0

Feito por fãs para fãs, Kubrick por Kubrick é um mero documentário televisivo sobre um gigante do cinema


Stanley Kubrick é um gênio. Fato.

Um artista completo. Um dos melhores diretores que já passaram pelo Planeta Terra. O responsável por, no mínimo, meia dúzia de obras que são clássicos incontestáveis.

No entanto, é importante lembrar que, apesar do título, Kubrick por Kubrick não é um filme dele. Somente tê-lo posicionado no centro do documentário não garante que este seja tão genial quanto a obra do diretor. Afinal de contas, Gregory Monro (James Stewart, Robert Mitchum: The Two Faces of America) não é Stanley Kubrick.

Ele não tem a experiência do diretor. Não tem o mesmo senso de imagem e ritmo (usando as mesmas palavras que Michel Ciment profere durante o filme) que ele. Sei que é muito injusto comparar Monro dessa maneira, mas ter plena certeza dessa diferença faz a expectativa para o longa ficar no lugar certo.

Kubrick por Kubrick

No lugar que diz: Kubrick por Kubrick é um documentário feito por um fã para a televisão. E só.

Como eu sou um grande fã do trabalho do Kubrick, o filme me chama a atenção por diversos motivos. Tem uma entrevista exclusiva, tem informações novas e curiosidades que o próprio Kubrick relata com suas próprias palavras. Vê-lo falando sobre seus próprios filmes (pra justificar o título) é algo muito raro e rico, principalmente pela maneira como o diretor insiste em fugir de interpretações fáceis ou respostas mastigadas.

Mas, fora isso, o documentário fica preso num lugar-comum muito confortável e tranquilo. Um ponto que reúne entrevistas e trechos de filme em prol de reconstruir sua carreira como homenagem, e não confrontar certos assuntos polêmicos ou espinhosos.

Kubrick por Kubrick é um projeto similar a Spielberg (lançado pela HBO há alguns anos), De Palma ou tantos outros documentários televisivos. Em diversos momentos, fiquei pensando que, se Stanley fosse brasileiro, esse filme se encaixaria perfeitamente em um episódio do Por Toda a Minha Vida.

Kubrick por Kubrick

Se você for fã do Spielberg, do Brian De Palma ou de qualquer artista relembrado pelo programa da Globo, vai rolar um interesse automático. Mas, na verdade, isso só existe por conta do que sai da boca do homenageado. É algo que ganha um carimbo de validade mais por oferecer a possibilidade do espectador ver seu ídolo falar algo interessante do que pela qualidade do longa em si.

É claro que existem boas ideias nesse todo. Eu gosto, por exemplo, do conceito imagético onde o quarto do 2001 assume a posição de mente do Kubrick, se enchendo com novos figurinos e itens a cada filme comentado.

Mesmo assim, no geral, é impossível dizer que o longa tenta fugir dos caminhos genéricos e padronizados dos documentários televisivos. Passa longe de ter o apelo de grandes projetos documentais, como Senna ou Honeyland, que prendem o espectador independente do assunto.

Esses filmes manipulam a montagem e a fotografia de maneira mais inventiva, tentando fazer algo mais do que simplesmente remontar a história do seu “alvo”. Já Kubrick por Kubrick, ao contrário, quer ser apenas um relato construído por um fã para outros fãs.

Logo, se você fizer parte desse grupo cinéfilo que idolatra o diretor, pode dar play e embarcar na Discovery 1 sem medo. Caso contrário, a chance do sono bater na porta do quarto 237 é muito grande.


Kubrick por Kubrick foi conferido nas cabines de imprensa da 44ª Mostra de São Paulo


Gostou desse conteúdo? Então nos ajude a manter o site vivo entrando para o Odisseia Club. Seja um apoiador da Odisseia e acompanhe tudo sobre filmes, séries, games, músicas e muito mais.

product-image

Kubrick por Kubrick (2020)

6

Flavio Pizzol
Nascido em uma galáxia muito distante, sou o construtor original dessa nave. Aquele que chegou aqui quando tudo era mato. Além disso, nas horas vagas, publicitário, crítico de cinema, aprendiz de escritor e músico de fundo de quintal. PS: Não sabe trocar a sua imagem do perfil...

Lua Vermelha (Red Moon Tide) | A pequenez humana perante a natureza

Previous article

O Que Te Faz Mais Forte | Veja a incrível história real do filme com Jake Gyllenhaal exibido em Tela Quente, da Globo

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Filmes