0

Uma animação colorida, recheada de vozes conhecidas (em inglês) e muito bem produzida, mas que não funciona. As piadas não tem graça, a história é confusa e as reviravoltas não prendem a atenção. Apesar disso, provavelmente, vai conquistar as crianças por causa do seu ótimo visual.

A história segue dois irmãos, um nerd e um herói nacional, que acabam presos no Planeta Terra, graças ao plano sem-noção de um general da Área 51 (fazia tempo que eu não via um plano tão sem motivação…). A história trata da boa e velha disputa entre irmãos, junto com outros temas manjados, como choque cultural e Área 51. O problema é que o filme não tem nada de novo.

O roteiro é, provavelmente, o maior culpado pela história confusa e sem-noção, já que o mesmo foi escrito por 7 escritores diferentes e possui mais de 15 versões. Isso não é desculpa para um roteiro, mas geralmente isso acontece quando um roteiro é reescrito muitas vezes. As piadas sobre culturas diferentes não funcionam e as cenas do filme parecem não ter conexão alguma, tornando o filme confuso até os dentes. Os personagens são visualmente interessantes, mas não possuem carisma e nem boas histórias.

Só umas 3 piadas vão agradar o público mais crescido. A história da criação do Facebook e do Google, o vídeo de apresentação da Terra para os aliens e os jogos de palavras com nomes de diretores e atores, como Peter Jackson e Christopher Nolan. A última é a melhor piada do filme e ela está escondida como se fosse um easter egg.

A direção faz o que é necessário para conquistar as crianças. O visual é muito legal e as cenas de ação não são das piores. O filme só vai agradar as crianças pequenas mesmo, já que muito pouco do filme funciona ou diverte, mas não acho que a culpa seja do diretor Cal Brunker.

Eu assiste o filme em sua versão origina que possui vozes bem legais feitas por várias estrelas, como Brendan Fraser, Rob Corddry, Ricky Gervais, Jessica Alba, Steve Zahn, George Lopez, Craig Robinson, Jane Lynch e William Shatner (o eterno Capitão Kirk do Star Trek original). As vozes ficaram aceitáveis em inglês, mas, de acordo com outras criticas, a dublagem em português é horrível. É uma pena que hoje nem as dublagens das animações estejam boas.

O filme mostra como, cada vez mais, as animações são produzidas às pressas, sem preocupação com a qualidade e apenas para ganhar o dinheiro de um público que não presta atenção no filme e só quer saber de cores e 3D (artifício que não é bem usado no filme). O filme não vale a pena para os adultos. É um filme para crianças ou para casais que não assistem o filme.

Flavio Pizzol
Nascido em uma galáxia muito distante, sou o construtor original dessa nave. Aquele que chegou aqui quando tudo era mato. Além disso, nas horas vagas, publicitário, crítico de cinema, aprendiz de escritor e músico de fundo de quintal. PS: Não sabe trocar a sua imagem do perfil...

Faroeste Caboclo: Música x Filme

Previous article

Superbad – É Hoje

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Filmes