0

 

Da forma mais direta possível, o objetivo desse texto é simples: apresentar pra vocês o Society of Virtue, um canal do Youtube que me conquistou de primeira e entrou pra minha lista de favoritos. A proposta deles é produzir pequenas esquetes animadas sobre os bastidores ou pontos de vistas diferentes da vida dos super-heróis que vivem na cidade de Megalopolisville. É basicamente uma paródia de quadrinhos, série e filmes da Marvel e da DC, apostando em estereótipos e caricaturas cercadas por humor negro.

 

Se isso, de alguma forma bizarra, te remeteu ao Porta dos Fundos, não se surpreenda porque alguns membros da equipe do Society of Virtue também participam do canal brasileiro. O criador, roteirista e diretor de todos os curtas é o Ian SBF (sócio do Porta), os desenhos bem cartunescos são de Thobias Daneluz e a música-tema ficou por conta de Gabriel Esteves (roteirista do Porta), Bruno Menezes e Wagner Mônaco. Ou seja, o canal é basicamente brasileiro e o nome em inglês faz parte da zueira e – imagino eu – da expansão de mercado.

 

As histórias tiram sarro de identidades secretas, crossovers, super-poderes, organização de grupos, os vilões, o politicamente correto e até características específicas de personagens específicos, beirando nesses exemplares a paródia propriamente dita. O canal tem dezesseis vídeos lançados até o momento de produção desse post e entre os meus favoritos estão um em que dois bandidos discutem presos pela teia do Homem-Aranha (que não aparece de verdade), o da metanfetamina, o do resgate de novos mutantes e o da adoção de um alienígena com poderes. Já entre os personagens, vou escolher a Ginger Panther, a dupla dinâmica formada por Bernard & Fredick e o grupo The R-Men.

 

Os vídeos são liberados toda quinta-feira com o áudio original em inglês e legendas em português e espanhol. Pode confiar que o Society of Virtue vale a pena. Dá até pra fazer uma maratona rápida pra ficar em dia, já que algumas histórias tem continuação. No mais, fica a dica!

 

Flavio Pizzol
Nascido em uma galáxia muito distante, sou o construtor original dessa nave. Aquele que chegou aqui quando tudo era mato. Além disso, nas horas vagas, publicitário, crítico de cinema, aprendiz de escritor e músico de fundo de quintal. PS: Não sabe trocar a sua imagem do perfil...

Your Name (Kimi no Na wa)

Previous article

It – A Coisa (2017)

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Criatividade