla? Suprassumo de referências das irmãs Wachowski e tudo melhora quando elas resolvem usar o tão comentando efeito de tempo de bala em Matrix, no meio de uma das principais lutas de O Destino de Júpiter.

 

No Mundo de 2020

O principal vilão de O Destino de Júpiter, Balem Abrasax vivido por Eddie Redmayne, é considerado o grande antagonista do filme porque ele quer a Terra toda para si para poder escravizar sua população. Esse sub-enredo é mais do que semelhante à narrativa do clássico No Mundo de 2020, um longa de  ficção científica de 1973, que se passa em uma Terra distópica onde a população sobrevive com alimentos processados ​​conhecidos como soylent green.

No entanto, a decisão de Balem de matar a raça humana não é por comida – e sim para que eles possam ser transformados em um produto de beleza que o tornará eternamente jovem. Basicamente, as irmãs Wachowski estão tentando dizer ao mundo que somos muito vaidosos.

 

Jornada nas Estrelas

Das orelhas pontudas de Spock de Channing Tatum à postura intransponível do personagem sobre Júpiter Jones, sem mencionar o fato de que Wise também é de origem albina. Existem inúmeras semelhanças entre Caine Wise e o popular clássico nerd, Star Trek.

Mas não são apenas várias homenagens à antiga série Star Trek que O Destino de Júpiter possui. Ele também apresenta o visual elegante, ritmo mais acelerado e humor moderno que JJ Abrams usou para revigorar a franquia Star Trek em 2009 também.

 

De Volta Para o Futuro: Parte II

Desde que Marty McFly fez com que Griff Tannen e sua turma batessem com o carro no início de De Volta Para o Futuro: Parte II, voar com objetos diferentes ficou muito mais legal.

Caine Wise pode não estar usando uma prancha feita pela Matel, mas seus shoeshover não são tão ruins assim. Ele usa esses tênis voadores para salvar Mila Kunis antes que ela caia de um prédio de 110 andares.

Pra finalizar a cena, só se Johnny B Goode estivesse tocando ao fundo. Aí seria o ápice de O Destino de Júpiter.

 

Todos os filmes em que Sean Bean morre

Essa é daquelas referências não são escritas no roteiro das irmãs Wachowski, ou mesmo com a iconografia de O Destino de Júpiter. Essa pequena referência foi escondida no meio do diálogo do filme. Como o Stringe, interpretado por Sean Bean sobreviveu a todo o filme, embora parecesse estar destinado a morrer em várias ocasiões, uma piada interna é feita de que seu personagem conseguiu “sobreviver”.

Só esclarecendo, Sean Bean morre em praticamente todos os filmes que ele participa. Passou ileso dessa.


O Destino de Júpiter será exibido na Globo neste domingo

Caso tenha perdido o filme exibido na Globo, O Destino de Júpiter está disponível na Netflix.

Com informações do site CinemaBlend

 

Ver essa foto no Instagram

 

C3PO e R2D2 comentando sobre 2020 😅😅 . #c3po #r2d2 #starwars #tatooine #quarentena

Uma publicação compartilhada por A Odisseia – Cultura Pop (@aodisseia) em

Gostou desse conteúdo? Então nos ajude a manter o site vivo entrando para o Odisseia Club. Seja um apoiador da Odisseia e acompanhe tudo sobre filmes, séries, games, músicas e muito mais.

22 Filmes para o Dia do Irmão

Previous article

3 Dias Para Matar | Conheça o filme de ação com Amber Heard e Kevin Costner

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Filmes