As melhores coisas que vimos essa semana #7

, Especial
Perdemos George Romero. Agora o que ficam são histórias

Essa semana, faleceu a lenda do cinema George Romero. Com ele foram-se as ideias e a presença física, mas suas obras, como o clássico A Noite dos Mortos Vivos, permanecem vivas na memória. O jovem diretor Edgar Wrigth (Scott Pilgrim Contra o Mundo) escreveu uma carta super emocionante contando algumas histórias do seu relacionamento com Romero. Vale MUITO ler!

 


 

Cassilds! Os Trapalhões estão repaginadis, porém em outra époquis

Os novos Trapalhões estrearam no Canal Viva com a missão de voltar ser sucesso depois algumas décadas. Vale o esforço, principalmente depois do grande acerto que se mostrou a nova Escolinha do Professor Raimundo. Só que os tempos são outros, bebê. Algumas esquetes da época da placa amarela já não cabem hoje. O Uol separou cinco cenas que hoje cairiam no selo “politicamente incorreto”. Olha só.

 


 

“Ser mulher é sempre uma luta dupla”

No baiano “A Tarde”, Alessandra Oliveira reproduz uma entrevista feira com a cantora, quase quarentona, Pitty. De pouquinho em pouquinho a baiana vai voltando à vida profissional, após o nascimento de sua família. O bate papo é bem interessante e vale parar um pouquinho pra ler.

 


 

Music service em GOT

Game of Thrones estreou sua última temporada nesse último fim de semana e de cara Ed Sheeran apareceu dando uma palhinha de seu talento. Seu indie medieval conquistou o coração de Arya, que percebeu que os soldados de Porto Real não carregam o mesmo ódio que sua rainha. O El Pais fez uma lista bem bacana de outros cantores que já fizeram aparições especiais na série e separou tudo em uma listinha. Listen up!

 


 

Versão brasileira, Herbert Richers

A dublagem sempre foi assunto pra mais de metro. Divididos entre polêmicas e adorações, elas podem consagrar ou destruir uma obra. Mas verdade seja dita, existem filmes que, por mais que tentamos, só conseguimos assistir dublados. Pensando nisso, o Legião dos Heróis fez uma listinha com 10 filmaços que não tem jeito, tem que ter voz brasuca.

 


 

Vamos tirar as teias dos quadrinhos

Já assistiu Homem Aranha: De Volta ao Lar? Se não, corre lá e assiste esse filme e depois volta aqui. Aí você pode pegar essas referências que vieram das HQs. Renan Martins Frade, do Judão, separou um monte de histórias recheada de artes bacanas do Aranha. Tem até aquele traje megazord do final do filme. Confere aí.

Deixe uma resposta