AODISSEIA
Filmes

Crítica: Os Jovens Titãs são os heróis que a DC precisava

Um dos melhores filmes da DC nos últimos tempos.

1 de setembro de 2018 - 11:22 - felipehoffmann

Os Jovens Titãs em Ação! talvez seja a maior prova de reconhecimento dos erros da Warner com o universo da DC. É um filme que sabe dessas trapalhadas, tira sarro disso e mostra que é possível rir da própria desgraça. Isso tudo numa produção para o público infantil, com heróis que fazem sucesso nas TVs, mas que até o mais desatento consegue enxergar sua pontinha crítica.

O longa não se preocupa em criar uma história complexa, cheia de nuances. Os Jovens Titãs fazem o simples e é exatamente isso que deixa o filme tão gostoso de assistir. Parece uma sequência de esquetes, que, unidas, fazem um filme.

A premissa é bem simples. Robin, Estelar, Ravena, Ciborg e Mutano querem por que querem fazer um filme de seu esquadrão, já que Hollywood tem filmes de heróis a torto e direito. Essa metalinguagem é fundamental pro filme funcionar. Nada melhor do que brincar com a própria indústria fazendo um filme sobre ela mesma.

Os Jovens Titãs acertam justamente aí. Porque a partir disso, o longa dirigido por Aaron Horvath e  Peter Rida Michail se liberta para tirar sarro do que quiser. O timing das piadas soa perfeito, com tiradas rápidas e muito atuais. Deadpool, Tartarugas Ninja, BvS e até Stan Lee viram motivo de chacota e isso é bom demais. A Warner enxergou seus erros e quis mostrar isso em um desenho e, por mais que uma criança não entenda muito bem, você vai sacar um easter egg ali ou uma piadinha aqui.

Em um tom mais crítico, numa camada mais profunda, Os Jovens Titãs em Ação! batem na indústria dos heróis, com esse excesso de filmes e usam o vilão para exemplificar tudo isso. Deixa muito claro que a vilã aqui é Hollywood, mas já que estamos no meio, por que não né? Entre uma piada de peido e outra, a crítica é feita para o adulto pegar e entender o cenário como um todo.

Apesar do segundo ato da animação ser um pouco desconexo do tom do filme (uma criança do meu lado comentou: “nossa papai, tá chato isso”) como um todo Os Jovens Titãs é excelente. As tiradas rápidas, os easter eggs e a boa história mantém o longa em seus rápidos 88 minutos. Uma produção muito segura de si, que contagia o público infantil apesar dos pesares e não tenta ser maior do que pretende.

Um filme simples, engraçado e fundamental para entender que as animações da DC são as melhores coisas que a Warner tem de baixo do braço.