AODISSEIA
Livros e HQ's

Livros e HQ’s: Quarto


16 de maio de 2016 - 11:00 - Flávio Pizzol

Mais uma ótima adaptação pra minha lista


QuartoO ano passa e a minha saga de leitura continua girando em torno de HQ’s e livros que foram adaptados para o cinema recentemente. Escrito por Emma Donoghue, o novo alvo foi o livro que deu origem a O Quarto de Jack e é muito bom poder dizer que, mesmo com várias diferenças em relação ao filme, temos uma ótima adaptação e um livro melhor ainda.

Denominado apenas Quarto, o livro segue exatamente a premissa e os principais acontecimentos vistos no filme, onde acompanhamos a rotina e os dramas do encarceramento de Jack e sua Mãe até as mudanças repentinas que seguem a fuga heroica da dupla. No entanto, esse texto existe basicamente para falar de algumas diferenças entre o texto original e o que foi adaptado para as telas pela própria autora.

Sendo bem curto e rasteiro, as principais mudanças estão no tempo muito maior que o livro gasta no hospital, na importância relativamente grande de um tio Paul que nem dá as caras no filme, no desenvolvimento mais pesado do sofrimento da Mãe, na presença mais constante da avó e na existência de um apartamento para onde os protagonistas se mudam. Tudo isso acaba criando uma versão diferente da história que emociona tanto quanto o filme.

Entretanto, o mais interessante é ver que o livro é totalmente narrado pela criança com direito a linguagem infantil, enquanto o filme dá a mesma função para a Mãe em alguns poucos momentos. É uma mudança sutil que reforça ainda mais a ingenuidade e a inocência dos olhos de uma criança que não conhece o mundo e enxerga até uma tentativa de suicídio com um ar um tanto quanto lúdico. O filme faz isso de maneira muito interessante graças a direção acertada de Lenny Abrahamson, mas ler o livro pode ajudar aquelas pessoas que gostariam que o filme fosse mais forte.

O resultado é a existência de duas histórias levemente diferentes que funcionam de maneira correta em ambas as mídias. O filme não perde a sua força e a sua emoção, mas o livro tem alguns aspectos que chamam atenção e tornam a leitura ágil e poderosa. O filme merece ser assistido e o livro merece ser lido, então a solução e fazer os dois e ponto final.


odisseia-06