AODISSEIA
Podseia

Eu Não Acredito em Nada 009 – Alien (40 anos)

A obra prima do terror faz 40 anos em 2019 e nós celebramos o xenomorfo.

9 de março de 2019 - 12:45 - Tiago Soares


ESTÁ NO AR o primeiro “Eu Não Acredito em Nada” de 2019! O podcast de terror do Odisseia retorna para sua nova temporada com tudo novo, incluindo identidade visual e convidados. O programa desta semana fala sobre Alien: O Oitavo Passageiro, obra prima do terror, que Ridley Scott tentou estragar durante os anos posteriores. Polêmicas á parte recebemos Diego Quaglia (homem que batizou este podcast em seu piloto) e pela primeira vez (pelo menos oficialmente) o editor-chefe do Odisseia Flávio Pizzol.

Discutimos a importância e relevância da produção de 1979 — como ela influenciou inúmeros outras obras e como ela absurdamente não foi considerada uma trama de terror durante muito tempo. Falamos a sobre a importância da escalação de um elenco aparentemente atípico para um filme de terror e da força da Tenente Ripley vivida por Sigourney Weaver e como nossa visão de “mulheres fortes” foi alterada durante esses anos.

Onde está aquele Ridley Scott de outrora? Porquê a franquia Alien se perdeu tanto durante os anos? O filme pode ser considerado um slasher? Estes e outros questionamentos num papo descontraído com direito a um debate sobre a carreira de David Fincher e James Cameron.


Assine no iTunes  |  Assine nosso feed  |  Baixe o cast


CONFIRA O TEXTO DO DIEGO QUAGLIA

Revendo Alien parece que ele é o melhor filme simples de todos os tempos. Apenas porque a sua ideia central é uma ideia que já foi contada milhões e milhões de vez: ele se apoia na história de um thriller sobre um monstro na casa, só que nesse filme a casa é uma nave espacial. Só que o filme em si não tem essa simplicidade, mesmo que o enredo propriamente dito se mantenha fiel á essa forma.

O roteiro, porém, nada é nada simples. Eu não quero dizer com isso que o roteiro tem várias reviravoltas e viradas de roteiro, o que não quer dizer que não contenha várias surpresas nesse filme e algumas dessas surpresas são mais eficazes do que você verá em qualquer outro filme. Inclusive tudo nesse é extremamente bem caracterizado. Embora a maioria dos personagens vão ser mortos, eles só estão lá só pra morrerem. Aprendemos muito ou tudo sobre cada uma daquelas pessoas, e há uma dinâmica que soa totalmente real em toda a tripulação.

Claro que isso é muito ajudado pelo filme ter um dos melhores elencos de todos os tempos com interpretações fantásticas de Veronica Cartwright fazendo uma das minhas interpretações favoritas de uma atriz coadjuvante sabendo criar tão perfeitamente um sentimento real e intenso de medo que aflige Lambert, a mais fraca da tribulação e responsável por talvez o melhor grito do cinema, Ian Holm que dá um retrato único e particularmente único do mal. John Hurt que protagoniza com maestria a cena mais famosa do filme, Sigourney Weaver que é excepcional em mostrar o começo de Ripley. Yaphet Kotto que também brilha de forma eficaz e crível fazendo de Parker um homem apaixonado que quer parar o monstro e salvar a tripulação, além do sempre ótimo Harry Dean Stanton e Tom Skerritt que também dão interpretações excelentes aos seus personagens. Não tem muito que se fazer quando você está lidando com esse nível de elenco e personagens.

Depois, há todos os elementos técnicos de Alien, todos utilizados brilhantemente pela direção magistral de Ridley Scott. A visão que ele tem leva o filme a alturas ainda maiores, como se ele estivesse de forma artesanal criando esse mundo que é aterrorizador, estranhamente inspirador e vivido, tudo isso ao mesmo tempo.

Alien como um filme de terror é encenado como um filme de terror na atmosfera de um espaço frio, sublinhados com uma grande tensão, sustos, temas e assuntos que poucos filmes podem emular, isso sendo a caminhada solitária de Dallas pelas aberturas de ar ou a refeição bastante nada saudável de Kane. Como um filme de terror é sem duvida um dos maiores de todos os tempos e o meu favorito, mas com certeza está entre os melhores filmes de todos os tempos pra mim.

Alien: O Oitavo Passageiro


Conteúdos relacionados no A Odisseia:

Crítica de Corra

Crítica de The Cloverfield Paradox

Crítica de Vida

Texto Clube da Luta

Especial Spielberg: Tubarão


Mais filmes citados neste cast:

Aliens: O Resgate


Quem  participou desse cast:

Tiago Soares | @tiagocinefilo

Diego Quaglia  |  @DiegoQuaglia2

Flávio Pizzol | @pizzolguto