0

Nem todos os romances tem uma mocinha fraca que fica esperando seu herói salva-la. Algumas vão salvar o seu amado. Esse é o caso de Beren e Lúthien, romance épico de J.R.R. Tolkien, autor de O Hobbit e O Senhor dos Anéis.


      • Título: Beren e Lúthien
      • Autor: J.R.R. Tolkien editado por Christopher Tolkien
      • Edição: 2018
      • Editora: Harper Collins Brasil
      • Páginas: 423
      • Ilustrações: Alan Lee
      • Tradução: Ronald Kyrmse

Beren e Luthién é uma estória dentro da estória. O conto dos amantes é mencionado por Aragorn em O Senhor dos Anéis, e faz parte de outro livro de J.R.R. Tolkien, o Silmarillion. A edição é bastante interessante pois o material foi compilado pelo filho do autor, Christopher Tolkien, e se constitui de vários textos diferentes. Eu estava bastante entusiasmada para ler mais, pois é um dos poucos romances de que eu gosto.

Por fazer parte do Silmarillion e do universo da Terra Média, o livro Beren e Lúthien inicia com uma introdução um pouco maior do que o normal, pois faz uma reconstrução do cenário da Terra Média, ajudando tanto a leitores antigos a se situarem onde estão, quanto ajudando leitores novos, e que não leram o Silmarillion a entenderem um pouco mais do contexto da história e o vilão aqui, Morgoroth.

“A lisonja sempre teve aroma doce nas narinas desse Ainu e, a despeito de toda a sua insondável sabedoria, muitas mentiras dos que desprezava o enganavam se estivessem vestidas graciosamente em palavras elogiosas […]”

+++ À Espera de um Milagre: Conheça o clássico livro de Stephen King

+++ Você conhece Mistborn: O Império Final? 

Sobre o livro Beren e Lúthien

Essa edição de Beren e Lúthien não trás uma novelização grande do conto, mas todo o material que Tolkien fez para desenvolver a história, desde suas primeiras ideias, onde o personagem de Beren sequer era da raça humana. O livro começa apresentando textos em prosa (o que é o mais normal hoje em dia de se ter nos livros) até partes em que ele traz a história em versos.

Vou trazer aqui a minha experiência pessoal com a leitura. Eu detesto poema e detesto texto em verso, então o início dessa leitura foi um pouco desafiador. Porém, a tradução está muito bem feita, impecável, de forma que o tradutor  conseguiu dar um ótimo ritmo para os versos de Beren e Lúthien. Então assim que me acostumei o ritmo, me pegou como se fosse uma música e a leitura fluiu muito bem. Mas confesso que no início foi um choque.

Além dos versos traduzidos, o livro também traz os versos no inglês original. Dessa forma, essa edição de Beren e Lúthien é algo que fãs fluentes em inglês do mestre da fantasia não deveriam perder. Também é incrível ver como a estória inicial foi feita para depois chegar na versão final, que está no Silmarillion. Achei uma forma muito interessante de ver como o autor vai trabalhando uma ideia inicial até chegar no texto final.

Também vale dizer que a edição tem ilustrações lindas! Mesmo lendo o ebook no kindle, onde são imagens sempre sem cores, a resolução ficou ótima. É uma edição maravilhosa!

Qual a história de Beren e Lúthien?

Sobre a estória em si, Beren e Lúthien é um dos poucos romances que gosto, pois eu, Lívia, com a mulher nascida no final do século 20 iniciando minha vida adulta já no 21, tenho uma certa tendência a achar insuportável romances em que a mulher não passa de uma moça que fica gritando por socorro. Eu fico triste em ver fantasias modernas em que a donzela em perigo, a espera do seu cavaleiro de armadura grande corcel branco. Mas apesar de ter muito mais personagens e protagonistas homens em seus livros, Tolkien sabe criar mulheres fortes, como Éowyn em O Senhor dos Anéis.

“Quando, porém, havia ouvido tudo seu coração voltou-se para Beren ainda mais e admirou-se do amor que despertara no coração de Tinúviel, de forma que ela praticara feitos maiores e mais ousados que qualquer guerreiro de seu povo.”

Beren e Lúthien

O romance Beren e Lúthien vale a pena?

Lúthien, também conhecida por Tinúviel, é uma protagonista sensacional, pela época em que foi escrito ela está à frente de seu tempo, a forma como ela vai atrás para proteger o seu amado e os sacrifícios que ela faz exigiam não só muita coragem mais muita astúcia. Sendo uma elfa dotada de grande beleza, não faz o tipo que se espera que vá surpreender, mas é ai que o leitor se engana. Em todas as versões que estão no livro, ela faz um uso muito inteligente tanto de sua beleza quanto de sua magia, por vezes combinando os dois de forma genial para derrotar seus inimigos.

E de forma alguma colocar ela como uma boa protagonista faz diminuir o valor e a coragem de Beren, pois ele também é um herói muito corajoso em nada ele fica diminuído por ter uma mulher corajosa e as ociosa ao seu lado. Não só a coragem com o a perseverança e a honra são fortes nele, trazendo um pouco do herói clássico também, mas sem exageros. Dessa forma, Beren e Lúthien é um romance é uma prova de que dá sim para fazer romances em que a mulher é forte, além de trazer um ótimo conceito de casal, onde há amor mas também companheirismo.

E tem um cachorro na história também, amo.

Para mim, desde que li o Silmarillion e até na leitura deste volume, Beren e Lúthien não só é uma história bonita de amor, coragem, aventura, que me fez sair da minha caixa em prosa, como também mostra um dos os melhores casais da literatura e de Tolkien.

+++ Se você se interessou pelo livro, pode estar adquirindo ele aqui.
Aqui é a Liv do Resenhas Caóticas, e se você quer acompanhar mais as minhas leituras, me siga no Instagram @ResenhasCaoticas. Obrigada e até a próxima.
Gostou desse conteúdo? Então nos ajude a manter o site vivo entrando para o Odisseia Club. Seja um apoiador da Odisseia e acompanhe tudo sobre filmes, séries, games, músicas e muito mais.

 

Livia Salzani

Beecham House | Saiba tudo sobre a série do Globoplay

Previous article

Cursed – A Lenda do Lago | Saiba planos para 2ª temporada

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Livros e HQs