AODISSEIA
Músicas

R.I.P Malcolm Young

Pra sempre uma lenda do Rock.

18 de novembro de 2017 - 20:58 - Pardal

O mundo do rock perde mais uma de suas lendas. No dia 18 de novembro de 2017 morre Malcolm Young, co-fundador do AC/DC, aos 64 anos. Malcolm já estava afastado da banda desde 2014 por problemas de saúde e segundo o comunicado oficial da própria, ele morreu em paz, com a família ao seu lado.

Malcolm Mitchell Young, junto de seu irmão Angus, fundou em 1973 a banda chamada AC/DC, nome inspirado no símbolo presente na máquina de costura de sua irmã, Magaret, que significa “Alternating Current/Direct Current” (Corrente Alternada/Corrente Contínua, em português) e simbolizava bem a energia da banda.

Malcolm era talentosíssimo com a guitarra e notável compositor musical. Há uma lenda que fala que, num ato altruísta, Malcolm optou pela guitarra base do AC/DC pra dar mais liberdade pro irmão mais novo. Verdade ou mentira, apesar de Angus ter tido mais visibilidade na banda, era Malcolm que compunha a maioria dos riffs do AC/DC e criou ou ajudou criar todas as músicas.

Nomeado ao Rock and Roll Hall of Fame desde 2003, junto dos demais integrantes do AC/DC, Malcolm é considerado por muitos como um dos maiores guitarrista base de todos os tempos e já figurou em diversas listas de “melhores guitarristas de todos os tempos”.

Back in Black, música que dá nome ao álbum lançado em 1980, segundo colocado na lista de álbuns mais vendidos de todos os tempos somente atrás de Thriller (Michael Jackson), sempre figura nas listas de melhores riffs.

Malcolm Young, junto do AC/DC, embalou a vida de gerações, sempre com muita energia e eletricidade, dando significado à palavra rock n’ roll. Este com certeza é um daqueles que pode receber a alcunha de lenda.

Em 2014, quando teve que se retirar do AC/DC por conta de sua doença, a rádio 89Fm fez a pequena homenagem abaixo, que, mais do que nunca, é válida agora.

Malcolm Young, todos nós que gostamos de rock, we salute you! Descanse em paz.