AODISSEIA
Fique de Olho

Fique de Olho: Fernando Coimbra

23 de março de 2016 - 11:00 - Flávio Pizzol

O cinema brasileiro tem muitos problemas, mas isso não o impede lançar muitos filmes bons e de vez ou outra nos apresentar alguns novos diretores que fazem algo diferente e ficam gravados na nossa memória. Esse é o exemplo de toda uma geração mais nova e sedenta por mudanças, que inclui Kleber Mendonça Filho, Afonso Poyart (que fez sua estréia hollywoodiana em Presságios de um Crime) e o nosso alvo da semana, Fernando Coimbra.

Coimbra nasceu em São Paulo, tem 39 anos de idade, se formou em Cinema na Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), construiu toda a sua carreira através de curtas, incluindo o ótimo Trópico das Cabras em 2007, e atingiu o ápice do seu sucesso artístico nos últimos dois anos quando fez sua estréia cinematográfica em O Lobo Atrás da Porta.

Esse é um filme cru, pesado, muito bem escrito e brilhantemente dirigido que eu, particularmente, já considero um dos melhores longas nacionais já feitos. Não tenho como omitir o fato de que foi esse longa que abriu as portas de sua carreira internacional, sendo exibido em muitos festivais independentes e culminando na indicação ao prêmio do Sindicato dos Diretores como Melhor Diretor Estreante.

61_24_000643

Tanto o seu curta de maior sucesso, quanto o seu filme de estréia foram realizados junto com o diretor de fotografia Lula Carvalho (que também já foi citado nessa coluna) em uma parceria que deu tão certo que voltou a ser repetida internacionalmente na série Narcos, onde Coimbra dirigiu os dois melhores episódios da primeira temporada. Depois dessa participação marcante na saga de Pablo Escobar, Coimbra recebeu uma enxurrada de propostas e também deve fazer sua estréia em Hollywood ainda esse ano com Sand Castle, um filme de guerra estrelado por Henry Cavill (o Superman…) e Nicholas Hoult.

Além disso, ele também está analisando novas propostas americanas e escrevendo o roteiro de Os Enforcados, um suspense de humor negro que deve marcar seu retorno ao Brasil em pouco tempo. No fim das contas, Fernando Coimbra é um dos melhores diretores e roteiristas que surgiram no Brasil nos últimos anos, tem tudo para fazer muitos longas de sucesso nacional e internacional e merece ser acompanhado de perto.