idade
0

Neste dia dos avós, aproveitamos e trazemos uma lista de filmes sobre a melhor idade, pra você assistir em casa comendo biscoito, ou fazendo crochê


Envelhecer faz parte da vida. A frase clichê repetida inúmeras vezes em textos e obras audiovisuais é simples, mas dificilmente aceita, principalmente na realidade. A beleza do envelhecimento diante dos nossos olhos parece ter ficado para trás. São tantos os procedimentos que tornam as pessoas mais jovens, seja em aparência ou atitude, que a idade se tornou apenas um número.

As experiências e bagagens adquiridas durante boa parte da vida nos tornam quem somos. Romantizar a velhice é algo que pode ser difícil para alguns, mas também não deve ser motivo de desprezo. Envelhecer é difícil, sabemos, e assim como todas as artes, o entretenimento que alguns filmes proporcionam, pode tornar a vida mais fácil.

Pensando no dia dos avós, separamos algumas produções sobre aquela chamada, “a melhor idade”. Tem drama existencialista, comédia, ação, enfim, para filmes para todos os gostos. Perfeitos para assistir junto com a vovó e o vovô, ao mesmo tempo em que não os limita apenas a essas condições. O melhor de tudo: todos estão disponíveis em um dos 3 maiores streamings do país (Netflix, Amazon Prime Video e Globoplay), pelo menos até a publicação deste texto.

Então, filmes particularmente amados por este editor que voz fala como “Alguém Tem Que Ceder”“Uma História Real” de David Lynch e “Nebraska”, não estão na lista, mas podem ser encontrados por aí #ficaadica.

Ensina-me a Viver (1971) | Disponível na Amazon Prime Video

idade

Começando com um clássico, “Ensina-me a Viver” conta a história de Harold, um rapaz de 20 anos com obsessão pela morte, que passa seu tempo indo a funerais e simulando suicídios. Um dia ele conhece Maude, uma senhora de 79 anos de idade, apaixonada pela vida. Eles passam muito tempo juntos e, durante esta intensa convivência, ela o apresenta a beleza da existência.

Trazendo discussões profundas sobre “o sentido da vida”, esta comédia dramática singela é muito gostosa de assistir, tudo graças a atuações memoráveis e uma trilha sonora belíssima.

Up: Altas Aventuras (2009) | Disponível na Netflix e Globoplay

Impossível falar de “melhor idade”, sem unir essa temática ao que muitos consideram umas das melhores fases da vida: a infância. “Up: Altas Aventuras” é responsável por trazer esse conflito e também a união entre gerações ao falar sobre Carl Fredricksen, um vendedor de balões que, aos 78 anos, está prestes a perder a casa em que sempre viveu com sua esposa, a falecida Ellie. O terreno onde a casa fica localizada interessa a um empresário, que deseja construir no local um edifício.

Após um incidente em que acerta um homem com sua bengala, Carl é considerado uma ameaça pública e forçado a ser internado em um asilo. Para evitar que isto aconteça, ele enche milhares de balões em sua casa, fazendo com que ela levante voo. O objetivo de Carl é viajar para uma floresta na América do Sul, um local onde ele e Ellie sempre desejaram morar. Só que, após o início da aventura, ele descobre que seu pior pesadelo embarcou junto: Russell, um menino de 8 anos de idade.

A cena inicial é memorável até hoje, e você numa mais vai ouvir a palavra “esquilo” da mesma forma.

Amor (2012) | Disponível no Globoplay

idade

Vencedor da Palma de Ouro em Cannes e de melhor filme estrangeiro no Oscar, o forte e difícil “Amor” narra a saga de Georges e Anne, um casal de aposentados apaixonados por música. Eles têm uma filha musicista que vive em outro país. Certo dia Anne sofre um derrame e fica com um lado do corpo paralisado. O casal de idosos passa por graves obstáculos que colocarão o seu amor em teste.

Cru, o filme pode ser desconfortável para alguns, mas é bastante eficiente em sua proposta, discutindo sobre relacionamento, velhice e o verdadeiro significado de “melhor idade”.

