freaks
0

A Netflix parece estar gostando de encher seu catálogo de filmes de heróis, e “Freaks: Um de Nós”, é a novidade do momento


Depois de lançar “Power” recentemente e o filme espanhol “Origens Secretas”, a Netflix parece estar investindo em filmes de heróis, sejam eles americanos, ou de outras nacionalidades. A sensação da vez é “Freaks: Um de Nós”, filme dirigido por Feliz Binder e roteirizado por Marc O. Seng, (escritor de alguns episódios de “Dark”).

Aliás, depois do sucesso da mais famosa série alemã e da comédia “Como Vender Drogas Online (Rápido)”, a Alemanha tem sido um centro de produtividade da gigante do streaming, que promete trazer mais produções internacionais ao seu catálogo.

+++ CRÍTICA: Origens Secretas, novo filme da Netflix, é uma eterna briga entre o bem e o mal 
+++ Escute o Podseia sobre a terceira temporada de Dark

Mas, qual é a história de Freaks: Um de Nós?

O longa-metragem acompanha Wendy (Cornelia Gröschel), uma mãe que trabalha em uma rede de fast food e descobre possuir uma força descomunal. Além de ser invulnerável – seus poderes estavam ocultos durante toda a vida por conta de remédios.

A mulher acaba se juntando a um colega de trabalho que também possui superpoderes, e eles partem em busca de outras pessoas comuns com a mesma característica. Aos poucos, eles se enfiam em uma teia intrincada que pode levá-los à origem de seus poderes.

Pelo trailer, o filme parece que terá a mesma pegada do longa de Josh Trank, “Poder sem Limites”, mas sem o advento do found footage.

freaks

O que achamos do filme?

Um filme que começa com “Listen to Your Heart” do Roxxette não tem como ser ruim não é mesmo? Corretíssimo. É muito fácil se identificar com a história de Wendy, já que a aspirante a heroína vive na pindaíba, tem uma chefe abusiva que paga de coach e vê suas contas se acumulando – enquanto o marido não faz muita coisa para mudar a situação.

Essa passividade contrasta perfeitamente com seus superpoderes, descobertos posterior e tardiamente. Assim, “Freaks: Um de Nós” faz uma relação entre a chegada da meia idade e o acordar para a vida – que muitas vezes passa diante dos nossos olhos.

O estilo cru de filmar – com muita câmera na mão – não lembra em nada os filmes hollywoodianos, e traz uma vibe do cinema alemão de situação visto recentemente. As cenas de ação e os efeitos mascaram o baixo orçamento, mas não são o foco.

freaks

Assim como em “Guerra Civil”, Freaks está preocupado em debater as responsabilidades do heroísmo, além de fazer uma crítica a nova geração, por vezes bastante dependente dos pais, e que acredita em mudar o mundo do seu quarto.

Reflexivo, o filme não deixa de ser divertido. Mas, se você for em busca de uma ação desenfreada, com heróis descobrindo seus poderes em um clássico filme de origem, escolheu o filme errado.


Freaks: Um de Nós está disponível na Netflix

Gostou desse conteúdo? Então nos ajude a manter o site vivo entrando para o Odisseia Club. Seja um apoiador da Odisseia e acompanhe tudo sobre filmes, séries, games, músicas e muito mais.

Tiago Cinéfilo
Estudante de Comunicação e editor deste site. Criador, podcaster e editor do "Eu Não Acredito em Nada", o podcast de terror da Odisseia.

Amor Garantido | Conheça a nova comédia romântica da Netflix

Previous article

The Boys | 2ª temporada confronta o mal com mais maldade

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Filmes