oscar 2015
0

E agora chega ao fim nosso especial sobre o Oscar 2015, já que os vencedores foram divulgados. Tivemos números musicais, piadas, homenagens, surpresas e tudo mais em uma noite que foi muito parecida com todas as outras. Então vamos ao balanço final da cerimônia:A cerimônia desse ano não teve nada demais, então acredito que é por isso que vi muita gente clamando pela volta de Ellen DeGeneres, seus selfies e pizzas. Entretanto, mesmo tendo a noção de que foi uma noite morna, eu gostei do que vi.

Os números musicais foram sensacionais (Lady Gaga homenageando A Noviça Rebelde, Tim McGraw cantando de maneira intimista a bela I’m Not Gonna Miss You, os shows apresentados com Glory e Everything is Awesome, etc…), a reprodução da cena de Birdman misturada com Whiplash foi bem feita, a maioria dos discursos foram bem inspiradores e teve Neil Patrick Harris.

Quem me conhece ou já leu sobre How I Met your Mother aqui no blog, sabe que eu sou um grande fã de Neil. Ele é um comediante muito bom, realmente canta, realmente dança e tem muita experiência como apresentador de prêmios. Ontem à noite, ele fez exatamente o que era esperado: piadas inteligentes que não machucassem ninguém, deixou seu lado showman aflorar e me surpreendeu.

Aquele número musical que abriu o Oscar foi realmente bom e algumas piadas realmente arrancaram risadas. Acredito que o fato de Neil ser – aparentemente – uma pessoa mais fácil de se lidar do que DeGeneres e não ter feito piadas tão pesadas quanto Seth Macfarlane contam a seu favor e ele pode garantir a vaga de apresentador para mais uma cerimônia. Apesar de que a internet não ter gostado (pelo menos, a internet brasileira) pode pesar contra ele.

Com relação aos filmes premiados, eu gostei bastante. Meus três filmes favoritos não saíram de mãos vazias e as surpresas não foram tantas. Achei que Boyhood ganharia mais prêmios, mas Birdman era um adversário de peso. O único filme que eu não tinha nem cogitado era Operação Big Hero, enquanto todos os outros ou eram apostas ou eram possibilidades.

Birdman (ou Batman genérico) acabou terminando como o grande vencedor da noite, tendo 4 estatuetas, incluindo Filme, Diretor e Roteiro Original. O Grande Hotel Budapeste, que era o meu favorito de coração, também saiu com 4 estatuetas, mas todas eram de categorias técnicas. E o outro filme que pode ser considerado um grande vencedor é Whiplash, já que ganhou os prêmios de Ator Coadjuvante, Edição e Mixagem de Som.

BRENTWOOD, CA - FEBRUARY 24: Nate Sanders displays the collection of Oscar statuettes that his auction company will sell online to the highest bidder on February 24, 2012 in Brentwood, California. (Photo by Toby Canham/Getty Images)

Mas agora vamos para a lista completa dos vencedores (negrito):

Melhor filme

Melhor diretor

  • Alejandro González Inárritu – Birdman (ou a Inesperada Virtude da Ignorância)
  • Richard Linklater – Boyhood
  • Bennett Miller – Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo
  • Wes Anderson – O Grande Hotel Budapeste
  • Morten Tyldum – O Jogo da Imitação

Melhor atriz

  • Marion Cotillard – Dois Dias, Uma Noite
  • Felicity Jones – A Teoria de Tudo
  • Julianne Moore – Para Sempre Alice
  • Rosamund Pike – Garota Exemplar
  • Reese Witherspoon – Livre

Melhor ator

  • Steve Carell – Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo
  • Benedict Cumberbatch – O Jogo da Imitação
  • Michael Keaton – Birdman
  • Eddie Redmayne – A Teoria de Tudo
  • Bradley Cooper – Sniper Americano

Melhor ator coadjuvante

  • Robert Duvall – O Juiz
  • Ethan Hawke – Boyhood
  • Edward Norton – Birdman
  • Mark Ruffalo – Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo
  • J.K. Simmons – Whiplash: Em Busca da Perfeição

