AODISSEIA
Podseia

DROPSEIA 008: Uma Verdade que não pode ser anulada

A segunda temporada do nosso talkcast chegou fervendo...


7 de fevereiro de 2019 - 13:08 - Flávio Pizzol

 


Assine no iTunes  |  Assine nosso feed  |  Baixe o cast


Quase um milhão de jovens americanos foram afetados por instituições que visam a “cura gay” nos últimos anos. Quarenta e nove pessoas são mortas dentro de boate LGBT em Orlando. O suicídio é a quarta maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos no Brasil, sendo que o público LGBT tem seis vezes mais chance de cometer o ato. Um LGBT morreu a cada vinte horas no Brasil e 72% das ocorrências estão ligadas à homicídios. Estudo sobre ambiente escolar revela que 73% dos ou das estudantes LGBTs já relataram terem sido agredidos verbalmente. Praticamente 59% desses mesmos estudantes faltam aula pelo menos uma vez por mês por causa de agressões verbais e físicas.

Em tempos de governos ultraconservadores, estreias canceladas e manchetes parecidas com as frases acima se tornando cada vez mais comuns, o primeiro Dropseia do ano convida Willian Weber, editor do site de cultura pop Geek Guia, para um papo sério e necessário sobre a relação entre homossexualidade e religião. Tudo dentro de um conversa sobre cultura pop, já que o ponto de partida da discussão são os filmes The Miseducation of Cameron Post e Boy Erased – Uma Verdade Anulada.

O primeiro é um longa independente que, mesmo sem estrear no Brasil, ganhou destaque nas redes sociais graças a cenas quentes estreladas por Chloë Grace Moretz (Kick-Ass). No entanto, a produção que conta a história de uma garota enviada para uma instituição que trabalha com a cura gay é muito mais do que isso. No meio de subtramas um tanto quanto confusas, o filme é um drama honesto que pode apresentar similaridades com a vida de tantas pessoas que lutam por compreensão, aceitação própria e libertação.

Já Boy Erased acompanha uma história muito similar, porém foca mais na recriação visceral da maneira como as religiões mais conservadoras tratam os homossexuais do que na descoberta em si. O resultado, apesar do ritmo lento e alguns outros escorregões, é um filme pesado, difícil de ser assistido e marcado pelas ótimas atuações de Lucas Hedges (Manchester à Beira-Mar), Nicole Kidman (Aquaman) e Russell Crowe (Dois Caras Legais). Por coincidência ou não, uma semana após a gravação do nosso Dropseia, a Universal anunciou – sem dar nenhuma explicação – que não iria distribuir o longa no Brasil, como era esperado até então.

Mesmo que ninguém tenha conseguido assistir o filme como esperávamos (o cast tem alguns spoilers…), esse vazio deixado na grade de nossos cinemas é justamente o que faz uma conversa sobre esse assunto ser ainda mais importante. Então prepare seu fone de ouvido (ou caixinha da JBL), escute o Dropseia 008 e espalhe essa discussão pelo mundo. E lembre-se: não importa quem ou quantos tentem esconder assuntos desse tipo, essa é uma verdade que não pode, nem será anulada.


Links importantes e outras coisas citadas no cast:

Texto do Geek Guia sobre Boy Erased – Leia aqui e agora.

Livro Um Milhão de Finais Felizes (Vitor Martins) – Compre aqui.

Trailer de The Miseducation of Cameron Post:

Trailer de Boy Erased – Uma Verdade Anulada:

Trailer de De Repente Califórnia (Shelter):

Quem  participou desse cast:


Flávio Pizzol | @pizzolguto

Willian Weber | @LiloWeber