O Estagiário (2015) | Disponível na Netflix

idade

Indo de uma dramalhão para um comédia leve, “O Estagiário” chegou a estar no TOP 10 da Netflix durante boa parte do tempo e traz um Robert De Niro diferente, que tem optado por comédias e filmes mais leves. Na trama, Jules Ostin é a criadora de um bem-sucedido site de venda de roupas que, apesar de ter apenas 18 meses, já tem mais de duas centenas de funcionários. Ela leva uma vida bastante atarefada, devido às exigências do cargo e ao fato de gostar de manter contato com o público.

Quando sua empresa inicia um projeto de contratar idosos como estagiários, em uma tentativa de colocá-los de volta à ativa, cabe a ela trabalhar com o viúvo Ben Whittaker (De Niro). Aos 70 anos de idade, Ben leva uma vida monótona e vê o estágio como uma oportunidade de se reinventar. Por mais que enfrente o inevitável choque de gerações, logo ele conquista os colegas de trabalho e se aproxima cada vez mais de Jules, que passa a vê-lo como um amigo.

O filme é bastante divertido e discute a reinserção de idosos no mercado de trabalho, mostrando que a idade é só um número, e experiência pode muito bem se unir a juventude.

Red: Aposentados e Perigosos (2010) | Disponível na Amazon Prime Video

Este clássico do Domingo Maior, “Red: Aposentados e Perigosos” mostra que não importa a idade, esses coroas ainda dão um caldo. Na trama, Frank Moses (Bruce Willis) é um ex-agente da CIA, hoje aposentado, que tenta levar uma vida normal. Ele está interessado por Sarah, com quem volta e meia conversa ao telefone, apesar de ainda não conhecer pessoalmente.

Um dia, a casa de Frank é atacada por agentes da CIA. Sem saber o que está acontecendo, ele deduz que logo perceberão sua ligação com Sarah e parte para protegê-la. Para entender o porquê de ter sido atacado, Frank precisará da ajuda de seus antigos companheiros Joe (Morgan Freeman), Marvin (John Malkovich) e Victoria (Helen Mirren), todos também aposentados.

A produção pode não ser um poço de qualidade que tais atores apresentarem em filmes de outrora, mas com certeza diverte e é uma boa pedida para um domingo.

A Senhora da Van (2016) | Disponível na Netflix

Historias de velhinhos rabugentos sempre fizeram parte da sétima arte, e “A Senhora da Van” mistura o drama a comédia ao falar sobre Mary Shepherd, uma senhora de idade, que mora dentro de uma van. Devido aos seus hábitos pouco higiênicos, os moradores não gostam nem um pouco quando ela decide estacionar o carro próximo à sua casa.

O único que a tolera é o escritor Alan Bennett, que permite que ela use seu banheiro de vez em quando. Após algum tempo, os moradores conseguem que a prefeitura proíba que qualquer carro fique estacionado no bairro. A intenção era que a sra. Shepherd deixasse o local, mas ela encontra uma saída quando Alan oferece que estacione na vaga existente em sua própria casa.

A grande atuação de Maggie Smith e o fato da história ser baseada em fatos, é um dos principais atrativos da produção, confira nossa crítica aqui.

Antes de Partir (2007) | Disponível na Netflix

idade

Quem nunca fez aquelas listas de “coisas para fazer antes de morrer”, que atire a primeira pedra! Aqui em “Antes de Partir”, Carter Chambers é um homem casado, que há 46 anos trabalha como mecânico. Submetido a um tratamento experimental para combater o câncer, ele se sente mal no trabalho e com isso é internado em um hospital. Logo passa a ter como companheiro de quarto Edward Cole, um rico empresário que é dono do próprio hospital.

Edward deseja ter um quarto só para si mas, como sempre pregou que em seus hospitais todo quarto precisa ter dois leitos para que seja viável financeiramente, não pode ter seu desejo atendido pois isto afetaria a imagem de seus negócios. Edward também está com câncer e, após ser operado, descobre que tem poucos meses de vida. O mesmo acontece com Carter, que decide escrever a “lista da bota”, algo que seu professor de filosofia na faculdade passou como trabalho muitas décadas atrás.