Melhor atriz coadjuvante

  • Patricia Arquette – Boyhood
  • Laura Dern – Livre
  • Keira Knightley – O Jogo da Imitação
  • Meryl Streep – Caminhos da Floresta
  • Emma Stone – Birdman

Melhor canção original

  • “Everything is Awesome” – Uma Aventura LEGO
  • “Glory” – Selma
  • “Grateful” – Beyond the Lights
  • “I’m Not Going to Miss You” – Glen Campbell: I’ll Be Me
  • “Lost Stars” – Mesmo Se Nada Der Certo

Melhor roteiro adaptado

  • Sniper Americano
  • O Jogo da Imitação
  • Vício Inerente
  • A Teoria de Tudo
  • Whiplash: Em Busca da Perfeição

Melhor roteiro original

  • Birdman
  • Boyhood
  • Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo
  • O Grande Hotel Budapeste
  • O Abutre

Melhor longa de animação

  • Operação Big Hero
  • Os Boxtrolls
  • Como Treinar o Seu Dragão 2
  • Song of the Sea
  • O Conto da Princesa Kaguya

Melhor documentário em longa-metragem

  • Citizenfour
  • Vietnã: Batendo em Retirada
  • Virunga
  • A Fotografia Oculta de Vivian Maier
  • O Sal da Terra

Melhor longa estrangeiro

  • Ida (Polônia)
  • Leviatã (Rússia)
  • Tangerines (Estônia)
  • Timbuktu (Mauritânia)
  • Relatos Selvagens (Argentina)

Melhor fotografia

  • Birdman
  • O Grande Hotel Budapeste
  • Ida
  • Mr. Turner
  • Invencível

Melhor figurino

  • O Grande Hotel Budapeste
  • Vício Inerente
  • Caminhos da Floresta
  • Malévola
  • Mr. Turner

Melhor documentário em curta-metragem

  • Crisis Hotline
  • Joanna
  • Our Curse
  • The Reaper
  • White Earth

Melhor montagem

  • Sniper Americano
  • Boyhood
  • O Grande Hotel Budapeste
  • O Jogo da Imitação
  • Whiplash: Em Busca da Perfeição

Melhor maquiagem e cabelo

  • Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo
  • O Grande Hotel Budapeste
  • Guardiões da Galáxia

Melhor trilha sonora

  • O Grande Hotel Budapeste
  • O Jogo da Imitação
  • Interestelar
  • Mr. Turner
  • A Teoria de Tudo

Melhor design de produção

  • O Grande Hotel Budapeste
  • O Jogo da Imitação
  • Interestelar
  • Caminhos da Floresta
  • Mr. Turner

Melhor animação em curta-metragem

  • The Bigger Picture
  • The Dam Keeper
  • Feast
  • Me and My Moulton
  • A Single Life

Melhor curta-metragem

  • Aya
  • Boogaloo and Graham
  • Butter Lamp
  • Parvaneh
  • The Phone Call

Melhor edição de som

  • Sniper Americano
  • Birdman
  • O Hobbit – A Batalha dos Cinco Exércitos
  • Interestelar
  • Invencível

Melhor mixagem de som

  • Sniper Americano
  • Interestelar
  • Invencível
  • Whiplash: Em Busca da Perfeição
  • Birdman

Melhores efeitos visuais

  • Capitão América 2 – O Soldado Invernal
  • Guardiões da Galáxia
  • Planeta dos Macacos 2 – O Confronto
  • Interestelar
  • X-Men – Dias de Um Futuro Esquecido
Flavio Pizzol
Nascido em uma galáxia muito distante, sou o construtor original dessa nave. Aquele que chegou aqui quando tudo era mato. Além disso, nas horas vagas, publicitário, crítico de cinema, aprendiz de escritor e músico de fundo de quintal. PS: Não sabe trocar a sua imagem do perfil...

Selma – Uma Luta Pela Igualdade

Previous article

Um Santo Vizinho

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Especial