0

Trazendo um retrato solitário de uma serial killer, “A Cabeleireira” carece de um bom ritmo


Ao longo dos anos, o cinema de horror utilizou-se do medo para contar histórias de personagens quebrados. Ouso dizer, que o gênero se sai muito melhor do que o drama nesse sentido. “A Cabeleireira” (ou The Stylist, no original), conta uma história de solidão, através do ponto de vista de uma psicopata.

Poucas coisas na vida são mais empolgantes do que um novo penteado. Mas as clientes de Claire nem sempre estão preparadas para o resultado dos seus cortes. Ela leva uma vida dupla como uma meticulosa serial killer, e a crescente obsessão com Olivia, uma de suas clientes, pode despertar o pior.

a cabeleireira

Foto: Divulgação

O filme de Jill Gevargizian transita entre o estudo de personagem de Claire, vivida pela competente Najarra Townsend, e um verdadeiro slasher, onde vítimas vão se acumulando (com muito menos frequência do que gostaríamos), mas com muito sangue.

Essa confusão de não saber o que retratar, de certa forma, deixa “A Cabeleireira” sem personalidade, apesar de boas atuações, principalmente de Brea Grant, atriz que tem se destacado em produções de terror de baixo orçamento.

Foto: Divulgação

Sendo assim, a produção é recheada de cenas longas, que inicialmente até cumprem bem o propósito de elucidar a solidão e carência de sua protagonista, mas logo se perdem em fetichismos baratos e sem sentido.

A cena final de “A Cabeleireira”, apesar de previsível, é um deleite, mas o caminho até lá passa por boas atrizes e muita falta de ritmo.


filme visto na 17ª edição dO Fantaspoa, que ocorre dos dias 09 à 18 de abril!

Gostou desse conteúdo? Então nos ajude a manter o site vivo entrando para o Odisseia Club. Seja um apoiador da Odisseia e acompanhe tudo sobre filmes, séries, games, músicas e muito mais.

product-image

A Cabeleireira

6

Tiago Cinéfilo
Estudante de Comunicação e editor deste site. Criador, podcaster e editor do "Eu Não Acredito em Nada", o podcast de terror da Odisseia.

Law School | Tudo sobre a série coreana que estreia na Netflix

Previous article

MONTAGEM PARALELA 020 | Perguntas e Respostas de Outro Universo

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Festivais