A lista consiste em desejos que Carter deseja realizar antes de morrer. Ao tomar conhecimento dela, Edward propõe que eles a realizem, o que faz com que ambos viagem pelo mundo para aproveitar seus últimos meses de vida. Reflexivo, o longa reúne Morgan Freeman e Jack Nicholson, dois dos maiores atores de todos os tempos, em uma trama sobre o verdadeiro sentido da existência.

As Rainhas da Torcida (2019) | Disponível na Amazon Prime Video

O mais recente da lista, “As Rainhas da Torcida”, pode não ter tanta qualidade como os outros filmes da lista, mas fala sobre a importância da auto estima feminina, que passa pelos adventos da melhor idade e pelas cobranças sobre sua aparência. Na trama, Martha (Diane Keaton), foi diagnosticada com câncer terminal. Solitária, ela decide se livrar de todos os seus pertences pessoais e se mudar para uma comunidade de idosos com o intuito de esperar a morte chegar.

Em seus últimos meses, ela quer uma vida tranquila, lendo livros e interagindo com poucas pessoas, mas ao conhecer sua nova vizinha, Sheryl (Jacki Weaver), uma mulher ativa e barulhenta, Martha vê seus planos indo por água abaixo, já que a nova companhia faz questão de se manter constantemente presente. A medida que a relação das duas se desenvolve, uma forte amizade surge e Sheryl incentiva Martha a treinar os passos de líder de torcida novamente, como fazia na época da escola.

Resistente, a protagonista topa a ideia e juntas elas montam um clube para empoderar diversas mulheres acima dos 60 anos de idade. Para fazer isso, elas precisam enfrentar o preconceito de todos e treinar para uma importante competição.

Despedida em Grande Estilo (2017) | Disponível na Netflix

idade

Morgan Freeman é um dos mais requisitos quando se trata de filmes good vibes sobre a melhor idade. Aqui em “Despedida em Grande Estilo” ele faz Willie, que junto com os amigos Joe (Michael Caine) e Albert (Alan Arkin), estão passando por dificuldades financeiras. Joe descobre que ele e sua família ficarão sem casa. Já Wille descobre que está sofrendo de insuficiência renal e precisa urgente de uma cirurgia.

Certo dia, ao ir ao banco, Joe presencia um assalto e simpatiza com os ladrões mascarados, que fogem do local com todo o dinheiro. Ele e os amigos então tem uma ideia ousada: roubar o banco (que roubou-lhes primeiro). É a vez de os idosos se rebelarem contra a exploração das grandes corporações, com muito bom humor claro.

O Amor é Estranho (2015) | Disponível na Amazon Prime Video

Um dos melhores e mais tocantes filmes da lista, “O Amor é Estranho” conta a vida de Ben (John Lithgow) e Geroge (Alfred Molina), dois homens mais velhos e homossexuais que formam um casal há mais de 40 anos. Entretanto, apesar da longa época juntos, a dupla ainda não é oficialmente casada. Assim, os seniores, com a aprovação dos amigos e familiares, decidem realizar o matrimônio.

Porém, essa decisão faz com que o George perca seu emprego, o que dificulta a concretização do sonho do casal. Sem dinheiro, então, os idosos precisam se separar temporariamente para vender a casa e adquirir uma mais em conta. A vivência separada e de favor com os amigos cria uma série de dificuldades e desgaste na relação dos dois, o que os faz repensar todo o relacionamento.

A estranheza está no entorno, além de repensar o preconceito relacionado a idade e os relacionamentos fora do padrão, demonstrando que a força dos sentimentos é maior que os limites impostos pela sociedade.


Tem outras dicas de filmes sobre a melhor idade? Conte pra gente nos comentários!

Gostou desse conteúdo? Então nos ajude a manter o site vivo entrando para o Odisseia Club. Seja um apoiador da Odisseia e acompanhe tudo sobre filmes, séries, games, músicas e muito mais.

Tiago Cinéfilo
Estudante de Comunicação e editor deste site. Criador, podcaster e editor do "Eu Não Acredito em Nada", o podcast de terror da Odisseia.

Oferenda à Tempestade | 7 curiosidades sobre a Trilogia Baztán

Previous article

Good Girls | Detalhes da 4ª temporada da série na Netflix

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Especial