AODISSEIA
Especial

58º Festival Internacional de Cine de Cartagena de Índias

Cinema da melhor qualidade na melhor cidade da Colômbia!

28 de fevereiro de 2018 - 02:19 - Flávio Pizzol

Você pode nunca ter ouvido falar nele, mas o Festival Internacional de Cine de Cartagena de Índias – conhecido pelos mais íntimos como FICCI – é o evento cinematográfico mais antigo da América Latina. Desde sua fundação, em 1960, o evento acolheu e celebrou a renovação do cinema mundial, abraçando longas independentes e arriscados. Seu foco está no desenvolvimento e na divulgação do produção audiovisual colombiana, mas isso não impede o festival de receber convidados de Hollywood, tributos inesquecíveis e uma porrada de outros filmes reconhecidos em festivais mundiais.

É uma festa artística e cultural que proporciona o intercâmbio entre profissionais e espectadores que será acompanhada de perto pelo nosso site. Vamos assistir muitos filmes e comentá-los em primeira mão, tentar entrevistar os convidados e falar muito sobre o cinema, sendo inclusive um dos poucos (talvez o único) sites brasileiros presentes na cidade. Por enquanto, vamos deixar anotadas algumas das melhores coisas que vão passar por aqui:

  • Convidados Internacionais

Entre homenageados e artistas que passarão pelo evento apenas para trocar uma ideia, o FICCI 2018 vai receber o diretor francês Bruno Dumont (Mistério na Costa Chanel), a atriz espanhola Maribel Verdú (O Labirinto do Fauno), a britânica Tilda Swinton (Doutor Estranho) e o americano Owen Wilson (Marley & Eu). Eles vão acompanhar a exibição de seus filmes mais importantes, conversar com convidados, ceder entrevistas e caminhar livremente pelas ruas da Ciudad Amurallada. É bem possível acabar esbarrando com um deles tranquilamente…

  • Cinema sob o Céu Estrelado

Uma das coisas mais legais que o Festival promove é o intercâmbio cultural e interação entre cinéfilos, produtores de conteúdo, estudantes e turistas nas ruas da própria cidade. Uma das mostras especiais mais esperadas do evento, o Cine Bajo Las Estrellas faz isso através da transformação das praças e pontos históricos de Cartagena em salas de cinema externas que exibirão, nessa edição, o comentado lançamento colombiano Pickpockets, o indicado ao Oscar Projeto Flórida e o super clássico O Grande Ditador.

  • Gláuber Rocha

Um dos principais diretores da história do cinema brasileiro também marcará presença no FICCI através de uma bela e merecida retrospectiva. É uma chance única de assistir, em tela grande, longas do peso de Terra em Transe, Deus e o Diabo na Terra do Sol e O Dragão da Maldade contra o Santo Guerreiro. Películas com sangue brasileiro que marcaram época no mundo inteiro.

  • Lançamentos Esperados

E, logicamente, o evento não poderia deixar de receber filmes premiados nos festivais que encerraram o ano passado e/ou produções super esperadas que devem chegar ao grande público no decorrer do ano. A lista é bem grande, mas vale citar a presença de As Boas Maneiras (terror brasileiro que colocionou prêmios no Festival do Rio), Zama (co-produção brasileira e argentina, estrelada por Matheus Nachtergaele, que tem recebido elogios mundo afora), Bixa Travesty (documentário que acabou de ser aplaudido em Berlim), Virus Tropical (adaptação animada de uma graphic novel super premiada), Pororoca (longa romeno que saiu do Festival de San Sebastián com o troféu de Melhor Ator), 120 Batimentos por Minuto (produção francesa sobre o HIV que passou o rodo na edição passada do Festival de Cannes) e In The Fade (produção alemã premiada em Cannes 2017 e no Globo de Ouro 2018).