AODISSEIA
Especial

Odisseia na CCXP: A Marvel e sua capacidade de ser épica

E o prêmio de melhor painel da noite vai para...

10 de dezembro de 2017 - 00:00 - Flávio Pizzol

 

É bem provável que, para a maior parte do público, a Marvel tenha saído da CCXP 2016 com o título de melhor painel da história depois que trouxe James Gunn e exibiu em primeira mão o segundo trailer de Guardiões da Galáxia 2. É por causa disso que a expectativa para esse ano era gigantesca e uma espécie de balde de água fria veio quando o único anunciado seria o produtor de Pantera Negra. Esperava-se mais do estúdio e o cancelamento de última hora feito por Nate Moore não ajudou nem um pouco. Pra nossa sorte, isso não era nada perto do que estava sendo preparado para a tarde dessa sexta.

 

O começo aproveitou, obviamente, a proximidade do lançamento do próprio Pantera Negra para fazer a última divulgação. Teve um trailer exclusivo movido por uma batida hipnotizante, uma cena de ação completa de sete minutos e um bate-papo com a atriz Danai Gurira, convidada da CCXP por seu papel em The Walking Dead. Pra completar a festa, o diretor Ryan Coogler (Creed) surgiu através de uma transmissão ao vivo que ainda daria muito o que falar. Resumidamente, ele falou sobre os bastidores, a importância social do filme e até revelou a importância de Cidade de Deus para sua carreira por trás das câmeras.

 

 

Dando continuidade ao calendário de estreias da Marvel, o telão foi preenchido pelo primeiro trailer oficial de Vingadores – Guerra Infinita e por um vídeo especial de Homem-Formiga e Vespa, contendo cenas de bastidores, figurinos, artes conceituais animadas e um resumo hilário do MCU conduzido por Paul Rudd, Michael Peña, Michelle Pfeiffer e Evangeline Lilly. O detalhe é que esse vídeo não deve ser exibido em mais nenhum grande evento, já que mesmo a Comic Con de San Diego rola após a estréia do longa.

 

A apresentação já estava foda, mas a organização do evento tinha uma surpresa gigantesca preparada de última hora. Aquela transmissão ao vivo que eu falei ali em cima voltou ao telão com ninguém mais, ninguém menos que Kevin Feige, o poderoso chefão da Marvel Studios. Ele deu várias pistas sobre o futuro, deixou claro que o espaço será explorado com mais afinco (caso os Vingadores sobrevivam ao próximo longa, é claro) e ainda teve a oportunidade de ver “de perto” a paixão dos fãs brasileiros.. Tudo isso antes de oferecer mais uma surpresa em forma de material inédito.

 

 

Em outras palavras, ele fechou o painel com chave-de-ouro ao exibir com total exclusividade o trailer de Vingadores que só havia sido exibido em San Diego e na D23. E vamos combinar uma coisa: que trailer foi esse, meus amigos. Piadas sensacionais, senso de urgência, cenas de ação ainda mais grandiosas, interação entre os heróis (Star Lord usando os poderes mágicos do Doutor Estranho pra saltar antes de um ataque é de tirar o fôlego de qualquer fã. E, se isso causa essa reação básica, a chance de ver Thanos lançando uma chuva de meteoros sobre os heróis derrubou a sala totalmente.

 

Todas as pessoas que se auto-declaram nerds e madrugaram na fila oram recompensados com um sábado glorioso, e qude estava só começando. A Marvel surpreendeu, superou suas marcas passadas e levou a galera à loucura, mas, por incrível que pareça, essa era só a preparação para um dia verdadeiramente épico!