PodcastsMontagem Paralela

MONTAGEM PARALELA 022 | A culpa é dos algoritmos

0

Você pode não saber, mas literalmente tudo é controlado pelos algoritmos da Netflix.

Chegou a hora discutir sobre os algoritmos da Netflix e suas táticas de produção.


Assine no iTunes Ouça no Spotify | Ouça no Deezer | Ouça no Google Podcasts | Assine nosso feed  |  Baixe o cast

Lá no fundo, a gente ama a Netflix. Isso é fato!

Mas não podemos negar que algumas características do nosso querido serviço de streaming merecem ser discutidas a fundo. Começando justamente pela base do sistema: os tão comentados algoritmos.

Você sabe como eles funcionam e influenciam a sua experiência?

A foto que você escolhe para representar seu perfil, o horário que assiste os conteúdos, os gêneros favoritos… Graças a esse tal de algoritmo, toda e qualquer informação ligada às suas decisões no aplicativo é analisada e transformada em informações que guiam as decisões da Netflix.

As consequências do uso dessa ferramenta podem ser analisadas por diversos ângulos. Empresarialmente, por exemplo, a Netflix se aproveita dessas informações para manter o espectador no seu mundo e crescer cada dia mais. Artisticamente, por outro lado, cria uma bolha alimentada por produtos genéricos e iguais, destruindo toda a diversidade proporcionada pela linguagem audiovisual.

Para conversar sobre isso tudo, nós convidamos a Laysa Zanetti. Ela é uma jornalista especializada em streamings que muito para adicionar nesse papo que envolve publicidade, economia, cinema, televisão, tecnologia e popularidade.

Logo, se você quer saber mais sobre os bastidores digitais da Netflix, não perca tempo: fique em casa (se puder, é claro), aperte o play e participe dessa conversa incrível.

Como diria o Tiago, cuidado para não ficar enojado…


PERGUNTinha EXTRA:
Como os algoritmos da Netflix influenciam sua Experiência?

OBS 1: Os temas mudam, mas a Cinemateca Brasileira continua passando dificuldades. Por isso confira o link do crowdfunding emergencial organizado pelos funcionários. Abra, leia e ajude com alguma doação ou divulgação.

OBS 2: A CineSala, um cinema de rua muito importante de São Paulo, também está precisando de ajuda para realizar reformas e se adequar as normas sanitárias. Confira aqui a campanha que eles estão fazendo!

OBS 3: A entrevista com o Diego foi gravada via Zoom. Ou seja, não quebramos nenhuma regra da quarentena.

OBS 4: Quer falar mais sobre criatividade? Quer participar dos podcasts com ideias e perguntas? Procure aodisseia.com no Telegram ou clique aqui, e converse com a gente!


Quem participou desse Montagem Paralela:

Flávio Pizzol | Instagram: @f.pizzol | Twitter: @pizzolguto | Letterboxd

Laysa Zanetti | Twitter: @laysazanetti


Conteúdos relacionados em A Odisseia:

Confira a crítica de I Know This Much is True
Se liga na crítica de O Legado de Júpiter…
Nos textos sobre Master of None…
No Podseia de La Casa de Papel…
E nesse Dropseia sobre Stranger Things
Confira nossa cobertura da Mostra de São Paulo 2020
Podcast sobre a Mostra de São Paulo com o Diego Quaglia
O Montagem Paralela sobre crítica tem muito a ver com esse episódio
Eu Não Acredito em Nada sobre o Wes Craven
– Podseia 50, uma edição mais do que especial
Confira o Montagem Paralela sobre Cinema Brasileiro
Confira esse episódio otimista sobre o cinema pós-corona 
Se liga esse episódio de quarentena com o Afonso Padilha

Conteúdos relacionados a Laysa Zanetti:

Assine a Newsletter sobre a famigerada guerra dos streamings

Crítica da Laysa para I Know This Much is True


Alguns outros conteúdos citados (ou não) durante esse episódio do Montagem Paralela:

Texto da Forbes que fala sobre o uso dos algoritmos em House of Cards

Trilha sonora original criada por Vitor Glopes:

Instagram: @prodvt | Twitter: @vtbeatz | Spotify

Confira “Try“, o incrível novo EP dele, nesse link.


CONHEÇA A ODISSEIA CLUB  – Nosso Clube de Assinatura

Esses são os apoiadores que ajudam a manter nosso site de pé:

Obrigado a todos vocês <3 
A Odisseia
Viaje pela cultura pop

    Comments

    Leave a reply

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *