Eu Não Acredito em NadaPodcasts

Eu Não Acredito em Nada 018 | O Homem Invisível…

o homem invisível
0

Nosso podcast sobre O Homem Invisível embarca no terror da Universal e mostra como a releitura mudou várias ideias do filme. Para melhor, claro



Assine no iTunes Ouça no Spotify | Ouça no Deezer | Assine nosso feed  |  Baixe o cast

ESTÁ NO AR mais uma edição do “Eu Não Acredito em Nada”, o podcast de terror do Odisseia. Inaugurando sua 3ª temporada falamos de “O Homem Invisível”, clássico da literatura de H.G. Wells. Escrito em 1987, o livro foi um dos precursores de vários clássicos da Universal e seu universo interligado de monstros como Drácula, O Médico e o Monstro, Frankstein, entre outros.

Falamos um pouco sobre a história do Dr. Griffin e suas adaptações para o cinema, TV e até histórias em quadrinhos. Mas o foco está na releitura do clássico, escrito e dirigido por Leigh Whannell, produzido pela Blumhouse e estrelado por Elisabeth Moss (estrela de “The Handmaid’s Tale”).

Para trocar uma ideia sobre “O Homem Invisível”, Tiago Soares recebe Larissa Galdino, que esteve no programa sobre a série Dark e que por vezes colabora com textos no site.

o homem invisível

Vem ouvir esse papo assustador sobre relacionamento abusivo!!!


Conteúdos relacionados na Odisseia:

– Crítica – O Homem Invisível

– Crítica The Handmaid’s Tale: Temporada 1

Crítica The Handmaid’s Tale: Temporada 2

Crítica The Handmaid’s Tale: Temporada 3 (escrita por Larissa Galdino)


Conteúdos relacionados em outros sites:

– Crítica do filme no Geek Guia

– Vídeo Carol Moreira: Crítica e Entrevista com elenco

– O Homem Invisível: Behind The Scenes


Quem participou desse cast:

Host/Edição | Tiago Cinéfilo @tiagocinefilo

Convidada | Larissa Galdino @lari__galdino


Capa| Felipe Hoffmann  | @HoffmanFelipe


CONHEÇA A ODISSEIA CLUB  – Nosso Clube de Assinatura

Esses são os apoiadores que ajudam a manter nosso site de pé:

A Odisseia
Viaje pela cultura pop

    5 opções para assistir de graça online durante a quarentena

    Previous article

    Mestre das Chamas: O problema é o ser humano

    Next article

    Comments

    Leave a reply

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *