2

É muito difícil fazer listas desse tipo, mas a nostalgia do final do ano faz com que elas sejam necessárias para fazermos um balanço dessa temporada. Eu vou começar essa campanha de listas com as séries de TV que marcaram o ano, mesmo sabendo que não vi muitas séries que poderiam entrar aqui (Sons of Anarchy, Hannibal, House of Cards…) e que tive que tirar séries que gosto (Agents of S.H.I.E.L.D, Arrow…) para fazer um Top 10.

10) Person of Interest

Começo essa lista com uma série que ninguém que eu conheço assiste. Person of Interest, criada por Jonathan Nolan e produzida por J.J. Abrams, teve um final de 3ª temporada sensacional e um início de 4ª quase perfeito, então merece estar nessa lista. Já tem muitos episódios exibidos, mas é uma série que não decepciona e merece uma maratona.

9) Silicon Valley

Eu não costumo acompanhar as séries de comédia da HBO. Já tentei assistir Veep e Girls, mas, mesmo sabendo da qualidade destas, não consegui acompanhar. Só que eu insisto e fui deliciosamente surpreendido por Silicon Valley, uma série criada por Mike Judge que satiriza de maneira brilhante a vida dos empresários no Vale do Silício, conseguindo encaixar a melhor piada de pênis da história em seu contexto.

8) Gotham

Depois de um primeiro episódio normal, Gotham elevou sua qualidade vertiginosamente e mostrou que ter uma cidade como vilã é a melhor coisa possível. Personagens espetaculares, vilões sendo apresentados dignamente e um mini-Batman fazem com que a série mereça ser vista.

7) Vikings

O que esperar de um série do History Channel? Muita qualidade e uma adaptação sensacional das histórias e lendas nórdicas. A primeira temporada teve um saldo muito positivo, mas a segunda elevou seu nível e trouxe mais história, suspense e ação para as invasões vikings.

6) The Goldbergs

Mais uma série deliciosa que é simplesmente desconhecida pelos brasileiros. The Goldbergs é uma comédia familiar que tem um grande apelo nerd, com seus episódios temáticos de Star Wars, De Volta para o Futuro e outros filmes oitentistas. É uma série que brinca com a nostalgia dos anos 80 e consegue se relacionar com qualquer pessoa que decidir acompanhar o programa. Vale muito a pena.

5) The Walking Dead

A série de zumbis sempre foi um dos programas mais instáveis da televisão. Cada temporada tem muitos altos e baixos, mas parece que a entrada de Scott Gimple na produção deu estabilizada nessa confusão. O final da 4ª temporada foi bom, mas o que a 5ª temporada fez foi muito melhor. Desenvolvimento de personagens e arcos clássicos de maneira curta, grossa e espetacular marcaram principalmente o início avassalador desse novo ano.

4) Penny Dreadful

Mais uma série que estreou de maneira avassaladora esse ano. Misturando vários personagens clássicos do terror britânico, Penny Dreadful conseguiu uma combinação espetacular entre uma produção detalhista, um roteiro interessante e um elenco sobrenatural. E ainda teve Eva Green mexendo completamente com a cabeça do público. Vocês querem mais motivos para ela estar nessa lista.

3) Game of Thrones

Mais um série com o selo HBO de qualidade, sendo que Game of Thrones não é uma série que precisa se provar. A quarta temporada foi redondinha, teve ótimo desenvolvimento, mortes espetaculares e episódio dignos de cinema. E se Penny Dreadful tem Eva, GoT tem Peter Dinklage destruindo como Tyrion.

2) Fargo

A ideia era de que Fargo seria uma minissérie que adaptaria o filme dos irmãos Coen, mas ele foi sucesso de público, ganhou a critica, abocanhou prêmios e conseguiu superar em alguns aspectos a qualidade do filme. Com uma direção primorosa e um show de Martin Freeman e Billy Bob Thornton, Fargo apresentou 10 episódios imperdíveis e ainda conseguiu um segunda temporada.

1) True Detective

Sim. Na minha opinião, as melhores série do ano acabaram sendo novatas. E True Detective é outra com o selo HBO que foi muito melhor do que eu esperava. A série teve um dos melhores planos-sequência já feitos na TV no final do quarto episódio, teve um roteiro amarradinho e nem um pouco fácil de entender e Matthew McCounaghey e Woody Harrelson dando show em personagens mais do que complexos. Ainda assim, arrebatou o público e continua sendo indicada aos prêmios. A segunda temporada vem aí e vai ter uma história totalmente separada, mas eu recomendo que você não deixe de ver essa obra-prima da televisão.

Menção Honrosa: O Rebu

A série/novela brasileira não entrou no Top 10, mas merece pelo menos ser citada aqui. Nem todo mundo gostou, mas eu achei que O Rebu deixou claro que material de qualidade pode ser produzido. Um roteiro bom, atuações de luxo, fotografia sensacional e direção melhor ainda, O Rebu deu show na Globo em 2014.

OBS: Falei sobre algumas dessas série em outros posts separados, então se quiser saber mais é só pesquisar pelo nome ou pela seção de séries.

Black Mirror – White Christmas

Previous article

A Entrevista

Next article

You may also like

2 Comments

  1. […] vem para substituir Game of Thrones na grade da toda poderosa HBO e vem com o peso de ter sido a melhor série de 2014 na minha opinião e na de tantas outras pessoas. Claro que a série perdeu com a saída de […]

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Séries