0

Bombay Rose, o primeiro filme de animação indiano da Netflix não é um romance típico de Bollywood


Bombay Rose é uma bela obra de arte colorida e pintada à mão que reúne três contos de amor impossíveis entre uma jovem hindu e um jovem muçulmano, duas mulheres e uma cidade inteira.

Essa é a primeira animação indiana original da Netflix e parece surpreender aqueles que tem um olhar mais apaixonado pelo mundo. Os filmes de Bollywood são uma referência para Bombay Rose, mas que tenta fugir um pouco desse tipo de obra que muitas vezes resumem os sentimentos em músicas e danças típicas. Bombay Rose até tem isso, mas zomba abertamente dos clássicos do país.

+++ CRÍTICA: Tudo Bem No Natal Que Vem nos faz revistar os anos que deixamos pra trás e sentir saudades do que passou
+++ Natal Sob Fogo Cruzado: Conheça o filme alemão que deveria estrear nos cinemas mas agora está no catálogo da Netflix

Dirigido por Gitanjali Rao , já conhecido pelo curta-metragem de animação Printed Rainbow exibido durante a Semana da Crítica em Cannes em 2006, utiliza um método particular de animação 2d mão , mesclado com as cores típicas da cinematografia do país.

Bombay Rose é a primeira animação original da Netflix

Fonte: Netflix

Qual a história de Bombay Rose?

Bombay Rose se divide como parte história de fantasias e conto de fadas, e parte como romance da vida real.

Com base em eventos reais, Bombay Rose retrata as lutas de pessoas que se mudam de pequenas vilas e provinciais para a grande metrópole de Mumbai, que encontram alívio da confusão e dos problemas da cidade mergulhando nas fantasias épicas de Bollywood.

Em particular, a trama se concentra no conflito de amor entre uma jovem hindu e um vendedor de flores muçulmano. Suas dificuldades concretas se confundem com momentos de dança e música e com cenas imaginativas em que os dois protagonistas se transfiguram em personagens de ciclos heróicos tradicionais mas também há tempo para lidar com questões altamente atuais como a exploração infantil, imigração e confronto inter-religioso.

Sinopse oficial

Fugindo do casamento infantil, uma jovem dançarina, que vive nas ruas de Bombay, deve escolher entre defender sua família e encontrar o amor com um menino órfão da militância. O filme explora a crueldade de uma sociedade onde o amor e a vida que reina nas telonas podem esmagar você em suas ruas mesquinhas.

Fonte: Netflix

Mais detalhes de Bombay Rose

Devido à sua técnica complexa, Bombay Rose foi feito por mais de 60 animadores que levaram 18 meses para finalizar todo o processo de animação do filme. Previsto no Festival de Veneza em 2019, e também no mesmo ano no Festival de Cinema de Toronto, finalmente chega ao público em geral graças à Netflix, que o distribui para todo o mundo em seu serviço de streaming.

Essa turnê que Bombay Rose fez em festivais internacionais de cinema em 2019, foi o suficiente para uma aclamação generalizada em cima da obra. O escritor e diretor Gitanjali Rao usou um método pintado à mão para criar o visual particular de seu filme e baseou a narrativa do filme em histórias reais sobre a vida nas ruas de Bombaim.

Rohit Khattar e Ananad Mahindra são os produtores do filme, que vêm da Cinestaan ​​Film Company e Les Films d’ici, além de ter sido animado pelo Paperboat Design Studios. Deborah Sathe e Tessa Inkelaar atuam como produtoras executivas.

Rao disse que, ao mesmo tempo ele considera como esses filmes escapistas, também podem ajudar pessoas que estão lutando na pobreza ou em outras condições difíceis. O primeiro trailer do filme destaca um contato mais bruto e pessoal, quando uma jovem de Bombaim se apaixona por um homem esperto, apesar das barreiras religiosas e sociais entre eles.

A animação indiana Bombay Rose estreia dia 04 de dezembro na Netflix

Gostou desse conteúdo? Então nos ajude a manter o site vivo entrando para o Odisseia Club. Seja um apoiador da Odisseia e acompanhe tudo sobre filmes, séries, games, músicas e muito mais.

Para Onde Voam as Feiticeiras | A união faz a força

Previous article

Filhos de Duna | Livro de Frank Herbert encerra um ciclo na série

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Filmes