AODISSEIA
Filmes

Critica: O Massacre da Serra Elétrica – A Lenda Continua


18 de maio de 2013 - 22:08 - Flávio Pizzol

Mais um terror baseado em um clássico. Mais um terror que usa o 3D de forma ridícula só pra ganhar mais dinheiro. Mais uma decepção para os fãs de Leatherface, o maníaco da moto-serra (exatamente… ele não usa uma serra elétrica como o nome diz). Os fãs vão ter problemas com esse filme, mas ele não é tão ruim. Pelo menos não me incomodou como a maioria dos filmes de terror lançados ultimamente.

Esse filme começa de onde o original de 1974 parou. A introdução é o grande momento do filme, já que as cenas do filme original são usadas em 3D. Nostalgia total. Depois, o filme passa a acompanhar Heather, uma descendente da família do filme original, que recebe uma casa de uma avó desconhecida e viaja para Newt, onde a história vira um clichê de terror.

A direção de John Luessenhop é muito segura, fazendo com que as sequências de perseguição e morte sejam realmente tensas. Ele conta com a ajuda de Greg Nicotero (maquiador de The Walking Dead), que é um mestre do gore. As mortes são poucas, mas são bem divertidas.

O roteiro é ruim,  mas apresenta algumas coisas que podem ser interessantes. O primeiro erro do roteiro é a personagem principal ter 20 anos, sendo que o filme deveria se passar uns 40 anos depois do original. O roteiro é raso e as relações entre os amigos são mais fracas ainda. Um roteiro melhor poderia ter feito desse filme uma boa continuação, já que a mitologia original é bem usada, algo que não aconteceu nas diversas continuações ridículas que já foram feitas.

O elenco não faz nada demais e o destaque acaba sendo Alexandra Daddario, que é muito gostosa, apesar de não desbancar Jessica Biel no título de protagonista mais gostosa da série.

O filme diverte mais do que incomoda, tem umas reviravoltas legais e o final não é nem um pouco clichê e talvez por isso incomode os fãs, mas ainda assim, isso mostra que os filmes de terror não precisam ser sempre a mesma coisa.

OBS 1: O filme tem uma cena pós-créditos…