AODISSEIA
Games

Diário da BGS 2018 – 2º e 3º Dia: Entre danças e ídolos

A BGS melhorou!

13 de outubro de 2018 - 13:12 - Tiago Soares

O segundo e terceiro dias da Brasil Game Show começou mais agitado do que ontem. Ainda engatinha — mas a passos rápidos — mesmo não chegando naquele tão sonhado next level. A organização melhorou, pelo menos com as filas interiores , apesar da entrada no evento apresentar alguma demora.

A Ubisoft tomou conta da feira com  a ativação de Just Dance 2019, pelo menos no pavilhão que estava localizada, o estúdio envolveu o público com inúmeros hits, colocando a galera pra dançar, mesmo estando em uma esquina do pavilhão, o que dificulta a passagem das pessoas e gera aglomerações.

No estande da PlayStation a presença de Cory Barlog (diretor de God of War), Glauco Longhi (produtor de God of War) e Ricardo Juarez (dublador de Kratos), foi um dos pontos altos da feira. Camisetas, adesivos e muito mais foram distribuídos aos fãs, além de uma sessão de autógrafos.

A PlayStation inclusive disponibilizou em seu aplicativo “Experiência Playstation“, agendamentos exclusivos para quem quer jogar. Caso você não chegue no horário agendado, uma fila backup é disponibilizada. Jogos como o remake de Resident Evil 2 e Days Gone estão sendo sucesso absoluto na feira.

No estande da Xbox não era diferente. Senhas foram distribuídas e jogamos Kingdom Hearts III. Felizmente, a demo do jogo era a mesma que estava na E3 e o console foi o Xbox One S. Podíamos escolher entre dois estágios: Olympus (que provavelmente seria jogado no universo de Hércules) e Toy Box que como o nome diz, se passa no universo de Toy Story. Escolhemos Toy Box, e o jogo começa com uma pequena cutscene.

A gameplay é extremamente dinâmica e ágil, a jogabilidade é bastante intuitiva — principalmente pra quem nunca jogou, aliás para os saudosistas — é muito parecida com Kingdom Hearts II, mas com melhorias. É possível alternar entre ataques simples e magias épicas com muita facilidade.

Não é possível saber em qual estágio do jogo estamos, se seria no início, meio ou fim ou se seria apenas um estágio extra, o importante é que se trata de uma demo incrível, a experiência de viver esse jogo em um Xbox One S trás a verdadeira sensação que ele realmente foi otimizado para o console.