Odisseia na CCXP: Painel Star Wars

Da mesma forma que o painel da Marvel, a apresentação de Star Wars ficou reservada a muito conversa e pouca novidade, mas os fãs não precisavam de mais do que isso para aquecerem o auditório e ficarem completamente roucos.

Mais uma vez, o painel começou com o trailer visto bilhões de vezes por todos os presentes para só depois chamar Bryan Burk, produtor do filme, ao palco. Ele foi ovacionado e revelou que era isso que queria quando pediu para vir ao Brasil. Logicamente, isso o fez ser ainda mais ovacionado.

Ele falou muito sobre a produção, a construção da Millenium Falcon, e, principalmente a mistura entre efeitos práticos e digitais com muito uso de animatronics. Ele disse que a nave foi construída porque todos os envolvidos queriam entrar nela e que, depois de ver o filme, ele não conseguiu separar o que era computação gráfica e o que era real. Tudo isso é um bom sinal que mostra que eles são fãs e que souberam não exagerar onde não precisa.

Falou bastante sobre o quanto era importante para eles não mostrar praticamente nada durante a divulgação e que os fãs iriam se surpreender com tudo o que vai acontecer nas telas. Além disso também ressaltou que a força não está no título à toa e que ele vai ser muito importante para a trama, provavelmente bem mais do que em todos os longas anteriores.

E para fechar o painel, ele trouxe um vídeo exclusivo que todos esperavam, mesmo sem mostrar quase nada inédito. Mostrando o quanto os envolvidos são fãs da franquia, o vídeo de bastidores manteve tudo bem escondido, mas valeu pela homenagem e pelo prazer de ver um vídeo feito só para a gente ocupar um lugar de elite no canal de Star Wars no YouTube.

Deixe uma resposta