jumanji
0

Tenho certeza absoluta que a maioria das crianças que cresceu no final dos anos 90 já tomaram algum susto com Jumanji. E eu não estou julgando, porque também faço parte desse grupo que ficava empolgado e amedrontado com a aventura estrelada por Robin Williams.

Depois de influenciar outros longas voltados para o público infanto-juvenil (como Zathura – Uma Aventura Espacial, dirigido por Jon Favreau) e ficar sumida por um tempo, a produção voltou aos holofotes com o anúncio de um novo longa estrelado por Dwayne Johnson.

Jumanji: Bem-Vindo à Selva foi um sucesso estrondoso de bilheteria, garantiu uma continuação e agora chega ao catálogo da Netflix com 8 curiosidades que talvez você não saiba:

1. Bem-Vindo à Selva não é um remake

Muita gente não gostou de ver a franquia sendo revisitada, afinal Jumanji continuava sendo um bom filme. Não era uma obra que merecia ser refilmada.

No entanto, desde o início da produção, Dwayne Johnson e os roteiristas (Chris McKenna, Erik Sommers, Scott Rosenberg e Jeff Pinkner) deixaram claro que Bem-Vindo à Selva não seria uma refilmagem, e sim uma continuação do longa original.

Mesmo assim, pra evitar qualquer dúvida durante a exibição, eles garantiram que a abertura do filme deixasse isso claro. Além disso, fizeram questão de ambientar trama em Bratford, New Hampshire – o mesmo lugar onde se passava a versão de 1995.

2. Homenagem ao mestre

Envolvidos por essa vontade de honrar o longa original, os roteiristas também bolaram uma homenagem simples e eficiente para Robin Williams. A sequência é bem rápida, mas merece ser citada.

Jumanji

Foto: Divulgação

Durante sua aventura pela selva, os protagonistas encontram Alex, um garoto que foi sugado por Jumanji vinte anos antes. Quando ele os leva pra conhecer seu abrigo, é possível ler o texto “Alan Parrish esteve aqui” em um dos postes de madeira.

Ao ser questionado sobre a identidade dessa pessoa, Alex diz se tratar do responsável por construir a casa na árvore, sugerindo que o tal Alan Parrish (vivido por Willams em 1995) teria passado algum tempo em Jumanji antes dele.

3. Colin Hanks estava destinado a participar da franquia

E já que estamos falando de Alan Parrish, que tal outra curiosidade envolvendo o protagonista do filme original?

Colin Hanks (intérprete da versão adulta de Alex em Bem-Vindo à Selva) quase viveu o pequeno Alan Parrish em 1995. Não deu certo quando ele era criança, mas, aparentemente, o destino queria que o ator fizesse parte de Jumanji de qualquer maneira.

Mas calma aí que as coincidências ainda não acabaram… Sabe quem era o protagonista favorito do estúdio antes de Robin Williams ser contratado?

Tom Hanks!

Ou se você preferir: o pai de Colin Hanks.

O ator, que tinha acabado de faturar dois Oscar seguidos, não quis o papel e abriu espaço para Robin interpretar Alan Parrish. Mas, ainda assim, ele só foi confirmado após os produtores sondarem nomes como Sean Penn, Michael Douglas, Harrison Ford, Mel Gibson, Bill Murray, John Travolta e até mesmo Arnold Schwarzenegger.

E aí: será que algum deles conseguiria entregar uma participação tão icônica quanto a de Williams?

4. O significado do nome

Quem já viu Jumanji sabe que gritar o nome do jogo é muito importante. Mas alguém aí consegue dizer o que significa o título?

Segundo o escritor Chris Van Allsburg, responsável pelo livro que deu origem ao filme original (sim, Jumanji é baseado num livro), a palavra significa “muitos efeitos” no idioma zulu. Ou seja, é uma referência direta as consequências de cada jogada.

Entretanto, apesar de saber a resposta certa, Robin Williams admitiu numa antiga entrevista que gostava de criar outras respostas sempre que alguém perguntava isso. Nessas brincadeiras, ele disse várias vezes que Jumanji era uma ilha no Caribe que merecia ser visitada.

