AODISSEIA
Filmes

Critica: Chef (2014)

Honestidade acima de tudo


24 de agosto de 2016 - 15:00 - Flávio Pizzol

Pensa em um filme extremamente simples e divertido que você vê e revê sem nenhuma preocupação? Chef é justamente esse filme, que trata si mesmo e o público de forma honesta em todos os aspectos, comprovando que nem sempre é necessário arriscar para alcançar um resultado incrível e conquistando qualquer um pelo estômago e pelo coração.

Escrito e dirigido por Jon Favreau de forma pessoal e quase independente, o longa segue o chef de cozinha Carl Casper após ele se envolver em uma confusão com um crítico importante e ser demitido (não necessariamente nessa ordem). Para continuar cozinhando e reconquistar a confiança do filho, ele decide abrir um food truck cubano e atravessar o país vendendo seus pratos favoritos.

O plot principal de seguir os seus sonhos e se superar é muito batido dentro de vários gêneros do cinema e todo o desenvolvimento proposto aqui é muito simples. A questão é que o roteiro deixa isso claro desde o início e começa a conquistar o espectador quando mostra que o seu objetivo é contar a história de maneira divertida e emocionante. Esse é o truque para fazer com que tudo se encaixe e funcione muito bem dentro da projeção.

Outra coisa que acaba sendo muito importante é a inclusão da história em um cenário atual e comum para  vários tipos de público. A utilização do Twitter, do Vine e das outras redes sociais são feitas de maneira crível e divertida, criando os conflitos que dão o pontapé inicial na história e sendo parte decisiva no desenvolvimento da relação entre pai e filho.

Ao mesmo tempo, os aspectos técnicos fluem com a mesma tranquilidade. Jon Favreau escreveu o roteiro sozinho e está claramente a vontade na direção de um projeto totalmente pessoal. Ele acerta em praticamente todas as escolhas de ângulos, filma as comidas com uma vontade quase pornográfica e dita o ritmo do longa de forma leve e certeira, contando com a ajuda da ótima edição de Robert Leighton e de uma reunião única de músicas espetaculares.

chef-post

Para deixar tudo ainda melhor, o elenco estrelar reunido por Favreau possuem a química de verdadeiros amigos e passam isso para o público em cada momento em tela, independentemente do tamanho das participações. O próprio Jon Favreau exala felicidade e amor com seu chef cheio de falhas, enquanto divide a tela e os bons momentos com John Leguizamo, Bobby Cannavale, Scarlett Johansson, Sofia Vergara, Oliver Platt, Dustin Hoffman, Robert Downey Jr e Emjay Anthony, que rouba boa parte das cenas como o filho do protagonista.

O resultado é um filme leve, divertido e honesto. Graças a sua sinceridade total dentro do todo, Chef não precisa arriscar para funcionar, arranca suspiros com grande facilidade e faz o público dar risadas genuínas em muitos momentos. Isso faz sim com que ele seja um filme quase perfeito e um porn food de grande qualidade para vários tipos de espectadores.