Quem foi Jonathan Larson, personagem de Andrew Garfield em Tick, Tick… Boom?

Quem foi Jonathan Larson, personagem de Andrew Garfield em Tick, Tick... Boom? 2

Andrew Garfield encarnou Jonathan Larson no novo filme da Netflix, Tick, Tick… Boom! Mas quem foi o diretor que dá vida ao longa que estreia no serviço de streaming.

Contamos tudo aqui, com 5 coisas importantes que você precisa saber sobre o dramaturgo brilhante que escreveu Rent.


Tick, Tick… Boom! é a carta de amor definitiva aos musicais. Andrew Garfield é o responsável por dar vida a Jonathan Larson, o famoso dramaturgo que criou Rent, que estreou na Netflix no dia 19 de novembro de 2021.

A vida de Jonathan Larson teve um trágico fim quando estava com apenas 35 anos e  iria ter sua primeira grande chance na carreira. O rapaz teve uma breve conexão com Stephen Sondheim e não conseguiu ver sua obra prima estrear na Broadway e transformar o jeito de se fazer musical.

Jonathan Larson foi o criador de Tick, Tick... Boom, novo filme da Netflix
Foto: Jonathan Larson e Victoria Leacock na produção de Tick, Tick… Boom! (1992)

Quem foi Jonathan Larson?

Jonathan Larson foi um compositor novaiorquino responsável por escrever um dos mais famosos musicais da história, chamado Rent. Tick, Tick… Bom é um musical autobiográfico que escreveu detalhando uma época de sua vida em que temia fazer 30 anos sem ter composto um musical de sucesso, tendo passado oito anos de sua vida em uma peça de ficção científica, chamada Superbia, enquanto trabalhava meio período em uma lanchonete.

Em dado momento de sua vida, Jonathan Larson estava dividido entre abandonar seu estilo de vida artístico e sem dinheiro, para assumir uma posição no marketing de uma agência de publicidade, mas as boas críticas de Superbia e Tick, Tick… Boom! fizeram o jovem a continuar perseguindo seu sonho.

Na madrugada do dia 25 de janeiro de 1996, Jonathan Larson faleceu subitamente, aos 35 anos, coincidentemente no mesmo dia da primeira apresentação de Rent na Broadway. Larson sofreu um aneurisma cerebral na aorta, causada pela síndrome de Marfan, que até então tinha sido diagnosticada como uma gripe ou estresse proveniente do trabalho.

Rent fez muito sucesso e ficou 15 anos seguidos em cartaz na Broadway, ganhando uma infinidade de prêmios, incluindo três Tony Awards, um Pulitzer e um Drama Desk Award.


+++ Ama-me: Veja todos os detalhes do filme turco na Netflix

Quem foi Jonathan Larson, personagem de Andrew Garfield em Tick, Tick... Boom? 3
Foto: Reprodução

Andrew Garfield interpresta Jonathan Larson em Tick, Tick… Boom!

Falando para a Deadline sobre interpretar o compositor, Andrew disse: “Quando eu comecei a entender quem era Jonathan Larson, foi como se Lin Manuel Miranda estivesse me reintroduzindo a um irmão perdido que eu não sabia que tinha, como um irmão mais velho, por quem eu sentia afinidade. Alguém que é um revolucionário, que viu o sofrimento do mundo ao seu redor e o transformou em beleza”.

Já o diretor Lin-Manuel Miranda escreveu: “Jonathan Larson, se você pode me ouvir, você cumpriu todas as suas promessas e até mais algumas. Continuamos a realizar o seu trabalho e, quando o fazemos, a vida de outra pessoa mudou.

Outra pessoa tem permissão para contar essa história porque você contou a sua. Outra pessoa tem permissão para sonhar tão grande quanto você. Outra pessoa vai lutar para fazer o melhor com o tempo que tem. Outra pessoa vai tentar encontrar as palavras certas para Obrigado, obrigado, obrigado.”


