0

Valéria é a nova série espanhola da Netflix baseada nos contos de Elisabet Benavant. Com uma linguagem moderna, é uma pedida leve para tempos difíceis


Quando Carrie, Samantha, Charlotte e Miranda começaram a explorar a vida de Nova York, jamais imaginariam ser referência para Valéria, Carmen, Lola e Nerea serem protagonistas de suas próprias histórias. A série espanhola da Netflix é leve, divertida e com boas histórias para serem contadas.

A vida bem sucedida e recheada de glamour de Sex and The City foi um ótimo ponta pé para as referências de séries com protagonistas femininas e anseios que vão muito além de roupas e carros de luxo em uma Nova York brilhante.

Em Valéria, troca-se os arranhas céus, as festas luxuosas e o clima novaiorquino por uma Madrid recheada de jovens, com baladas e problemas pra lá de atuais. A nova série espanhola da Netflix sabe mostrar o poder de uma boa amizade, misturando temas modernos com um tempero de paella pra lá de saboroso.

valéria

As histórias de Valéria

Essas comparações com Sex and The City ficam apenas no campo superficial. Valéria consegue dar uma roupagem bem atual para problemas e amizades de jovens modernos, com uma sinceridade poucas vezes vistas.

A série conta a história da protagonista de mesmo nome que vive no meio-fio de um casamento já infeliz. Valéria (Diana Goméz) tem 28 anos, casou-se cedo e divide a vida com Adrián, um fotógrafo comum de Madrid. Quando as coisas começam a apertar, com seus planos de ser escritora indo embora como tinta molhada no papel e tentativas de empregos frustradas, a moça começa a questionar os rumos da sua própria vida. As escolhas que fizeram chegar ate ali e por que se encontra nessa situação.


LEIA MAIS
+++ Veja detalhes da 2ª temporada de Valéria
+++ 10 comédias para assistir na HBO GO

Sem esconder nada, literalmente, Valéria se apoia nas amigas Carmen (Paula Malia), Lola (Silma López) e Nerea (Tereza Riott), buscando soluções para encontrar a si mesmo. A amizade bem sincera e natural das meninas é o tempero que a série tem de melhor. O clima entre as quatro é muito gostoso e tudo sai tão naturalmente que esquecemos do seriado em si e nos sentimos parte do grupo de amigas.

Cada uma delas consegue expor seus problemas ao longo dos oito episódios, com soluções particulares de cada uma, as consequências disso e como podem resolver levando em conta os conselhos de umas às outras.

Valéria, a série espanhola da Netflix, embarca numa onda pop onde rola uma identificação muito próxima da geração que assiste o programa. Crise no relacionamento, traição, sexo, empoderamento, ascensão e anseios profissionais, angústias e incertezas são temas universais e muito terrenos para essa galera (me incluo nessa).

Esses dilemas bem comuns para a geração millennial ganham uma lupa sobre a situação e, entre metalinguagem e ficção, eles são abordados de forma bem sincera pelo roteiro.

Divulgação: Netflix. 2020

A adaptação de uma nova vida

Valéria é uma adaptação dos contos de Elisabet Benavent, uma jovem escritora espanhola que embarca em sua primeira produção para a Netflix. A autora de 36 anos possui mais de 20 livros publicados e endossa muito o tom de uma geração conhecida como nem-nem. Nem trabalha, nem estuda.

Em entrevista ao TAB, Elisabet disse que o livro foi publicado há mais de 10 anos e nesse tempo tudo mudou muito rápido. A forma de se comunicar, de conseguir contatos, de buscar seus amores e viver as vidas.

A autora diz que quando o livro foi lançado, as amigas se comunicavam por SMS, e não tinham whatsapp e os telefones de paqueras eram anotados em agendas vermelhas. Ela completa dizendo que Madrid se transformou e a adaptação seguiu um caminho muito melhor do que poderia imaginar, com personagens mais fortes, seguras de si, e menos obsessivas em encontrar o amor de suas vidas.

De fato existe uma importância gigantesca na afirmação das meninas como mulheres independentes. Porém a série escorrega em criar coincidências narrativas e situações um tanto quanto previsíveis. Além de utilizar de uma fuga tecnológica para as conversas, mostrando os chats dos aplicativos na tela de forma insistente. Bem a cara do jovem.

Valéria série espanhola netflix com Diana Goméz

Divulgação: Netflix. 2020

A série espanhola vale a pena?

O bom humor que Valéria carrega consigo, enquanto série, faz relevar esses pontos mais traiçoeiros e curtir com as amigas cada uma de suas preocupações.

A série espanhola é uma água com açúcar temperada e bem divertida de assistir. Sem dramas profundos, leva consigo a amizade como força motriz de seus episódios e uma forma de impulsionar a protagonista Valéria.

Em tempos de dramalhões e tristeza por confinamentos e quarentenas, escapar um pouco da realidade e viver uma história leve talvez seja a melhor pedida.

De 1998 pra 2020 muita coisa mudou mas o que Sex and The City e Valéria tem em comum são a força de suas mulheres e uma história divertida pra contar. Isso, tempo nenhum faz ficar datado.

 


Gostou desse conteúdo? Então nos ajude a manter o site vivo entrando para o Odisseia Club. Seja um apoiador da Odisseia e acompanhe tudo sobre filmes, séries, games, músicas e muito mais.

 

product-image

Valéria

8

After Life | Saiba mais detalhes sobre a 3ª temporada

Previous article

20 mães nada exemplares do audiovisual

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Séries