nada será como antes
0

“Você quer uma casa, ou um caso?”


Há algum tempo, Nada Será Como Antes já vinha focando mais em seus personagens do que na história da TV em si, já neste episódio, voltamos a ter uma trama paralela e igualmente importante tanto para a TV em si, e para aqueles que fazem a história acontecer.

Depois de ver duas das maiores paixões nacionais sendo transmitidas nacionalmente, a novela e o carnaval, faltava uma que está no coração de todos os brasileiros, o futebol. A luta para transmitir o mais rápido possível os gols da Copa do Mundo de 1958, a primeira do Rei Pelé, e os desafios de conseguir passar tudo antes dos concorrentes.

veronica-pericles

Com isso sabemos que 14 anos se passaram desde o início da minissérie (olha o tempo de novo) e 2 anos desde o início da TV Guanabara, que continua a mostrar a arte do improviso, transmitindo o jogo inteiro, muito tempo depois como se não soubessem o resultado, Brasil campeão do mundo.

Claro que tudo isso tem início com um atrito entre Verônica (Débora Falabella) e Saulo (Murilo Benício), por conta de Laura (Greta Antoine), algo que já está de certa forma ficando saturado, pois a cada semana a chance de reconciliação é quebrada por alguma besteira de um deles. Com isso Verônica acaba se envolvendo com Péricles (Fabrício Boliveira) e gerando a frase título deste post, pois procura um lugar pra ficar.

Péricles rende uma das cenas mais belas, em uma sequência onde cita Shakespeare, mas o fato de ser um negro fazendo o papel de um escravo na TV, faz com que Aristides (Bruno Garcia) não o dê a chance de mostrar seu talento, algo que promete ser bastante explorado nos próximos capítulos.

5451505_x216

A relação Beatriz (Bruna Marquezine) e Odete (Cássia Kiss) mais uma vez dá as caras, e mais uma vez emociona, é sempre um prazer ver Bruna e Cássia contracenando juntas e aqui não é diferente. Desde o olhar simples, até a vergonha de dizer que é a mãe simples de uma estrela, gerando uma cena de desconforto, acabam se tornando peça chave no roteiro de Guel Arraes (O Auto da Compadecida), Jorge Furtado (Os Normais – O Filme) e João Falcão (A Máquina).

Há 5 episódios do seu fim, Nada Será Como Antes caminha para um fim satisfatório e que pode até ser surpreendente, já que somos brindados com belas surpresas a cada semana.

 

Tiago Cinéfilo
Estudante de Comunicação e editor deste site. Criador, podcaster e editor do "Eu Não Acredito em Nada", o podcast de terror da Odisseia.

Nada Será Como Antes – 6º Episódio

Previous article

American Horror Story – Roanoke

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Séries