David Bowie influenciou o mundo dos games muito mais do que você pode imaginar.

, Games

inqsgyeoetkerpqof6fr

A segunda feira amanheceu um pouco mais triste essa semana. David Bowie, o lendário artista inglês, faleceu vítima de um câncer no qual lutava há 18 meses. Ele partiu com 69 anos recém completados e, curiosamente, nunca esteve tão vivo. Um álbum, um clipe e uma peça teatral eram as mais novas armas do camaleão para se camuflar às suas ideias. Mas você já parou pra pensar na sua influência nos games? Pois Final Fantasy, Metal Gear, Omikron e até Pokemon já se inspiraram no cantor e deixaram isso claro, para quem quiser ver e jogar.

The Man Who Sold The World é plano de fundo para o início de Metal Gear Solid V: The Phantom Pain. Um homem deitado, acordando de um coma, enquanto a canção diz “Achei que você tinha morrido sozinho, muito, muito tempo atrás”. Nenhuma outra música cairia tão bem para o momento em que Snake passava, e Hideo Kojima soube pinçar cirurgicamente essa letra para introduzir à história.

Kojima é fã declarado de Bowie e expressava esse fanatismo inserindo as facetas do artista em sua série mais famosa. Big Boss era admirável e seu exército, os Diamond Dogs, tão quanto. A questão é que Diamond Dogs foi o oitavo álbum de Bowie, Big Boss é a representação do próprio e os adjetivos se justificam.

Bowie elevava a arte a outro nível e isso era um chamariz monumental para os desenvolvedores. Tanto é que ele fora convidado para produzir a trilha de um jogo chamado Omikron: The Nomad Soul, de uma até então desconhecida desenvolvedora, chamada Quantic Dream.

0s24TBKGGrZU.878x0.Z-Z96KYq

Era final dos anos 90 e os jogos não eram acostumados a criar suas próprias trilhas, principalmente com características exclusivas de uma artista famoso. Omikron não foi muito bem aceito pela crítica, mas trouxe conceitos aplicados em vários outros jogos posteriormente. Seu teor futurista, com músicas bem particulares fizeram do jogo um marco áudio/estético para a indústria.

Seu filho sempre foi mais fascinado pelos games e, segundo Bowie, foi o responsável por apresentá-lo a Tomb Raider. Lara Croft foi uma paixão platônica do artista e a franquia, homenageou-o com a caracterização de Boz e da banda fictícia The Dreamers. Hoje, Duncan Jones, filho do cantor, é cineasta e está dirigindo o filme Warcraft, baseado no famoso MMORPG.

1108903-633786516841934730_davidbowie

A aparência metamórfica de Bowie, com sua reinvenção constante foi, é e será um chamariz enorme para a milionária indústria dos jogos. Uma figura tão peculiar precisa ser aludida nas diversas mídias e suas inúmeras referências provam isso.

E é certo que easter eggs calcados na figura do inglês vão permanecer constantes, já que Bowie era a arte em pleno estado e isso é o videogame. Sua morte não anula o legado deixado, muito pelo contrário, só aumenta a imaginação e alimenta de quem bebe da fonte de uma figura tão especial.

Deixe uma resposta