AODISSEIA
Especial

Convidado de Honra da CCXP 2016: Renato Aragão


26 de outubro de 2016 - 16:00 - Tiago Soares

celebridades-renato-aragao-20101124-025-originalCCXP – Comic Con Experience 2016, que acontece no São Paulo Expo entre 1º e 4 de dezembro, terá Renato Aragão como convidado de honra.

Nascido no interior do Ceará no dia 13 de janeiro do ano de 1935, Renato é bacharel em Direito e filho do escritor sobralense Paulo Ximenes Aragão e  de Dinorá Lins. Em 1955, tornou-se oficial do Exército (segundo-tenente de infantaria), formado pelo CPOR.  Anos depois, formou-se em Direito, na Faculdade de Direito do Ceará em 1961. Aos 24 anos, inscreveu-se num concurso da TV Ceará para trabalhar como “realizador” – uma espécie de diretor, redator e produtor de programas. Ele venceu, demonstrando seu talento e em pouco tempo já trabalhava como ator. O primeiro programa de televisão de que participou foi Vídeo Alegre. Em 1964 Renato mudou-se para o Rio de Janeiro a fim de estudar direção de programas e logo foi contratado pela TV Tupi em São Paulo, para trabalhar no humorístico A E I O URCA. A mudança para a TV Excelsior em 1966 lhe proporcionou a oportunidade de criar um humorístico próprio; nascia então Os Adoráveis Trapalhões, em que contracenava com Wanderley Cardoso, Ivon Cury e Ted Boy Marino.

Apesar de ter participado de muitos outros programas humorísticos, Aragão nunca se esqueceria da fórmula utilizada em Adoráveis Trapalhões, e finalmente conseguiria consagrá-la em 1974, ao estrear Os Trapalhões, já regresso à TV Tupi, ao lado de Dedé Santana, Mussum e Zacarias. Renato Aragão atuou em diversos filmes, tendo alguns recebido premiações estrangeiras, como Os Vagabundos Trapalhões e O Cangaceiro Trapalhão, no Festival Internacional de Cinema para a Infância e Juventude (Portugal), em 1984, e Os Trapalhões e a Árvore da Juventude, no III Festival de Cine Infantil de Ciudad Guayana (Venezuela), em 1993. Entre outras grandes personalidades, Renato Aragão atuou com Pelé em 1986 no filme Os Trapalhões e o Rei do Futebol, quando gravou cenas em um Maracanã lotado antes de uma partida de seu clube de coração, o Vasco da Gama.

Fundou, em 1977, a Renato Aragão Produções Artísticas Ltda., responsável pela produção de filmes, programas de televisão, vídeos e shows, dentre outros. Recebeu, em 1980, o título de Cidadão do Estado do Rio de Janeiro e, em 1982, o título de Personalidade Ilustre do Estado do Rio de Janeiro, ambos concedidos pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Em 1991, tornou-se representante especial do UNICEF e embaixador do mesmo órgão, em prol da infância brasileira. Foi condecorado chanceler da Ordem do Rio Branco, título concedido pelo MRE, em 1994. Nesse mesmo ano, foi agraciado com a admissão na Ordem Nacional do Mérito Educativo, no grau de oficial, por indicação do Ministério da Educação e do Desporto. Ainda em 1994, Renato Aragão estreou um programa em Portugal, a convite da emissora portuguesa SIC, com a participação dos atores Dedé Santana e Roberto Guilherme, além de vários artistas portugueses. Em 1995, recebeu o título de Cidadão Paulistano, concedido pela Câmara Municipal de São Paulo. O grupo “Os Trapalhões” entrou para o Guinness Book, o livro dos recordes, em 1997, como o humorístico brasileiro que permaneceu por mais tempo em exibição na TV.

Renato ficou afastado da TV depois da morte de seus companheiros Zacarias e Mussum (sem esquecer o querido Tião Macalé). Em 1998, estreou um programa inédito, com formato diferente, A Turma do Didi. No ano 2000, festejou seus 40 anos de carreira e em 2002, sua empresa Renato Aragão Produções Artísticas Ltda comemorou 25 anos de sucesso. Nesse mesmo ano, Renato lançou o livro Meus Caminhos.

O eterno Didi vai participar de um painel para 150 pessoas no CCXP Unlock na quarta-feira (30/11) e abrirá a programação no Auditório Cinemark – que conta com 3300 lugares – com uma homenagem à sua carreira na quinta (1/12). Confira o convite em vídeo:


O terceiro lote de ingressos está à venda; os ingressos para o sábado já acabaram, assim como os pacotes de ingressos para os quatro dias. O pagamento pode ser feito em até 12 vezes sem juros para compras com cartão de crédito e à vista com boleto. Todos têm direito à meia-entrada na compra da credencial simples ou para os quatro dias, seja com a apresentação de carteirinha de estudante, de idoso, de professor ou por meio da doação de um livro em bom estado a ser entregue na entrada da convenção.


Mais informações: http://www.ccxp.com.br/