0

Série coreana da Netflix, Kingdom retorna com sangue nos olhos em seu segundo ano


Kingdom chegou tímida a Netflix em seu primeiro ano e retorna igualmente discreta ao serviço de streaming, mas com uma temporada arrebatadora. A trama segue exatamente de onde parou, com o príncipe herdeiro Chang (Ji-Hoon Ju) e seus aliados totalmente encurralados pelo zumbis, além da descoberta de que o vírus gosta do frio (e não apenas da noite como visto anteriormente).

Com a chegada do inverno na Coreia, ficou ainda mais difícil para os combatentes destruir a contaminação. Sendo assim mortos se acumulam, e somos levados a três anos no passado para entender o contexto da guerra com o Japão, e o uso das tais criaturas como armas de uma guerra pelo poder.

kingdom

Na primeira temporada, Kingdom não soube dosar bem a parte política com a a narrativa de ação com os zumbis, fazendo com que a primeira se tornasse chata e maçante, e apenas a segunda fosse digna de nota. Agora, as jogadas desse grande jogo de xadrez estão cada vez mais interessantes, tornando a luta pelo trono tão trincada e acirrada quanto uma mordida mortal.

Tudo isso se deve a uma boa direção, que evidencia que ambos os diretores (Seong-hun Kim e In-je Park) estão em perfeita sintonia. Juntos, eles criam cenas de ação de dar inveja em qualquer produção ocidental, desde câmeras girando, planos sequencias e cortes inusitados, enquanto cabeças rolam (literalmente).

LEIA MAIS
+++ Kingdom 1ª Temporada: Entre reis, tronos e zumbis
+++ Podcast: Eu Não Acredito Em Nada: Zumbis
+++ Invasão Zumbi 2 ganha primeiro trailer

As atuações não ficam atrás, desde a sempre competente Doona Bae, (a Sun de Sense 8) até Seung-ryong Ryu vivendo o fiel escudeiro do príncipe, que tem um fim inesperado e surpreendente. O visual continua impecável, e a direção de arte, figurino e maquiagem trabalham juntos para mostrar cenas e lugares cada vez mais deslumbrantes.

O excesso do gore é proposital, já que mais pessoas morrem a cada minuto. Novas regiões são apresentadas, mudando constantemente o ambiente da temporada anterior, mas com batalhas cada vez mais grandiosas e bem coreografadas. É basicamente uma luta pela sobrevivência e ganha aquele que ficar vivo por mais tempo.

kingdom

Com seus 6 episódios habituais, a segunda temporada de Kingdom, série de Kim Eun-Hee, foge da saturação do sub-gênero zumbis ao fazer dos monstros descerebrados parte principal de sua história, e não apenas um pano de fundo para algo maior.

O uso de espadas, arco/flechas, e armas de fogo antigas que demoram uma década para carregar, deixa tudo ainda mais arcaico e artesanal, fazendo a tensão aumentar a cada personagem querido que fica a beira da morte. Não se respira assistindo Kingdom, ou melhor dizendo, respiramos para nos recompor e logo em seguida estamos com as túnicas repletas de sangue e cinzas.


Ps: O epílogo desconexo foi a única coisa que não tornou esta temporada perfeita. Mesmo assim, há boatos de que Kingdom terá apenas 3 temporadas, e eu espero que seja verdade.

product-image

Kingdom | 2ª Temporada

9.5

Tiago Cinéfilo
Estudante de Comunicação e editor deste site. Criador, podcaster e editor do "Eu Não Acredito em Nada", o podcast de terror da Odisseia.

Baco Exu do Blues: Não Tem Bacanal na Quarentena

Previous article

Com Chris Hemsworth, “Resgate” ganha trailer oficial

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Séries