+++ In The Heights: O filme do HBO Max baseado na peça da Broadway

Trailer do filme

Jonathan morreu repentinamente aos 35 anos

Jonathan foi encontrado morto em sua cozinha em 25 de janeiro de 1996, aos 35 anos, além do aneurisma cerebral que sofrera, uma autópsia revelou que Jonathan tinha um rasgo do tamanho de um pé dentro de sua aorta, a principal artéria que transporta o sangue do coração para todos os outros órgãos, que foi causado por uma fraqueza congênita no vaso sanguíneo.

Acredita-se que Jonathan sofria de Síndrome de Marfan não diagnosticada, uma doença genética que pode causar danos ao coração. Jonathan vinha reclamando de dores no peito e até foi ao hospital duas vezes antes de sua morte trágica. Os médicos não diagnosticaram sua condição e o mandaram para casa.

Quem foi Jonathan Larson, personagem de Andrew Garfield em Tick, Tick... Boom? 4
Foto: Elenco original de RENT (1996)

Ele nunca viu Rent na Broadway

Jonathan morreu no dia da primeira apresentação na Broadway de Rent. Os membros do elenco, de luto, acabaram realizando Rent para a família e amigos de Jonathan mais tarde naquela noite. Rent se tornou um grande sucesso na Broadway e Jonathan ganhou postumamente o Prêmio Pulitzer de Drama e três Tonys de Melhor Livro de Musical, Melhor Musical e Melhor Trilha Sonora Original.

Quem foi Jonathan Larson, personagem de Andrew Garfield em Tick, Tick... Boom? 5
Foto: Divulgação Netflix

Tick, Tick… Boom! é baseado em sua vida

O filme da Netflix, dirigido por Lin-Manuel Miranda , é baseado no musical semiautobiográfico que Jonathan escreveu antes de Rent. Lin-Manuel viu Rent como um adolescente, e o show inspirou o próprio Lin-Manuel com In The Heights. Ele acabou vendo uma produção de Tick, Tick… Boom! na Faculdade e disse que “parecia uma mensagem privada em uma garrafa de Jonathan, que dizia ‘Isso é mais difícil do que você pensa que vai ser, mas vale a pena se você realmente ama.’ Foi assustador e incrivelmente esclarecedor para mim”, disse o diretor.

Quem foi Jonathan Larson, personagem de Andrew Garfield em Tick, Tick... Boom? 6
Foto: Divulgação Netflix

Ele era um garçom enquanto escrevia seus musicais

Enquanto Jonathan tentava ter sua grande chance, ele trabalhava no Moondance Diner no bairro de Soho, em Manhattan. Larson trabalhou nessa lanchonete por quase uma década e escrevia musicais durante seu tempo livre. Moondance Diner foi onde Jonathan conheceu Jesse L. Martin, que acabou ganhando o papel de Tom Collins em Rent.

Quem foi Jonathan Larson, personagem de Andrew Garfield em Tick, Tick... Boom? 7
Stephen Sondheim. Foto: Tim P. Whitby / Getty Images

Stephen Sondheim foi o mentor de Jonathan

Jonathan escreveu uma carta como grande fã para Sondheim enquanto estava na faculdade e Sonheim respondeu a mesma. O autor passou a recomendar Jonanthan Larson para diversas produtoras e a certa altura, o famoso dramaturgo deixou uma mensagem de voz para Jonathan em sua secretária eletrônica, dizendo ao jovem ele tinha uma carreira promissora pela frente.

Vários desses momentos você pode acompanhar no filme, disponível na Netflix.


Total
0
Shares
1 comment
  1. Um grande talento da nossa geração, que se foi tão repentinamente. Só faço a ressalva de que a peça mencionada se chama “Suburbia” e não “Superbia”, como constou. Valeu!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous Post
Sweetheart - Crítica | Coming of age britânico 13

Sweetheart – Crítica | Coming of age britânico

Next Post
benedetta

Benedetta – Crítica | Blasfêmia bizarra

Related Posts