AODISSEIA
Filmes

Critica: Como Treinar seu Dragão 2


30 de junho de 2014 - 16:00 - Flávio Pizzol

Como-Treinar-o-Seu-Dragao-2-poster-10abr2014-01

Muitas querem, mas poucas continuações conseguem manter o nível dos seus originais. Como Treinar seu Dragão 2 assume essa responsabilidade e cria um filme corajoso, intenso e muito maior. Mais ação, mais surpresas, mais 3D, mais cores, mais personagens e mais drama é o que você pode esperar de mais uma ótima animação da Dreamworks.

Enquanto Berk continua convivendo bem com os dragões, Soluço, agora com 20 anos, virou um desbravador de terras vikings. Em uma dessas viagens, ele se depara com um inimigo muito mais poderoso, que vai transformar sua vida para sempre.

Esse resumo que eu fiz está parecendo meio clichê, porque eu sempre me enrolo para contar a história sem revelar muita coisa. Entretanto, a transformação parece ser o mote central desse filme, tanto pela jornada de autoconhecimento que movimenta os personagens, quanto pela coragem dos roteiristas de não deixar as coisas estáticas.

A continuação não existe por que o filme fez sucesso, mas porque a jornada de Soluço estava incompleta. O público precisava saber o que seria do futuro do protagonista e termina esse filme querendo muito mais, porque o roteiro insiste em mudar toda a dinâmica estabelecida de uma maneira que não é comum em animações. Não quero falar muito para não estragar as várias reviravoltas presentes no filme, mas posso adiantar que Dean DeBlois, o roteirista e diretor do filme, não se contentou em arrancar a perna do Soluço no primeiro longa e resolveu deixar marcas mais profundas no personagem.

Essa dinâmica flexível deixa claro que as produtoras de animação já não pensam só nas crianças e também buscam entreter os adultos. Assim como em LEGO, todos se divertem, se emocionam, se surpreendem e saem completamente satisfeitos com uma história corajosa, personagens complexos e piadas sensacionais. Isso tudo sem abrir mão da moral sobre amizade, que é mais velha do que o cinema.

O primeiro filme é certeiro no roteiro e na direção, por isso agradou tanta gente. A mesma coisa acontece nesse em ambos os aspectos, comandados por Dean DeBlois. Mesmo sem seu parceiro Chris Sanders, Dean mostra que aprendeu muito principalmente sobre direção e aproveitamento de tecnologias, criando cenas mais complexas, coloridas e criativas do que no primeiro filme.

Agora as cenas de ação são muito mais centradas nos dragões, logo temos mais sequências nos ares. Mesmo quando acontece no chão, a câmera acompanha toda a ação de maneira brilhante e intensa. DeBlois sabe navegar por entre a ação e mostrar vários acontecimentos paralelos sem perder o foco e isso abre possibilidades imensas para esse filme.

A ação de grande nível é acompanhada por efeitos 3D mais do que perfeitos, elevando ao quadrado a profundidade de cena, que já tinha surpreendido no primeiro, e o arremesso de coisas de maneira orgânica e sutil. É sério, nunca um 3D tinha me deixado tão feliz e, com isso, posso decretar que o filme merece – e até deve – ser assistido com os óculos, independente do preço maior.

Os personagens também estão mais desenvolvidos, inclusive fisicamente. O filme é de Soluço e de Banguela, porque as já citadas reviravoltas mudam os personagens e os levam para um grau de complexidade muito diferente dos outros, mas os pais de Soluço também ganham espaço e criam ótimas cenas para o longa.

O elenco de vozes original é muito bom e adição de Cate Blanchett, Djimon Hounsou e Kit Harington (o Jon Snow de Game of Thrones) deve ter dado um toque especial ao áudio original , mas não posso reclamar da dublagem que está muito boa.

Me surpreendi, fiquei com muito empolgado com a ação de nível épico e ainda me vi tendo que segurar as lágrimas em alguns momentos. Em um ano sem filmes da toda poderosa Pixar, Como Treinar seu Dragão 2 é um filme espetacular que tem tudo para disputar a vaga de melhor animação do ano.

Sinceramente, não consigo imaginar o que os produtores estão preparando para o terceiro filme, mas sei que será muito maior. Levando em conta a coragem demonstrada nesse filme, Como Treinar seu Dragão 3 vai ser um dos melhores filmes de animação da história.