Será que alguém tentou comprar a passagem?

5. Tom Holland x Nick Jonas

Jumanji

Foto: Divulgação

Uma grande legião de fãs gostou de ver um dos participantes dos Jonas Brothers interpretando Alex em Jumanji: Bem-Vindo à Selva. Pois fiquem sabendo que o papel quase ficou com outro astro em ascensão: Tom Holland.

O problema é que o ator estava ocupado com a produção de Homem-Aranha: De Volta ao Lar e precisou abrir mão do papel, cedendo seu lugar para Nick.

No entanto, o mais curioso é que, em 2021, veremos Holland interpretar Nathan Drake na adaptação de Uncharted. Considerando que muita gente notou semelhanças entre o estilo das histórias, podemos dizer que o destino fez sua parte.


+++ Confira a crítica de Jumanji: Bem-Vindo à Selva
+++ Se liga nos outros filmes que estreiam na Netflix em janeiro

6. Boa parte de Jumanji foi filmada no Havaí

Jumanji faz parte de um mundo fictício (obviamente…), mas as gravações precisavam encontrar um local real para montar suas barracas. Como a ideia era filmar boa parte dos cenários naturais sem precisar se locomover muito, os produtores escolheram o Havaí com quartel-general.

Entre as muitas vantagens da ilha estava a possibilidade de trabalhar na selva sem abrir mão do conforto. Nesse caso, como o Havaí é um grande ponto turístico, o elenco e a equipe puderam ficar hospedados em ótimos resorts durante o processo.

E como tudo tem seu lado positivo… Se Kevin Hart já “sofreu” com Dwayne Johnson arremessando aranhas em sua direção nesse cenário, imaginem o que aconteceria caso eles precisassem acampar no meio da floresta?

7. Jack Black escutou John Mayer para se sentir uma adolescente

O corpo de Jack Black é usado como avatar do jogo que movimenta a trama de Jumanji. O problema é que, por dentro, ele é uma garota adolescente. Um fato que exigiu uma preparação especial do ator.

jumanji

Foto: Divulgação

Seu processo teve duas fases: conversar muito com Madison Iseman (intérprete de Bethany na “vida real”) e ter contato com produtos voltados para esse público. Pode ser que tudo não passe de uma grande piada, mas ele disse, em entrevista a Entertainment Weekly, que assistiu episódios de Teen Wolf e ouviu músicas de John Mayer.

Depois disso, você começa a se sentir dentro do papel”

8. Essa não foi a primeira vez de Dwayne Johnson na selva

Jack Black já viveu outras aventuras na selva em King Kong (2005) e Trovão Tropical (2008), mas nenhum membro do elenco pode dizer que possui uma coincidência maior do que a de Dwayne Johnson.

O motivo: lá no começo de sua carreira, quando ainda era conhecido como The Rock, ele protagonizou um filme chamado Bem-Vindo à Selva ao lado de Seann William Scott, Rosario Dawson e Christopher Walken.

Muita gente pode achar que a referência foi proposital, mas a verdade é que a brincadeira só faz sentido para os brasileiros. No EUA, o título original desse longa era The Rundown, por isso acaba sendo referenciado apenas como uma primeira viagem de Dwayne pela selva.


Jumanji: Bem-Vindo à Selva chega ao catálogo da Netflix no dia 16 de janeiro


Gostou desse conteúdo? Então nos ajude a manter o site vivo entrando para o Odisseia Club. Seja um apoiador da Odisseia e acompanhe tudo sobre filmes, séries, games, músicas e muito mais.

Flavio Pizzol
Nascido em uma galáxia muito distante, sou o construtor original dessa nave. Aquele que chegou aqui quando tudo era mato. Além disso, nas horas vagas, publicitário, crítico de cinema, aprendiz de escritor e músico de fundo de quintal. PS: Não sabe trocar a sua imagem do perfil...

Transplant | Conheça a série médica que estreia no Globoplay

Previous article

Bling Empire | Tudo o que você precisa saber sobre o reality show da Netflix

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Filmes